Edição digital
Assine já
    Pipeline
    Porto e Lisboa contabilizam cerca de 60 mil fogos em pipeline

    Há necessidade de ajustar os produtos aos novos requisitos da procura, reflexo das mudanças que se verificaram nos últimos anos naquilo que é hoje um espaço de habitação. O pipeline previsto é maior que do que o verificado nos últimos anos, ainda assim, a escassez de oferta ainda é o principal motivo apontado para o aumento dos preços

    Pipeline residencial em Lisboa cai 36% nos primeiros dois meses de 2021

    A maior quebra observou-se na construção nova, onde se contabilizaram seis novos projectos e 110 fogos em 2021, registando uma quebra de cerca de 60%

    Portugal com mais de 46 mil fogos em licenciamento em 2020

    Pipeline em Lisboa e Porto cai 16% e 17%, respectivamente, face a 2019

    Pipeline de habitação cresce 20% face a 2018

    A construção nova foi responsável por 81% dos fogos lançados em 2019 num total de cerca de 38.215 unidades

    40 novos pedidos de hotéis no 1º semestre de 2018

    De acordo com a Confidencial Imobiliário, Lisboa e Porto mantêm-se como os destinos de investimento mais consolidados, com 11 e 6 novos hotéis submetidos a licenciamento, respectivamente

    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.