Edição digital
Assine já
Construção

Tecnoplano seleccionada para projecto Terras da Comporta

Contrato prevê o acompanhamento da construção das infraestruturas gerais dos projectos Comporta Dunes e o Comporta Links

CONSTRUIR
Construção

Tecnoplano seleccionada para projecto Terras da Comporta

Contrato prevê o acompanhamento da construção das infraestruturas gerais dos projectos Comporta Dunes e o Comporta Links

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Aberto concurso para a maior barragem de regadio de Vila Flor
Construção
Technal lança sistema com alumínio 100% reciclado
Empresas
Portugal Sotheby’s Realty realiza ‘Talent Day’ na Madeira
Imobiliário
Município de Famalicão lança Oferta Pública para aquisição de 149 imóveis por 10,5M€
Imobiliário
Requalificação urbana do Bairro dos Pescadores concluída
Construção
91 M€ para recuperar infraestruturas e equipamentos municipais afectados pelas cheias
Construção
A Mapei confirma a sua aposta na 10ª edição da Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa
Let’s Talk: “Pode o Espaço tornar a Construção mais inteligente?”
Arquitectura
Escritórios: Arranque lento em Lisboa contrasta com dinamismo no Porto
Imobiliário
Câmara de Aveiro: venda de terrenos em hasta público rende mais de 2M€
Construção

papa

A Vanguard Properties e a Amorim Luxury seleccionaram a Tecnoplano – Engenharia e Gestão, para assessorar na fiscalização, acompanhamento das obras e processos de selecção de empreiteiros do projecto Terras da Comporta.

O contrato com a Tecnoplano tem a duração de dois anos e diz respeito ao acompanhamento das empreitadas de construção das infraestruturas gerais dos projectos Comporta Dunes (Grândola) e o Comporta Links (Alcácer do Sal), cujo volume de investimento ronda os 30 milhões de euros.

As obras estão previstas ter inicio no final do segundo trimestre de 2020.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Aberto concurso para a maior barragem de regadio de Vila Flor
Construção
Technal lança sistema com alumínio 100% reciclado
Empresas
Portugal Sotheby’s Realty realiza ‘Talent Day’ na Madeira
Imobiliário
Município de Famalicão lança Oferta Pública para aquisição de 149 imóveis por 10,5M€
Imobiliário
Requalificação urbana do Bairro dos Pescadores concluída
Construção
91 M€ para recuperar infraestruturas e equipamentos municipais afectados pelas cheias
Construção
A Mapei confirma a sua aposta na 10ª edição da Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa
Let’s Talk: “Pode o Espaço tornar a Construção mais inteligente?”
Arquitectura
Escritórios: Arranque lento em Lisboa contrasta com dinamismo no Porto
Imobiliário
Câmara de Aveiro: venda de terrenos em hasta público rende mais de 2M€
Construção

A Mapei confirma a sua aposta na 10ª edição da Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa

Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa

Brand SHARE

Um evento dedicado aos temas da reabilitação, construção e sustentabilidade, tendo um destaque especial para Lisboa, cidade das pessoas, cidade de Bairros!

Saiba mais aqui

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Investimento e desenvolvimento da eficiência: fatores incontornáveis para a Schindler

A resposta para um mundo mais eficiente reside efetivamente numa aposta na
inovação como meio para alcançar produtos mais sustentáveis.

Brand SHARE

Uma das líderes mundiais em mobilidade urbana e transporte vertical, na Schindler as nossas soluções de mobilidade urbana transportam diariamente mais de mil milhões e meio de pessoas em todo o mundo. Por isso temos um forte e firme compromisso com a qualidade e uma atenção inflexível à segurança. Os nossos valores estão subjacentes a tudo o que fazemos e são fundamentais para mantermos a nossa posição na indústria da mobilidade.

O nosso objetivo passa sempre por oferecer um valor inigualável aos nossos Clientes e para isso temos que acrescentar qualidade e performance a todos os edifícios com que trabalhamos hoje em dia e estar preparados para fazer com que os edifícios do futuro, ainda mais complexos, funcionem melhor.

Os maiores desafios com que atualmente a Schindler se confronta prendem-se com a responsabilidade e a capacidade de adaptação no setor em que opera. Para se manter na vanguarda da inovação e da qualidade, apostamos numa linha de produtos suscetíveis de obter classificação “A”, a mais elevada em eficiência energética, como resultado da utilização de tecnologia de recuperação de energia, o que permite aumentar o valor do imóvel no mercado atual e melhorar consideravelmente as condições de conforto para os utilizadores.

Temos sempre em mente que as opções do futuro devem ser sustentáveis, devendo incorporar inovação, pelo que o investimento e o desenvolvimento da eficiência são fatores incontornáveis para a Schindler. O resultado é uma geração de variadores de frequência com regeneração, com os quais se recupera energia, adicionando uma poupança extra. Deste modo, a empresa reformulou toda a produção, de modo a obter níveis de sustentabilidade elevados, durante todas as fases de desenvolvimento dos produtos, realizando avaliações do ciclo de vida dos componentes, para uma melhoria contínua da rentabilidade e disponibilidade do equipamento.

Por outro lado, a preocupação pelo meio ambiente converteu-se numa necessidade primordial que vai além do desenvolvimento de produtos e serviços, mas também em aspetos como a análise do ciclo de vida ou da pegada de carbono. A sustentabilidade não pode ser apenas um statement corporativo, mas um compromisso sério com a sociedade, planeta e as gerações futuras. É por este motivo que neste campo de atuação a Schindler planeia e implementa soluções concretas, que sejam mensuráveis. Procuramos a redução da pegada de carbono através da frota mundial de veículos, sendo que nos últimos anos a Schindler conseguiu reduzir a emissão de carbono face aos anteriores. Esta preocupação ambiental reflete-se de uma forma natural mas com um total alinhamento de todo o Grupo Schindler. Do nosso ponto de vista, a tecnologia é o principal motor do desenvolvimento sustentável. E como temos referido, a aposta está na interligação entre digitalização e descarbonização para, em conjunto com os nossos Clientes, moldarmos as cidades do futuro, proporcionando uma mobilidade urbana inteligente e sustentável. Concretamente, cada nova geração de produtos Schindler proporciona maior eficiência energética e de recursos.

Neste sentido, os nossos equipamentos de transporte vertical mais inteligentes são capazes de gerir o tráfego de pessoas num edifício, com o intuito de distribuir os fluxos de passageiros de forma mais apropriada, reduzindo as viagens desnecessárias e, consequentemente, a utilização de energia. Do mesmo modo, também é possível ativar modos ECO, que reduzem o consumo do equipamento quando o fluxo de pessoas é menor, sendo que existem também ferramentas regenerativas capazes de recuperar parte da energia investida na movimentação dos sistemas. Por outro lado, com o objetivo de cumprir o seu papel para ajudar a limitar o aumento da temperatura global a 1,5oC, a Schindler definiu em junho deste ano, objetivos a curto e longo prazo para atingir zero emissões de gases de efeito estufa até 2040.

Ao longo dos anos, temos vindo a apostar na digitalização dos nossos ascensores e escadas rolantes e a aplicar a Internet das Coisas aos equipamentos que instalamos em todo o mundo.

Atualmente, os elevadores Schindler, além de construídos com materiais e componentes mais eficientes e sustentáveis, consomem já pouca energia, sendo que conseguimos mesmo devolver parte dela à rede elétrica. Isso acontece porque a nossa procura permanente por inovação resultou numa nova geração de variadores de frequência regenerativa. Além disso, realizamos avaliações do ciclo de vida dos equipamentos durante o seu desenvolvimento para podermos melhorar continuamente o seu desempenho ambiental. No final de vida útil, o equipamento pode ser reciclado em aproximadamente 95%. Por isso, a resposta para um mundo mais eficiente reside efetivamente numa aposta na inovação como meio para alcançar produtos mais sustentáveis. E é isso que pretendemos continuar a fazer em 2023.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

CFS (𝗖𝗼𝗻𝗰𝗿𝗲𝘁𝗲 𝗙𝗹𝗼𝗼𝗿𝗶𝗻𝗴 𝗦𝗼𝗹𝘂𝘁𝗶𝗼𝗻𝘀)

MAPEI

Brand SHARE

CFS (𝗖𝗼𝗻𝗰𝗿𝗲𝘁𝗲 𝗙𝗹𝗼𝗼𝗿𝗶𝗻𝗴 𝗦𝗼𝗹𝘂𝘁𝗶𝗼𝗻𝘀) é a nova proposta Mapei para pavimentos industriais de betão.

Uma gama de produtos destinada a todos os profissionais envolvidos na realização de um pavimento de betão: empreiteiros gerais, projetistas, empresas de construção e instaladores.

A CFS oferece produtos e serviços para todas as fases de trabalho. A fiabilidade e perícia da Mapei ao serviço dos profissionais.

Saiba mais sobre a gama CFS aqui

 

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

A Mapei associa-se ao Cluster Habitat Sustentável

MAPEI

Brand SHARE

A Mapei associa-se ao Cluster Habitat Sustentável, uma plataforma que agrega empresas, municípios, centros de I&D, associações empresariais e outras entidades que apostam na Sustentabilidade enquanto mote para a Inovação e Competitividade.

Saiba mais no nosso website

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

FLEXOTERM®

ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO DE CAIXAS DE ESTORE PARA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUPERIOR

Brand SHARE

A REPRESTOR propõe-lhe uma solução descomplicada e competitiva para isolamento térmico e acústico de caixas de estore – o FLEXOTERM –, que irá proporcionar um conforto superior no interior da sua casa, bem como uma poupança energética significativa.

O aumento dos custos energéticos, bem como o aumento gradual de uma consciência ambiental, conduziram à necessidade emergente de encontrar uma solução que permitisse combater o desperdício de energia e as emissões de CO2.

O FLEXOTERM foi desenvolvido para eliminar as pontes térmicas de caixas de estores de enrolar mais antigas ou não isoladas, otimizar a respetiva eficiência energética e o conforto dos edifícios. De acordo com certificados de testes independentes, o desperdício de energia de caixas de estores de enrolar mais antigas pode ser reduzido até 66%, enquanto o isolamento acústico das caixas pode aumentar até 6 dB.

O FLEXOTERM é concebido em materiais flexíveis e de fácil manuseamento. Resulta da sobreposição de diferentes camadas de poliestireno, que originam uma placa facilmente moldada e aplicada na cavidade de enrolamento da caixa do estore, em virtude do corte em forma de «T» na camada exterior.

Qualquer seja o tipo de caixa ou cavidade de enrolamento do estore, o FLEXOTERM ajusta-se às dimensões necessárias, estando disponível em placas com comprimento de 1000 mm, duas opções de largura (790 ou 500 mm) e espessura (13 ou 25 mm).

Para mais informações contacte-nos ou aceda a www.represtor.com

Represtor, uma visão de futuro.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Relatório de Sustentabilidade

MAPEI

Brand SHARE

Crescimento constante em termos de faturação e colaboradores, um compromisso verdadeiro com a sustentabilidade e um conjunto de análises que, pela primeira vez, abrange toda a Europa.

O sexto Relatório de Sustentabilidade marca novas metas importantes para o Grupo Mapei, cujos números mostram uma estratégia corporativa de sucesso, mesmo em tempos difíceis.

Um compromisso de apresentar um relatório anual sobre os seus próprios valores corporativos e o seu desempenho ambiental, social e económico de forma transparente.

Saiba mais no nosso website em aqui

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

A caixa de derivação estanque da Hensel: Uma história de sucesso!

A Hensel desenvolveu a caixa de derivação “ENYCASE” para uma proteção superior contra a humidade, resistência ao impacto e às poeiras.

Brand SHARE

 

Os produtos Hensel garantem a máxima segurança sempre que as condições ambientais de pó e humidade coloquem elevados requisitos nas instalações elétricas.

De acordo com o projeto, selecione a caixa mais indicada:

  • Para espaços interiores em ambientes normais e exteriores protegidos
  • Para espaços exteriores com resistência a intempéries
  • À prova de água, para enchimento
  • Aprovadas para integridade funcional em ambiente de fogo e para integridade de isolamento

A CAIXA DE DERIVAÇÃO DA HENSEL: VERSATILIDADE, ROBUSTEZ E FLEXIBILIDADE

 

Vantagens funcionais das caixas Hensel:

Entrada de cabos versátil: inserção e vedação simples

  • Entrada de cabos através de membranas elásticas integradas para uma rápida eletrificação com índice de proteção até IP66.
  • Possibilidade de colocação de bucins como alternativa, removendo as membranas elásticas e o anel de expansão.
  • Entrada de cabos pela base da caixa.

 

Tecnologia moderna de ligadores: inovadora e flexível

  • Mais espaço para eletrificação.
  • Diferentes posições de ligadores.
  • Possibilidade de colocação de dois ligadores.
  • Todos os bornes com 2 pontos de ligação por polo.
  • Ligadores compatíveis com diferentes tipos de secções e condutores.

 

Muitos acessórios para uma instalação perfeita

  • Acessório de fixação contra a queda e perda da tampa.
  • Abas de fixação laterais fornecidas em todas as referências.
  • Fecho rápido com um quarto de volta.
  • Personalização de etiquetas via Internet.

 

CAIXAS DE DERIVAÇÃO DK  – PARA A INSTALAÇÃO PROTEGIDA

Entrada de cabos através de membranas elásticas integradas ou entradas métricas pré-marcadas:

  • Com membranas elásticas integradas para entrada de cabos até IP66, opcionalmente removíveis para colocação de bucins;
  • Entradas métricas pré-marcadas disponíveis para diferentes tamanhos de bucins;
  • Índice de proteção: IP66;
  • Material: polipropileno ou policarbonato;
  • Comportamento ao fogo: teste de fio incandescente IEC 60695-2-11:750 ºC, resistente à chama, auto-extinguível;
  • Cor: cinzento, RAL 7035.

 

OUTRAS OPÇÕES DA GAMA DK

KF – Caixas de derivação DK, resistentes a intempéries, para a instalação no exterior

 

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Testadas de acordo com a VDE, n.º de certificado DNV GL: TAE00000EE
  • Índice de proteção IP 66/IP 67/IP 69 com bucins fornecidos como acessórios, submersão temporária até 1 metro por um período máximo de 15 minuto;
  • Livre de halogéneo: baixa toxicidade, baixa emissão de fumo;
  • Índice de proteção IP 66/IP 67/IP 69 com bucins fornecidos como acessórios, submersão temporária até 1 metro por um período máximo de 15 minuto;
  • Livre de halogéneo: baixa toxicidade, baixa emissão de fumo

WP – Caixas de derivação DK para submersão na água até 20 metros

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Índice de proteção não aplicável: para caixas de derivação completamente vedadas, o índice de proteção IP não é aplicável de acordo com a norma DIN EN 60529;
  • Gel de vedação para enchimento adequado ao produto: a quantidade de gel de vedação necessário, estando sempre ajustado à caixa – não deve ser colocado em falta ou em excesso;
  • Medições e reajustes: a tampa pode ser retirada para efetuar medições. O gel de vedação pode ser retirado facilmente para reparações ou inspeções subsequentes, sem oxidação dos terminais;
  • Material: Policarbonato com GFS Comportamento ao fogo: teste de fio incandescente de acordo com IEC 60695-2-11: 960 °C, retardador de chama, auto-extinguível;
  • Cor: cinzento, RAL 7035 ou preto, RAL 9011.

 

FK – Caixas de derivação DK com integridade funcional

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Integridade funcional de acordo com a Norma DIN 4102, parte 12, em combinação com os cabos com retenção funcional;
  • Integridade de isolamento PH120 de acordo com a Norma BS EN 50200 em combinação com cabos isolados com retenção; Parafusos de fixação, ligador em cerâmica resistente a elevadas temperaturas E30 a E90 e bucins incluídos em todas as referências da gama;
  • Entradas métricas pré-marcadas disponíveis para diferentes tamanhos de bucins;
  • Material: Policarbonato com GFS;
  • Cor: cor de laranja, RAL 2003.
Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.