Edição digital
Assine já
Empresas

Bysteel promove curso de Soldadura Avançada

Realizado em parceria com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave e com apoio técnico do ISQ, o curso tem como objectivo “colmatar a falta de mão de obra qualificada no sector”

CONSTRUIR
Empresas

Bysteel promove curso de Soldadura Avançada

Realizado em parceria com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave e com apoio técnico do ISQ, o curso tem como objectivo “colmatar a falta de mão de obra qualificada no sector”

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Indústria da Pedra Natural portuguesa apresenta-se na Marmo+Mac 22
Empresas
Natixis no Porto inaugura conceito inovador de espaço de trabalho
Arquitectura
Sea’Ya Thoughtful Stays cresce em Cascais
Empresas
FAUP lança curso de estudos avançados em território e gestão urbanística
Arquitectura
Portefólio de propriedades portuguesas da GuestReady quadruplicou
Imobiliário
Volkswagen Financial Services estaciona novo hub tecnológico na Lionesa
Imobiliário
Ecosteel abre portas para receber a 2ª Edição da [email protected]
Empresas
TK Elevator recebe estatuto EcoVadis Gold
Empresas
dstgroup oferece mestrados e doutoramentos aos trabalhadores
Empresas
Portugal Sotheby’s Realty reforça equipa no Algarve
Empresas

A bysteel, empresa do dstgroup especialista em superestruturas em aço, volta, este ano, a promover o Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em Soldadura Avançada. O curso, que vai já na sua 4.ª edição, é realizado em colaboração com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) e com apoio técnico do ISQ – Instituto de Soldadura e Qualidade.

Para fazer face às actuais necessidades do sector, esta formação procura integrar, de forma rápida, os estudantes no mercado de trabalho. O curso tem a duração de dois anos lectivos, período esse onde se incluem seis meses de estágio curricular remunerado pela bysteel e oportunidade de emprego. Nas três últimas edições, a taxa de empregabilidade das anteriores edições foi de 100%.

Com início a 3 de Outubro, as inscrições podem ser feitas até ao final de Agosto. Os alunos serão formados por docentes do IPCA e por profissionais especializados da bysteel para conceber, elaborar, coordenar e executar projectos de fabricação soldada, tendo em conta os diversos processos, equipamentos e materiais de adição.

Leccionado em regime pós-laboral, este curso destina-se a pessoas com uma formação mínima equivalente ao ensino secundário profissional de Nível 4, 12.º ano completo ou especialização tecnológica (CET). No final do curso, os estudantes serão capazes de propor soluções técnicas e economicamente competitivas, inspeccionar e controlar a qualidade de construções soldadas e ainda desenvolver trabalhos de investigação científica no domínio da soldadura.

O dstgroup e o IPCA têm, actualmente, na oferta conjunta de formação, cinco cursos técnicos superiores profissionais; dois em parceria com a bysteel e os restantes com a dstsolar, a dstelecom e a cari.

Além destes cinco cursos, o dstgroup mantém, também, uma parceria com a Universidade do Minho dedicada a um curso focado nos aspectos técnicos dos sistemas de fachadas. À margem das formações técnicas, o grupo dst mantém, ainda, um protocolo com a Universidade Católica Portuguesa que envolve 350 engenheiros e economistas do grupo e se estende a áreas como a filosofia, as humanidades ou a psicologia.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Indústria da Pedra Natural portuguesa apresenta-se na Marmo+Mac 22
Empresas
Natixis no Porto inaugura conceito inovador de espaço de trabalho
Arquitectura
Sea’Ya Thoughtful Stays cresce em Cascais
Empresas
FAUP lança curso de estudos avançados em território e gestão urbanística
Arquitectura
Portefólio de propriedades portuguesas da GuestReady quadruplicou
Imobiliário
Volkswagen Financial Services estaciona novo hub tecnológico na Lionesa
Imobiliário
Ecosteel abre portas para receber a 2ª Edição da [email protected]
Empresas
TK Elevator recebe estatuto EcoVadis Gold
Empresas
dstgroup oferece mestrados e doutoramentos aos trabalhadores
Empresas
Portugal Sotheby’s Realty reforça equipa no Algarve
Empresas
Empresas

Indústria da Pedra Natural portuguesa apresenta-se na Marmo+Mac 22

Aquele que é “o maior certame internacional direccionado para a indústria da pedra” realiza-se em Verona, Itália, de 27 a 30 de Setembro

CONSTRUIR

A Marmo+Mac 2022 está de volta a Verona, em Itália, entre os próximos dias 27 e 30 de Setembro, feira onde empresas e profissionais da indústria da pedra se reúnem, para aquele que é o maior certame internacional direccionado para o sector e que este ano contará com a presença do secretário de Estado da Economia, João Neves.

Nesta que é a 56ª edição do evento, Portugal destaca-se como sendo a quarta maior participação, com um total de 65 empresas, 46 das quais participam através dos Projectos Conjuntos de Internacionalização das Associações Sectoriais Nacionais – Assimagra e a AEP/ANIET – cofinanciados pelo Compete 2020/Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER.

Com esta presença as empresas pretendem reforçar o seu posicionamento mundial, alicerçado sobretudo na qualidade dos seus produtos e na arte do saber-fazer português, consubstanciado pelas linhas estratégicas que têm orientado o sector: inovação e sustentabilidade.

A participação nacional, organizada pela Associação Empresarial de Portugal (AEP, em parceria com a ANIET – Associação Nacional da Indústria Extractiva e Transformadora, no âmbito do Projecto BOW, é constituída por 17 empresas expositoras.

Para Luís Miguel Ribeiro, presidente da AEP, “a participação portuguesa no maior evento internacional dedicado à pedra natural, tecnologias de processamento, tecnologias para aplicações de pedra em arquitetura e design e formação é uma oportunidade muito importante para alavancar novos negócios para as empresas do setor em Portugal”. “Este é um certame de referência para as empresas nacionais e uma plataforma de apresentação dos seus mais recentes desenvolvimentos na área”, complementa.

O ano passado, o projecto BOW – Business on the Way promoveu a participação de mais de 100 empresas em 17 acções, entre feiras internacionais, missões empresariais (virtuais, físicas e inversas), em 22 mercados distintos.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Sea’Ya Thoughtful Stays cresce em Cascais

Marca de alojamento local para famílias tem nova imagem e novos espaços. Hoje soma cinco unidades, todas na região que envolve a Praia do Guincho, e apresenta um novo logo e uma nova assinatura que preparam a marca para as ambições do futuro

CONSTRUIR

Abriu em 2019 com a criação de três unidades de alojamento local em Cascais e a missão de criar uma marca de turismo de qualidade para descomplicar as férias das famílias e dos amantes de surf. Hoje, o Sea’Ya Thoughtful Stays soma cinco unidades, todas na região que envolve a Praia do Guincho, e apresenta um novo logo e uma nova assinatura que preparam a marca para as ambições do futuro.

As novas villas seguem os mesmos princípios que norteiam a marca desde a sua origem: máximo conforto, uma decoração diferenciadora, estreita ligação com a região e a comunidade local, proximidade à Praia do Guincho, concelho de Cascais, produtos sustentáveis e locais e, claro, os melhores equipamentos para crianças e para surfistas.

“Abrimos em ano de pandemia e contra tudo o que esperávamos, estivemos sempre em funcionamento e com taxas de ocupação acima dos 80%”, referem António Monteiro e Maria Saldanha, proprietários do Sea’Ya Thoughtful Stays. “Em 2022, com a marca a crescer de dia para dia, sentimos a necessidade de ter no nosso portfolio novas unidades, com tipologias diferentes, para dar resposta à procura que temos e que muitas vezes suplanta a oferta”, acrescentam.

Para 2023, a marca Sea’Ya Thoughtful Stays tem já prevista a abertura de mais duas unidades na mesma região. O objectivo é manter um crescimento sustentado da marca, promovendo a região de Cascais e do Guincho sem nunca a descaracterizar. “Procuramos casas de aldeia, de traça antiga, e que estejam inseridas num ambiente familiar pois só assim conseguimos proporcionar aos nossos hóspedes experiências autênticas, integradas na comunidade local e que beneficiem o comércio local”.

A marca lançou, recentemente, um novo website, um novo logo e nova assinatura. “Somos atenciosos e cuidadosos em tudo o que fazemos, desde o serviço que prestamos ao cuidado e atenção aos mínimos detalhes. Promovemos o espírito (por vezes perdido) de “guesthouse” na medida em que estamos disponíveis 24h e fazemos de tudo para que se sintam em casa. Somos igualmente conscientes face ao impacto da nossa actividade no ambiente e na região que nos acolhe. São estes os valores que os nossos hóspedes valorizam, razão pela qual acreditamos que devem estar espelhados na nossa identidade”, explicam os proprietários.

O novo posicionamento pretende ainda diferenciar o projecto no mercado nacional e despertar a atenção dos hóspedes que os visitam. Os principais mercados da marca são Alemanha, Holanda, França, Reino Unido e Estados Unidos da América.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Ecosteel abre portas para receber a 2ª Edição da [email protected]

A [email protected] é uma iniciativa da Agência Nacional de Inovação (ANI) que dá a conhecer as últimas novidades e tendências sobre transferência de tecnologia na energia e nos materiais

CONSTRUIR

A Ecosteel abre portas para receber a 2ª Edição da [email protected], subordinada ao tema “Start Engines for Innovative Materials and Energy”. Através do “Dia Aberto Ecosteel”, a empresa apresenta alguns dos mais inovadores projectos desenvolvidos no seu departamento de ID&T, como seja a tecnologia “Fusion 2.0” e o “Fecho Oculto – Prémio Red Dot”.

Além de uma visita guiada às instalações, o programa inclui ainda uma palestra subordinada ao tema “A sua casa já foi ao médico?”. Com a participação do Imunoalergologista, Pedro da Mata, fundador e diretor clínico do Instituto Clínico de Alergologia (ICA), estarão em debate questões relacionadas os Edifícios Saudáveis e Sustentáveis. A qualidade do ar no interior dos edifícios é hoje uma das maiores preocupações da indústria da construção. Segundo um estudo levado a cabo pelo Imunoalergologista Pedro Mata sobre a qualidade do ar que respiramos dentro das nossas casas, estas são, muitas vezes, focos de agudização de alergias provocadas por ácaros do pó doméstico.

“Atendendo ao importante papel que as questões de saúde acabam por ter na criação e renovação de novos espaços, o departamento de ID&T da Ecosteel tem procurado encontrar soluções de que se revelem não só sustentáveis a longo prazo, mas também promovam a construção de espaços mais saudáveis, seja através de soluções que permitam a renovação automática do ar ou através de sistemas tecnológicos que, incorporados nas construções, garantam um excelente desempenho térmico, como é exemplo a tecnologia “Fusion 2.0″”, refere a empresa.

As [email protected] são promovidas no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Transferência de Conhecimento Científico e Tecnológico, TECH4INNOV. Realizam-se durante uma semana, a cada quatro meses, com o objetivo de reunir os principais atores do Sistema Nacional de Inovação (SNI) em torno de uma temática.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

TK Elevator recebe estatuto EcoVadis Gold

A empresa recebe estatuto ouro na primeira avaliação do rating de sustentabilidade EcoVadis, colocando-a no top 5% de todas as empresas actualmente avaliadas pela EcoVadis

CONSTRUIR

A EcoVadis avalia anualmente as empresas com base no seu desempenho em sustentabilidade nas categorias “Meio Ambiente”, “Trabalho e Direitos Humanos”, “Ética” e “Compras Sustentáveis”. O desempenho da TK Elevator foi muito bom em todas as áreas, com principal destaque para as boas práticas na gestão de carbono.

Desde que se tornou independente em 2020, garantir a sustentabilidade da empresa tem sido um objectivo constante. Um caminho que está a dar frutos, tendo obtido nos últimos dois anos a classificação “A” para protecção climática no maior ranking climático do mundo, promovido pela organização de classificação CDP, e superou o ranking global Sustainalytics ESG na indústria de máquinas em 2021. Em Maio deste ano, a empresa publicou seu primeiro Relatório de Sustentabilidade e anunciou novas metas de redução de emissões que foram validadas pela iniciativa Science Based Targets.

“Enquanto uma das líderes de mercado do sector, estamos cientes da nossa responsabilidade, por isso trabalhamos diariamente para garantirmos que a sustentabilidade é uma das nossas prioridades em todas as áreas. A recente classificação Gold da EcoVadis é mais uma confirmação e um incentivo para continuarmos a trabalhar, de modo a alcançarmos os nossos esforços de sustentabilidade.”, refere Paula Casares, responsável ESG da TK Elevator.

Usando a sua própria metodologia de avaliação, que se baseia em padrões internacionais de sustentabilidade, incluindo a Global Reporting Initiative, o Pacto Global das Nações Unidas e a ISO 26000, a EcoVadis já avaliou mais de 90.000 empresas em mais de 160 países no que diz respeito à integração da sustentabilidade e princípios de RSE nos seus sistemas de gestão.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

dstgroup oferece mestrados e doutoramentos aos trabalhadores

À semelhança do que aconteceu em outros anos lectivos anteriores, dstgroup volta a reforçar a aposta na educação e formação dos seus trabalhadores, disponibilizando, gratuitamente, mestrados e doutoramentos especializados, em diferentes áreas

CONSTRUIR

A aposta na formação e captação de talento não se cinge aos trabalhadores do grupo, já que os diversos protocolos estabelecidos entre o grupo e várias instituições de ensino tem como objectivo contribuir para profissionalizar o mercado em diversas áreas de especialidade.

“Consideramos que a educação e a formação são um investimento capaz de impulsionar a nossa actividade económica e competitividade no mercado. por isso, disponibilizamos formação em áreas core, como a engenharia, a gestão, a economia, mas também focada nas soft skills e áreas técnicas complementares inseridas no plano anual de formação, diversificadamente enriquecedoras do ponto de vista social e intelectual, como é o caso da filosofia, da neurociência e da saúde mental”, destaca José Machado, director de Recursos Humanos.

O grupo estabeleceu parcerias com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), Universidade do Minho e Universidade Católica Portuguesa. Numa aposta a longo prazo, o objectivo do dstgroup é prolongar as parcerias e cursos para que a formação chegue ao maior número de trabalhadores possível.

“Um dos protocolos que mais se tem desenvolvido é o que mantemos com o IPCA desde 2018. Já contabilizamos quatro edições do curso de soldadura avançada e, em 2021, iniciámos a primeira edição do curso técnico superior profissional de preparação e gestão de obra”, acrescenta José Machado. Aos seus colaboradores o dstgroup paga integralmente o valor das propinas, mas os cursos podem ser frequentados por outros profissionais.

Com o arranque do novo ano lectivo o grupo de Braga dá a conhecer a nova oferta. Em Outubro arrancam novas edições dos cursos que registaram mais procura por parte dos trabalhadores. Entre eles o curso filosofia, que vai iniciar a segunda edição de “Filosofia para o Novo Século”, com duração de três anos, assim como da área de saúde mental, que promove a quarta edição do curso “Primeiros Socorros para Doença Mental”. Para além disso, destacam-se outras propostas formativas do grupo, no que diz respeito a mestrados profissionais, cursos técnicos superiores profissionais e formações especializadas.

Em Novembro arrancam os mestrados profissionais. Com a chancela do IPCA, estes mestrados são constituídos por um semestre curricular e um semestre de estágio/projecto e aplicam-se a trabalhadores licenciados com mais de 5 anos de experiência na área de especialização. Abrangem os cursos de gestão fiscal, gestão de operações, gestão para executivos, logística e gestão de cadeia de abastecimento, modelação 3D, fabrico aditivo e tecnologias de apoio à educação Steam.

Ainda no âmbito da parceria estabelecida com o IPCA vão ter início em Outubro os cursos técnicos superiores profissionais nas áreas de energias renováveis e sistemas sustentáveis, gestão de redes e telecomunicações avançadas, soldadura avançada e preparação e gestão de obras. Estes cursos têm a duração de dois anos, as aulas são em regime pós-laboral e conferem um diploma de nível 5. A parceria concretiza ainda o acolhimento dos alunos, no final do curso, para a realização de um estágio de seis meses.

Juntamente com a Aliança de Pós-Graduação da Universidade do Minho, o dstgroup lançou este ano um curso de formação especializada em “tecnologia de fachadas e envolvente de edifícios”. Lesionado por especialistas da bysteel fs, empresa do dstgroup especializada nesta área, e por professores da Escola de Engenharia e da Escola de Arquitectura, Arte e Design da Universidade do Minho, a formação abrange desde os aspectos legais até à manutenção de fachadas e envolventes, passando pelos materiais e pelo fabrico. Conta ainda com a participação na partilha de conhecimento de várias entidades do tecido empresarial e de associações com diferentes posicionamentos da cadeia de valor.

“Estarmos próximos das instituições de ensino faz parte da nossa estratégia. Apenas criando um ecossistema de partilha de conhecimento e recursos é que conseguiremos dar resposta às necessidades do mercado de trabalho e formar um clima de inovação que potencie a criação de novos produtos e serviços.”, comenta Ricardo Portela, administrador da bysteel.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Portugal Sotheby’s Realty reforça equipa no Algarve

A marca de imobiliário residencial de luxo quer reforçar a sua presença no Algarve e está a recrutar novos colaboradores para o seu escritório do Carvoeiro

CONSTRUIR

Com o objetivo de conhecer os potenciais candidatos, a Portugal Sotheby’s Realty vai organizar um ‘Talent Day’, um evento de apresentação da empresa, no próximo dia 28 de setembro, que decorrerá no Monte Santo Resort, no Carvoeiro

O plano de recrutamento de novos colaboradores pretende responder ao crescimento robusto da empresa no escritório situado no Carvoeiro, que tem uma nova liderança. Os novos colaboradores vão beneficiar de um período de formação que lhes permitirá conhecer a cultura, os valores e o modelo de trabalho da Portugal Sotheby’s Realty.

Segundo a empresa os novos private brokers vão ter acesso ao novo modelo de comissionamento. Este modelo, que integra várias vertentes de desenvolvimento pessoal e profissional, inclui formações diferenciadoras (redes sociais, marketing digital e ainda formações executivas de alto nível em gestão para os melhores Private Brokers). As candidaturas devem ser enviadas até ao dia 27 de setembro.

“O Algarve oferece vários factores muito atractivos, como o clima e a qualidade de vida, sendo, por isso, um local aliciante quer para os investidores nacionais e internacionais quer para os residentes permanentes. Neste sentido, queremos consolidar a nossa presença, através deste processo de recrutamento”, afirma Dário Neto, Partner e Office Manager do escritório do Carvoeiro.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Casavo apresenta nova imagem e aproxima-se de quem quer mudar de casa

A plataforma digital tem um novo posicionamento e quer estar mais próxima de proprietários e compradores, de todas as gerações. A nova imagem reflecte esta mudança

CONSTRUIR
tagsCasavo

A Casavo apresenta uma nova imagem, disrompendo com o que apresentou ao longo dos últimos cinco anos. Com o mote “Abrir a porta para um mundo de possibilidades de forma rápida, ágil e com entusiasmo” e uma mudança no logotipo, a nova marca procura reflectir a evolução da plataforma, que realiza uma avaliação instantânea e oferta em 48 horas e que quer dar liberdade a proprietários e compradores que queiram começar um novo capítulo nas suas vidas, e aproximar-se de profissionais do sector imobiliário.

A compra ou venda de casa é um dos momentos mais importantes na vida de uma pessoa, contudo a complexidade e desgaste do processo tradicional retira a alegria e a motivação que esta mudança deveria trazer. Com isto em mente, a Casavo sentiu a necessidade de a sua marca reflectir o seu impacto na vida destas pessoas e desafiou a agência global Design Studio, uma das melhores do mundo e que conta com clientes como a Deliveroo e o Airbnb, a fazê-lo.

A nova marca reflecte então três pilares essenciais. Por um lado, mostra a evolução da Casavo, de um instant buyer a uma plataforma da próxima geração, alavancada na sua tecnologia patenteada, onde vendedores e compradores podem realizar a sua jornada com todo o apoio dos profissionais da Casavo. Reforça também o facto de ser uma empresa global com forte impacto e acção locais, adaptando-se à cultura e dinâmicas de cada sector imobiliário. Por fim, procura aproximar a marca de todas as gerações e criar relações mais fortes, já que os vendedores são principalmente Baby-Boomers e Gen X, e os compradores são maioritariamente Millennials e Gen X.

“Num mercado com elevada concorrência e caracterizado por muitas ineficiências, a Casavo nasce com o objectivo de revolucionar o processo de compra e venda de imóveis. A nova identidade da empresa é um reflexo da evolução da Casavo, procurando destacar a sua vantagem competitiva e o seu factor diferencial em relação às outras soluções
existentes no mercado”, declara Duarte Ferreira dos Santos, VP of Investments da Casavo em Lisboa.

“A Casavo precisava de uma nova identidade de marca que pudesse corresponder às ambições da nossa empresa e às novas necessidades de comunicação, por isso decidimos investir num importante projecto de rebranding, no qual temos vindo a trabalhar nos últimos sete meses. Estamos muito entusiasmados por finalmente revelar a nossa nova marca, reforçando o nosso posicionamento como a empresa europeia que está a revolucionar o mercado imobiliário, libertando as pessoas das complexidades da venda e compra de casa, oferecendo uma experiência simples, digital e completa”, afirma Giulia Gagliardi, directora de marketing da Casavo.

Os traços em curva e em crescendo da nova marca, representando as voltas que a vida dá, transmitem um sentimento a que a Casavo se quer associar: o de seguir em frente e sempre para melhor. O novo logotipo e a cor laranja quente e alegre dão vida “ao abrir portas” para novas oportunidades de forma leve, descomplicada e divertida. Por isso, na letra C, é possível ver-se o símbolo de porta que habitualmente se encontra nas plantas das casas. Já os dois A’s mostram robustez como os alicerces de uma casa. Para se dirigir aos agentes imobiliários, público relevante para a plataforma, um verde brilhante assumir-se-á como cor principal para transmitir clareza e tecnologia.

O lançamento da nova marca será acompanhado por uma campanha em canais digitais e offline, que contará com imagens que reforçam o sentimento de nova vida captadas pelo fotógrafo Alexander Coggin. A campanha arranca a 12 de Outubro com 300 mupis em toda a cidade de Lisboa e, a 18 de Outubro, estende-se aos autocarros da Carris, com mais de 300 faces exibidas nos autocarros que percorrem a capital.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Tecnologia Efacec em missão espacial europeia

A Efacec integra a missão espacial Hera, a primeira dedicada à defesa planetária na Europa, com lançamento previsto para 2024

CONSTRUIR
tagsEfacec

A missão HERA da ESA é coordenada com a missão DART, da NASA, ambas fazendo parte da missão de cooperação AIM – Asteroid Impact Mission – que tem como destino a cintura de asteróides, localizada numa órbita entre Marte e Júpiter.

O alvo da missão é um pequeno asteróide que, nesta primeira fase no final de Setembro, será impactado pelo DART e numa segunda fase será estudado pelo HERA, sendo a Efacec responsável pelo altímetro LIDAR (Light Detection And Ranging), um instrumento baseado em tecnologia laser capaz de medir distâncias até 14 km com precisão de 10 cm, que irá fazer o levantamento topográfico da cratera criada pelo impacto do DART no asteróide e também ajudar na navegação da sonda.

“Esta é uma grande encomenda para a Efacec, a segunda maior de sempre em mais de 15 anos de actividade na área aeroespacial, apenas ultrapassada pelo monitor de radiação que a empresa entregou no ano passado para a missão JUICE, e comprova a capacidade da Efacec em liderar projectos de hardware de electrónica de voo e de se posicionar como fornecedor de tier-1, ou seja, trabalhando directamente com o construtor do satélite – neste caso, a OHB.”, afirma Tiago Sousa, Space Projects Manager da Efacec.

Para Nuno Silva, Chief Technology Officer da Efacec, “Este é um projecto que muito nos orgulha e, do ponto de vista tecnológico, vem comprovar a aposta nesta tecnologia LIDAR, que cresceu na Efacec através de dois projectos ESA. Foi o sucesso nestes dois projectos que permitiu à Efacec obter a confiança da ESA e da OHB para desenvolver o equipamento LIDAR e colocar, assim, a nossa tecnologia nesta missão.”

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

ACL leva inovação portuguesa à Cersaie

A Cimenteira do Louro, empresa portuguesa dedicada à produção e exportação de pavimentos e revestimentos em betão, estará presente na Cersaie 2022, a feira internacional de cerâmica e outros revestimentos que decorre em Bolonha, entre 26 e 30 de Setembro

CONSTRUIR

A ACL, com sede e duas fábricas em Vila Nova de Famalicão, levará a Itália as últimas novidades em pavimentos e revestimentos e respectivas características inovadoras. Pela primeira vez, a ACL apresentará numa feira internacional os 39 tipos de revestimentos de parede e pavimentos que este ano obtiveram a certificação ambiental Greenguard e Greenguard Gold. Estes selos de qualidade ambiental garantem que os produtos em betão utilizados na arquitectura de interiores são de baixa emissão de substâncias químicas e contribuem para ambientes internos mais saudáveis.

“A tridimensionalidade das formas, o design contemporâneo e o minimalismo natural, que é uma das tendências actuais, serão os destaques da presença da ACL na Cersaie 2022”, revela Dinis Silva, CEO da empresa de Vila Nova de Famalicão, para quem a presença nesta feira italiana insere-se “na estratégia de internacionalização da ACL”.

Com 14 salas de exposição apresentando os melhores produtos das principais empresas do mundo, a Cersaie é uma feira muito visitada por arquitectos, designers, retalhistas e construtoras.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

ASAVAL promove curso de formação sobre avaliação de unidades hoteleiras

ASAVAL vai realizar uma nova edição do curso “Avaliação Unidades Hoteleiras”, uma formação que visa preparar os formandos para uma avaliação mais actualizada e coerente com as melhores práticas

CONSTRUIR
tagsASAVAL

A formação será dirigida pelo economista e mestre em Turismo, Gilberto Martins. Actual partner da Neoturis Gilberto Martins tem uma forte experiência multinacional, com trabalhos desenvolvidos em diversos países, entre eles o Brasil, Espanha, Angola, São Tomé, Cabo-Verde e Nigéria.

O curso irá explorar várias áreas temáticas: indústria hoteleira em Portugal, evolução recente e expectativas; princípios e conceitos das avaliações de hotéis; avaliação de hotéis; desenvolvimento e análise de cash flows; importância da ciência de dados e tecnologia na indústria hoteleira; e o impacto das crises no valor das unidades hoteleiras.

Esta acção será realizada em regime híbrido opcional, “Presencial” ou em “Zoom Vídeo”, com o objectivo de se manter um elevado nível de qualidade, as inscrições serão limitadas e atribuídas por ordem de entrada. Inscrições abertas até 30 de Setembro. A ASAVAL emitirá, no final deste curso, um Certificado de Participação, o qual contará para efeitos de “CPD – Continuing Professional Development”.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.