Valor médio de arrendamento a estudantes aumenta 10% em Lisboa

Por a 8 de Maio de 2017

LisboaO Relatório do Mercado de Arrendamento a Estudantes, desenvolvido pela Uniplaces e referente ao primeiro trimestre deste ano conclui que o valor médio de arrendamento por quarto para estudantes universitários subiu 10% em Lisboa e 3% no Porto, relativamente ao período homólogo do ano passado.

Segundo André Rodrigues Pereira, “a sazonalidade é um factor determinante no mercado de arrendamento, uma vez que este aumento nos valores de renda praticados o primeiro trimestre está em linha com a chegada de estudantes estrangeiros a Portugal, para o segundo semestre lectivo”. “A tendência que observamos é a de um aumento de preços até Março, seguido de queda e novo aumento a partir de Julho”, acrescentou o country manager da Uniplaces em Portugal.

Relativamente à procura, o centro histórico permanece na preferência dos estudantes, embora as zonas mais próximas das principais universidades comecem também a ganhar popularidade entre os alunos. Arroios é, em Lisboa, a zona com mais procura, com um preço médio por quarto de 329 euros, espelhando um aumento de 8,5% face ao primeiro trimestre do ano anterior.

Intendente, Alvalade e Marquês de Pombal representam as zonas com as rendas mais caras de Lisboa para estudantes – 420 euros, 434 euros e 414 euros, respectivamente.


No Porto, a procura por alojamento é “mais concentrada” e com um valor médio por quarto de 268 euros, 33% abaixo do preço médio praticado por quarto em Lisboa. Segundo a Uniplaces, a divergência de preços deve-se, em parte, à subida de preços registada na cidade de Lisboa.

Paranhos é, no Porto, a zona mais popular entre os estudantes, representando 23% da procura total por alojamento na cidade, com um preço médio por quarto de 264 euros, um valor “ligeiramente mais baixo que a média”. Cedofeita e Ramalde são as zonas que se seguem, na preferência dos estudantes, sublinhando a Uniplaces que a Cedofeita é uma das zonas mais caras da cidade do Porto, com um preço médio por quarto de 294 euros. A zona mais barata na cidade é Lordelo de Ouro, que representa 4,6% da procura total e tem um preço médio por quarto de 230 euros.

Segundo a Uniplaces, em Lisboa um estudante que procura alojamento através desta plataforma conta com um orçamento médio mensal entre 250 e 400 euros. A duração média da estadia é de 141 dias e a reserva do alojamento é feita com 39 dias de antecedência. O tipo de imóvel mais procurado por estudantes consiste em apartamentos com mais de quatro quartos.

Na cidade do Porto, o orçamento médio mensal situa-se entre os 150 e 250 euros, para uma estadia      que dura, em média, 128 dias. A reserva é feita com 35 dias de antecedência e os apartamentos entre dois e quatro quartos são os mais procurados.

“O aumento da popularidade das cidades de Lisboa e do Porto, entre outros factores, têm sustentado a procura por alojamento num mercado onde a oferta continua a ser insuficiente”, afirma o country manager da Uniplaces, explicando que o aumento maior da procura face à oferta “reflecte-se nos preços praticados, com aumentos superiores a 30% ao ano, em alguns bairros da capital”.

Segundo André Rodrigues Pereira, “esta tendência não tem passado despercebida entre investidores e as residências de estudantes estão agora a emergir como classe de activos de investimento com retornos atractivos”.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *