Traçado Lisboa-Porto de alta-velocidade é prioridade do Governo depois da Ota

Por a 8 de Junho de 2005

A inserção das ligações de alta-velocidade na área metropolitana de Lisboa e a consequente localização da estação é uma das prioridades do Governo, mas só depois de definida a questão do aeroporto, anunciou hoje a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, no final do Seminário sobre Planeamento de Transportes na Área Metropolitana de Lisboa.

De acordo com Ana Paula Vitorino, só após a conclusão do relatório da Comissão de Especialistas e dos estudos em desenvolvimento na RAVE (Rede Ferroviária de Alta Velocidade), será tomada uma decisão relativamente ao comboio de alta-velocidade, e à terceira travessia sobre o Tejo.

O Governo vai assim retomar o processo do novo aeroporto da Ota, visando «o desenvolvimento de um efeito de hub no sistema aeroportuário nacional, criando simultaneamente condições para a fixação de actividades logísticas que potenciarão a actividade transportadora», afirmou a secretária de Estado.


Ana Paula Vitorino sublinhou ainda que a terceira travessia sobre o Tejo será ferroviária, tendo o Governo definido como objectivos para este sistema, o estabelecimento de soluções específicas de alta velocidade nas deslocações internacionais e no eixo Lisboa-Porto, e a iluminação progressiva dos estrangulamentos da rede existente para o restante transporte de passageiros e mercadorias.

Outra das grandes apostas do governo é a elaboração de um projecto de auto-estradas marítimas.