Edição digital
Assine já
Argamassas
Falta de controlo sobre as argamassas de estaleiro gera riscos económicos e ambientais, mas também de qualidade das obras

Actualmente, cerca de 2/3 das argamassas produzidas em Portugal são argamassas de estaleiro. A falta de controlo sobre as matérias-primas utilizadas ou sobre a sua qualidade, gera riscos que é preciso controlar. A Associação Portuguesa dos Fabricantes de Argamassas e ETICS, APFAC, alerta para a necessidade de regulamentação e de criação de um contexto mais assertivo para os utilizadores, construtores, aplicadores e entidades fiscalizadoras, como justifica ao CONSTRUIR, Mário Jordão, director executivo da APFAC

APFAC defende a criação de regulamentação para a produção de Argamassas de Estaleiro

A associação colaborou com o LNEC na criação de um Projecto de Especificação – Guia para a utilização de argamassas para rebocos exteriores de paredes de alvenaria e vai apresentar, junto do Governo, proposta de criação de regulamentação para a produção de argamassas em obra

Secil inicia construção de unidade industrial de produção de argamassas

Esta nova unidade representa um investimento de 8,5 milhões de euros e vem complementar as restantes fábricas do grupo que se dedicam à produção de argamassas secas em Pataias (Alcobaça), Rio Maior e Loulé

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.