MatosinhosHabit requalifica conjunto habitacional do Bairro dos Pescadores

Por a 5 de Abril de 2020

O Conjunto Habitacional do Bairro dos Pescadores vai ser alvo de uma profunda requalificação ao nível dos edifícios e dos espaços exteriores. A intervenção pretende melhorar as condições habitacionais dos moradores que colaboraram de forma activa com diversas sugestões de melhoramentos, posteriormente incluídas no projecto. A obra tem inicio marcado para o final do ano.

Composto por propriedade mista, o Bairro dos Pescadores engloba 104 fracções, divididas entre habitações municipais e privadas. Os domicílios municipais serão alvo de intervenção directa por parte da MatosinhosHabit, ao passo que as habitações privadas poderão beneficiar de financiamento no âmbito do “1º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação”, sendo a formalização das candidaturas apoiada por uma equipa técnica da empresa municipal a fim de agilizar e acompanhar todo o processo.

Para que o projecto correspondesse às expectativas e necessidades dos habitantes, a MatosinhosHabit auscultou a população residente que contribuiu com diversas sugestões de intervenção, designadamente em termos de melhoria do pavimento das ruas, dos espaços verdes e jardins, dos passeios e do acesso às entradas das habitações, da organização dos lugares de estacionamento e da redução das barreiras arquitectónicas.

Tiago Maia, administrador da MatosinhosHabit, salienta que “para nós era essencial ouvirmos os moradores e ficar a par do grau de satisfação e de insatisfação de quem vive neste bairro há muitos anos. Só com este contributo,  obviamente em sintonia com o arquiteto responsável, o projecto se poderia desenvolver para que as melhorias de requalificação beneficiassem o bem-estar dos seus habitantes.”

Assim, e numa primeira fase, serão intervencionados os espaços envolventes nomeadamente em termos de arquitectura, estabilidade, iluminação pública, telecomunicações, águas pluviais, segurança e saúde, gás e resíduos. Posteriormente, realizar-se-ão as intervenções nos blocos municipais e nas habitações privadas candidatas ao programa 1º Direito.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *