Estado aprovou mais de 92% dos projectos de parques eólicos no país

Por a 16 de Agosto de 2010

O Ministério do Ambiente aprovou, nos últimos cinco anos, a quase totalidade dos projectos apresentados por empresas para construção de parques eólicos em Portugal, o que se traduzirá em 2409 megawatts de potência produzida através de energia renovável.

“Nos últimos cinco anos o Ministério do Ambiente aprovou mais de 92% [92,39%] dos parques eólicos que foram objecto de Avaliação de Impacte Ambiental”, declarou a ministra no dia em que foi emitida a Declaração de Impacte Ambiental para o parque eólico do Guardão, em Tondela.

Dulce Pássaro sublinhou que “o sector das eólicas é uma aposta que veio para ficar”, não só pelos seus benefícios ambientais, mas também como contributo para “a economia nacional, que neste momento está a exportar energia, bem como aerogeradores e torres produzidos em Portugal”.

Entre 2005 e 2010 foram apresentados à tutela 92 projectos para construção de parques eólicos, dos quais foram aprovados 85.


Estes parques aprovados englobam 1190 aerogeradores, já instalados ou em instalação, que produzirão um total de 2408,95 megawatts de potência.

De fora ficaram sete parques eólicos, com 193 aerogeradores, que tiveram parecer desfavorável da tutela.

Só este ano, foram aprovados nove parques eólicos, mas o maior impulso foi dado entre 2007 e 2008, com a aprovação de 17 e 18 parques eólicos, respectivamente.

“Portugal vai continuar a apostar nas energias renováveis como forma de continuar a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa e os gastos com a importação de petróleo”, garantiu Dulce Pássaro.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *