Edição digital
Assine já
    PUB

    Impermeabilização de piscinas com sistema DRYPOOL do GRUPO PUMA

    O Sistema DRYPOOL é um sistema completo de impermeabilização e revestimento de piscinas, composto por uma argamassa impermeável, um adesivo cimentício e uma argamassa de rejuntamento.

    Carmen Noronha

    Impermeabilização de piscinas com sistema DRYPOOL do GRUPO PUMA

    O Sistema DRYPOOL é um sistema completo de impermeabilização e revestimento de piscinas, composto por uma argamassa impermeável, um adesivo cimentício e uma argamassa de rejuntamento.

    Carmen Noronha
    Sobre o autor
    Carmen Noronha
    Grupo Puma

    Grupo Puma

    Veja mais
    Artigos relacionados
    Empreendimento Vertice chega ao Campo Pequeno
    Imobiliário
    “O ano de 2024 vai ver, possivelmente, os números dos quadros do grupo no Brasil ultrapassar os de Portugal”
    Engenharia
    Abril prolonga efeito da páscoa no alojamento local em Lisboa e Porto
    Imobiliário
    Autarquia de Barcelos investe 4M€ em terreno para novo hospital
    Construção
    Cushman & Wakefield responsável pela colocação da SKF no Alfrapark
    Imobiliário
    Grupo Névoa investe 12M€ na construção de nova unidade hoteleira em Braga
    Construção
    Novo projecto do Grupo Ferreira aposta em construção ‘off-site’
    Imobiliário
    Metro de Lisboa: Ministro admite atrasos irrecuperáveis e ajustes do programa
    Construção
    Dstgroup vence concurso para construção de 5 centrais fotovoltaicas flutuantes
    Construção
    Startup portuguesa Bandora integra Agenda ILLIANCE
    Empresas

    Os vazamentos são uma das principais razões pelas quais as piscinas precisam ser reparadas ao longo do tempo. A correta impermeabilização do vaso de contenção da piscina é essencial e não deve ser descurada se pretender obter um ótimo desempenho ao longo da sua vida útil.

    Se uma piscina não se encontra em boas condições, será difícil poder usufruir da sua utilização nos tempos livres. Dado que, cheias ou vazias, as piscinas estão sujeitas a tensões constantes (pressão do solo ou pressão hidrostática da água), é muito importante garantir a sua impermeabilidade com argamassas de elevada aderência e flexíbilidade que possam suportar estas pressões e também os movimentos produzidos pelas mudanças térmicas.

    O Sistema DryPool do GRUPO PUMA é composto por uma argamassa impermeável, um adesivo cimentício especialmente formulado para aplicação em piscinas e uma argamassa de rejuntamento. Com este sistema garantiremos um acabamento impermeável e duradouro à nossa piscina:

    • Evita vazamentos de água que nos obrigam a encher continuamente a piscina e finalmente levantar o revestimento e impermeabilizá-lo novamente.
    • Facilita a manutenção da piscina graças à boa impermeabilização e à utilização de materiais adequados ao contacto contínuo com a água e os agentes químicos nela utilizados.
    • Acabamento durável com tratamento anti-bolor e adesivos de altas prestações.

    O método de aplicação também é muito simples e rápido, por isso garante a impermeabilização correta:

    1. A correta preparação do suporte é fundamental. Deve estar limpo e com os danos e fissuras reparados com argamassas de reparação. As meias cana devem ser feitas nas uniões dos elementos estruturais com Morcemrest RF35.
    2. Impermeabilize toda a superfície com Morcem Dry SF plus ou Morcem Dry F (dependendo do grau de flexibilidade que necessite em cada caso).
    3. Aplicar o revestimento cerâmico com o adesivo adequado em função da argamassa de impermeabilização escolhida:
    • Pegoland Profissional Porcelânico C2TE se utilizado o Mocem Dry SF Plus (Sistema DryPool Semiflexível).
    • Pegoland Profissional Flex C2TES1 se utilizado o Morcem Dry F (Sistema DryPool Flexível).
    1. Preencher as juntas com a argamassa de rejuntamento Pegoland Profesional Junta CG2WA para casos mais comuns, ou Morcemcolor Epoxi R2T em piscinas que vão ter cloração salina.
    2. Todas as juntas estruturais e de partição e pontos críticos, devem ser respeitados e preenchidos com massa Pumalastic PU ou Pumalastic MS.

    Para mais informações sobre qualquer um dos nossos sistemas ou produtos, o GRUPO PUMA dispõe da Oficina Técnica:

    Email: oficinatecnica@grupopuma.com

    Web: www.grupopuma.com

     

    Sobre o autorCarmen Noronha

    Carmen Noronha

    cnoronha2020
    Mais artigos
    Artigos relacionados
    Empreendimento Vertice chega ao Campo Pequeno
    Imobiliário
    “O ano de 2024 vai ver, possivelmente, os números dos quadros do grupo no Brasil ultrapassar os de Portugal”
    Engenharia
    Abril prolonga efeito da páscoa no alojamento local em Lisboa e Porto
    Imobiliário
    Autarquia de Barcelos investe 4M€ em terreno para novo hospital
    Construção
    Cushman & Wakefield responsável pela colocação da SKF no Alfrapark
    Imobiliário
    Grupo Névoa investe 12M€ na construção de nova unidade hoteleira em Braga
    Construção
    Novo projecto do Grupo Ferreira aposta em construção ‘off-site’
    Imobiliário
    Metro de Lisboa: Ministro admite atrasos irrecuperáveis e ajustes do programa
    Construção
    Dstgroup vence concurso para construção de 5 centrais fotovoltaicas flutuantes
    Construção
    Startup portuguesa Bandora integra Agenda ILLIANCE
    Empresas
    PUB

    Gestão de pessoas é o maior desafio para as lideranças de organizações cada vez mais dependentes da tecnologia

    QSP Summit

    Brand SHARE
    • Modelos de educação e formação desajustados face às necessidades das organizações são um dos principais problemas identificados pelos profissionais do tecido empresarial.
    • O principal desafio para a gestão está nas pessoas, seja pela dificuldade de engagement dos colaboradores, seja pela retenção de talento nas empresas.
    • Reconhecimento e valorização dos colaboradores (63,7%), comunicação aberta e transparente (52,6%), e uma liderança inspiradora (50,4%) são as três características consideradas mais importantes na gestão das organizações.
    • Gestores valorizam as pessoas, mas reconhecem a importância da tecnologia para o sucesso das organizações. A inteligência artificial (AI) será a tecnologia com maior impacto na gestão organizacional.

     

    Quais são os principais desafios para o futuro empresarial? Como é que as organizações se estão a adaptar? E como é que os colaboradores sentem estas mudanças nas empresas onde trabalham? A QSP – Marketing Management & Research procurou responder a estas e outras questões, através de um estudo realizado no âmbito do lançamento de mais uma edição do QSP SUMMIT, junto de profissionais do tecido empresarial, sobretudo quadros médios e superiores, que partilham a sua visão sobre as mudanças e desafios inerentes ao mundo empresarial.

    Para a grande maioria dos gestores que partilharam a sua visão sobre o mundo empresarial neste estudo, as pessoas assumem-se como o principal desafio de gestão. Tanto pela dificuldade de incutir uma cultura organizacional e o engagement dos colaboradores (por 60% dos inquiridos), como pela dificuldade de atrair e reter profissionais qualificados nos seus quadros (53,3%), uma preocupação com grande relevância para as organizações já que estes são cada vez mais escassos. 77% dos profissionais consideram os modelos de educação e formação atuais desajustados face às necessidades das organizações. Em contraponto, apenas 14,1% consideram ajustados, com os restantes 8,9% a não saberem.

    Pedro Carneiro, Head of Marketing Research da QSP, entidade organizadora do QSP SUMMIT, refere que “estes valores demonstram que há um claro desconforto com os modelos educacionais atuais e uma vontade de reformulação de forma a corresponder melhor às necessidades das organizações, seja pela prioridade dada ao conteúdo teórico em detrimento do saber fazer, pela desconsideração das soft skills, ou mesmo pela pouca ligação ao mundo empresarial, como os resultados do estudo indicam. Os desafios que as organizações enfrentam, num ambiente de concorrência feroz e em constante mutação leva a que, principalmente os gestores de topo, sintam que os recém-formados devam estar mais preparados para as dinâmicas do mundo empresarial ”.

    A agilidade na adaptação às mudanças do mercado, outro dos muitos temas debatidos ao longo dos três dias da edição deste ano do QSP SUMMIT, que decorre de 2 a 4 de julho, surge como o terceiro maior desafio atual da gestão (52,6%) para os inquiridos do estudo.

    Valorizam colaboradores, mas falta investimento na diversidade e na sustentabilidade

    Quais são as três características consideradas mais importantes na gestão das organizações? Os profissionais inquiridos destacam o reconhecimento e valorização dos colaboradores (63,7%), a comunicação aberta e transparente (52,6%) e a liderança inspiradora (50,4%). A QSP procurou então perceber se estas características são promovidas nas organizações e percebe-se que em 25,2%, 20% e 22,3% dos casos, respetivamente, são pouco ou nada promovidas.

    Embora assumam a valorização dos colaboradores como um fator importante na gestão, comparativamente os inquiridos dão pouca relevância à inclusão, diversidade e equidade dentro das organizações. Esta é vista como uma das características mais importantes na gestão das organizações por apenas 11,9% dos profissionais, sendo pouco ou nada promovida em 20,8% dos casos.

    Também a responsabilidade social e a sustentabilidade merecem pouco destaque pelos gestores. É destacada por apenas 20%, mas também há 23,7% que referem não ser promovida internamente nas organizações onde trabalham. Nos casos em que efetivamente há uma promoção, ainda que moderada, da sustentabilidade e responsabilidade social (76,3%), as iniciativas mais referidas como prioritárias em termos de responsabilidade social corporativa são a ética nos negócios (59,2%), a transparência (49,5%), a redução do impacto ambiental (48,5%) e a promoção da diversidade e inclusão (39,8%).

    Para além da tecnologia, as pessoas são o centro da mudança

    O estudo realizado pela QSP revela que 97,8% dos profissionais consideram a inovação essencial para o sucesso das organizações e 85,2% defendem que a tecnologia está a impactar positivamente a forma como as organizações operam. Nos próximos anos, espera-se que a inteligência artificial (AI) seja a tecnologia com maior impacto na gestão organizacional segundo 83% dos inquiridos. E, embora 18,8% não discriminem, espera-se que tanto a inteligência artificial generativa (57,1%), como a preditiva (50,9%) venham a ter um impacto significativo. Pedro Carneiro realça que “tratando-se de temas pouco difundidos no léxico dos portugueses, é natural haver alguma confusão nos conceitos do que é AI generativa e AI preditiva, porém fica claro que a inteligência artificial marcará o futuro da gestão organizacional”.

    Há também 63% que acreditam que a Big Data e a análise de dados venha a ser a tecnologia com mais impacto no futuro a curto/médio prazo e 40,7% que apontam a automação. Outras tecnologias, como a Internet of Things (21,5%), a blockchain (14,1%), a realidade aumentada e virtual (9,6%) e o metaverso (8,9%) também são referidas.

    No entanto, nem todas as empresas parecem estar preparadas para a mudança. 16,3% dos profissionais indicam que a sua organização tem uma capacidade baixa, ou até muito baixa, de adaptação à mudança e 43% veem a sua organização com uma capacidade moderada. No prisma oposto, 40,7% acreditam que a sua organização tem uma capacidade de adaptação à mudança elevada ou até muito elevada.

    O estudo da QSP indica ainda que, atualmente, o foco no cliente e nas necessidades do mercado parece ser a estratégia prioritária da maioria das empresas, no entanto os inquiridos acreditam que, embora isso seja muito importante, o foco deveria estar principalmente no desenvolvimento de habilidades e competências dos colaboradores e também na flexibilidade organizacional e agilidade na tomada de decisões. O investimento em tecnologia e inovação, embora seja indicado por 33,3% dos profissionais como área prioritária atual nas suas empresas, deveria ser prioritária para 46,7%, demonstrando que ainda há um longo caminho a percorrer e que o investimento em tecnologia e inovação ainda não é o suficiente.

    Para Pedro Carneiro, “mais uma vez, e ainda que o investimento em tecnologia e inovação seja visto como muito relevante e uma realidade cada vez mais premente para as organizações, os profissionais destacam o desenvolvimento de habilidades e competências dos colaboradores, demonstrando que, hoje, as pessoas continuam a estar no centro das organizações e a preocupação maior do tecido empresarial passa por garantir quadros valiosos e preparados para as mudanças que se adivinham”.

    Rethinking Organizations

    Os resultados do estudo realizado pela QSP – Marketing Management & Research, realizado junto de mais de 130 profissionais do tecido empresarial, permitiram fazer uma primeira análise sobre a temática do evento, explorando o cenário evolutivo do mundo empresarial e as estratégias que vêm a reformular as organizações como as conhecemos.

    A 17ª edição do QSP SUMMIT, que vai decorrer de 02 a 04 de julho de 2024, no Porto – Matosinhos, será o palco para o debate e a partilha de conhecimento. Sob o tema ‘Rethinking Organizations’, mais de três mil e quinhentos participantes terão a oportunidade de ouvir durante os três dias do evento mais de 90 oradores a debater sobre as tendências da dinâmica organizacional e como as empresas estão a adaptar-se para enfrentar os desafios do mundo atual.

    Mais informações podem ser consultadas no website oficial do evento http://www.qspsummit.pt/.

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Revigrés

    Transforme a sua cozinha com azulejos: inspiração e sugestões

    A cozinha é um espaço de convívio quotidiano onde a criatividade encontra a  funcionalidade, num espaço cada vez mais voltado para o convívio. No que diz respeito à decoração de […]

    Brand SHARE

    A cozinha é um espaço de convívio quotidiano onde a criatividade encontra a  funcionalidade, num espaço cada vez mais voltado para o convívio. No que diz respeito à decoração de interiores, um dos elementos em destaque têm sido os azulejos de cozinha, que continuam a afirmar-se como uma solução prática e elegante.

    A variedade de estilos, padrões e materiais disponíveis faz dos revestimentos e pavimentos cerâmicos uma ferramenta versátil para personalizar e transformar estes espaços de uma forma simples e duradoura – o revestimento de cozinha ideal.

    Neste artigo, vamos explorar as vantagens, tendências e sugestões práticas para renovar a sua cozinha com azulejos, bem como dar dicas de como aplicá-los noutras divisões da casa.

    A importância dos azulejos na cozinha

    Há décadas que os azulejos desempenham um papel fundamental nas cozinhas. Não são apenas uma escolha estética, mas também uma escolha prática, protegendo as paredes de salpicos e manchas, pois são resistentes e fáceis de limpar.

    Os azulejos de cozinha também oferecem infinitas opções de design, permitindo que os proprietários expressem a sua criatividade e personalidade.

    • Versatilidade: Desde cores sólidas a padrões arrojados, formas geométricas a estilos vintage, os azulejos oferecem uma variedade de escolhas sem paralelo. Quer a sua cozinha seja moderna, clássica ou eclética, existe um estilo de azulejo perfeito para complementar a sua decoração.
    • Durabilidade: Os azulejos de cozinha são produzidos para resistir ao desgaste diário. São resistentes a riscos, manchas e temperaturas elevadas, o que os torna uma escolha lógica para uma área muitas vezes propensa a pequenos acidentes culinários.
    • Manutenção: A superfície dos azulejos é fácil de limpar, requerendo apenas um pano húmido e um pouco de produto de limpeza. Isto torna a rotina de limpeza mais fácil e mantém a cozinha com um aspeto novo durante muito mais tempo.

    Tendências contemporâneas em azulejos de cozinha

    O mercado dos azulejos conheceu um renascimento nos últimos anos, com designers a explorarem uma variedade de novas tendências.

    • Azulejos 3D: Esta tendência acrescenta uma dimensão extra ao espaço, criando um efeito visual dinâmico e interessante. Este estilo é perfeito para cozinhas modernas e minimalistas, adicionando textura e profundidade.
    • Tons naturais: As cerâmicas em tons terra, como o bege, o castanho e o cinzento, tornaram-se cada vez mais populares, especialmente para cozinhas com um estilo contemporâneo e minimalista.

    Estes tons oferecem uma base neutra que permite adicionar outros elementos decorativos.

    • Padrões inspirados nos azulejos portugueses: Os azulejos tradicionais portugueses, com padrões intrincados e coloridos, estão a fazer um regresso triunfante. São uma excelente escolha para criar uma cozinha eclética, adicionando um toque cultural e vibrante.
    • Tons metálicos: Os tons metálicos, como o prateado, o cobre e o dourado, estão a ganhar terreno no design de interiores.

    Dão-lhe um toque moderno e luxuoso, especialmente quando combinados com eletrodomésticos de aço inoxidável ou acessórios metálicos.

    Dicas práticas para renovar a sua cozinha

    • Defina um plano: Antes de escolher os azulejos, considere o estilo geral da sua cozinha. Isto inclui a cor das paredes, os armários e os eletrodomésticos. Escolha um estilo de azulejo que complemente esses elementos e não entre em conflito com eles.
    • Tome atenção à iluminação: A iluminação pode afetar significativamente o aspecto dos azulejos. Considere a forma como a luz natural e artificial se refletirá neles e como isso afetará a paleta de cores da cozinha.
    • Crie um ponto central: Utilize azulejos com padrões ou cores diferentes para criar um ponto central, seja atrás do fogão, do lava-loiça ou numa parede proeminente. Isto irá acrescentar personalidade e estilo à cozinha, tornando-a única e acolhedora.
    • Combine cores e padrões: Não tenha medo de misturar diferentes tipos de azulejos. Combine azulejos simples com azulejos com padrões para criar um visual coeso mas interessante.

    Como escolher o azulejo certo

    • Tipo de material: Existem diferentes tipos de azulejos de acordo com as suas características, como a durabilidade e a resistência à água, o que os torna mais adequados para diferentes espaços.
    • Orçamento: Tenha em conta o seu orçamento quando escolher os azulejos. Existem opções para todos os orçamentos, desde os mais económicos aos mais luxuosos. Considere também o custo da instalação ao calcular o orçamento total da renovação.
    • Inspiração e variedade: Explore várias colecções e encontre a solução perfeita para o seu espaço.

     

    Os azulejos de cozinha são uma forma eficaz e versátil de transformar o coração da sua casa. Resistentes e fáceis de manter, os azulejos estão cada vez mais alinhados com as últimas tendências de design, abrindo as portas a uma cozinha única e cada vez mais sua.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Caixas de derivação DK – Indicadas para ambientes normais e exteriores protegidos IP66

    A Hensel acabou de lançar a nova caixa de derivação DK 0100.

    Brand SHARE

    Esta caixa de derivação mais pequena é adequada para a maioria das instalações, até a um máximo de 2,5 mm², sendo indicada para espaços interiores em ambientes normais e exteriores protegidos.

    Esta solução oferece todas as vantagens das caixas de derivação HENSEL simplificando a instalação, aumentando a rapidez e a segurança nas aplicações industriais e comerciais, mesmo em condições ambientais adversas, com possibilidade de personalização com logotipo.

     

    A CONHECIDA QUALIDADE PREMIUM HENSEL EM PEQUENO FORMATO:

    • Índice de proteção: IP 66
    • Opções de montagem flexíveis
    • Com mais espaço para eletrificação
    • Dimensões 84 x 84 x 55 mm
    • Caixas vazias ou com 5 ligadores rápidos compactos de 3 condutores da WAGO ref.: 221-413
    • Cor: cinza ou preto
    • Proteção contra impactos mecânicos IK 07

    ENTRADA DE CABOS FLEXÍVEL – DIRETA E SEM NECESSIDADE DE BUCINS

    Como habitual nas caixas de derivação HENSEL:

    • Entrada de cabos através de membranas elásticas integradas
    • As membranas elásticas integradas podem ser removidas possibilitando efetuar a entrada de cabos através de bucins (M20 e M16)
    • 4 entradas através de membranas elásticas (gama de selagem Ø 6-15 mm) ou através de bucins M20, 3 entradas através de membranas elásticas (gama de selagem Ø 6-13 mm) ou através de bucins M16
    • Entrada de cabos pela base da caixa através de uma membrana elástica integrada (gama de selagem Ø 6-13 mm)

    FIXAÇÃO FLEXÍVEL – EQUIPADA PARA CADA NECESSIDADE

    • Montagem simplificada. Furação com possibilidade de ajuste para um alinhamento perfeito. Acesso otimizado para marcação da furação.
    • Opção de fixação pelo interior
    • Com abas de fixação laterais

    INFORMAÇÕES DETALHADAS SOBRE O PRODUTO – PROJETADAS A PENSAR NO TRABALHO DIÁRIO

    • Fecho rápido com um quarto de volta, posição de fecho facilmente reconhecível
    • Sem parafusos metálicos, não enferruja e aumenta a durabilidade
    • Possibilidade de selagem sem necessitar novos acessórios
    • Comportamento ao fogo: Teste de fio incandescente IEC 60695-2-11: até 960 °C, resistente à chama, auto-extinguível
    • Material: polipropileno

    PARA CADA UTILIZAÇÃO A CAIXA APROPRIADA

    Em áreas secas, húmidas, molhadas ou até mesmo propensas a incêndios – as caixas de derivação da HENSEL distribuem a eletricidade em todas as áreas de aplicação sempre de forma segura e fiável.

    Série DK – IP66

    Indicadas para espaços interiores em ambientes normais e exteriores protegidos, com ou sem ligadores, com membranas elásticas integradas ou entradas métricas pré- arcadas para condições ambientais adversas, com e sem terminais, membranas elásticas ou orifícios métricos.

    Série RK – IP66

    Com ligadores, com membranas elásticas.

    Série KF – IP 66 / IP 67 / IP 69

    Resistentes a intempéries, para instalações no exterior, com ou sem ligadores e com entradas métricas pré-marcadas.

    Série WP – IP66/IP68/IP69

    À prova de água, para enchimento com gel, submersão até 20 metros, 168 horas, com ligadores, com entradas métricas pré-marcadas.

    Série KX – IP66

    Para aplicação em zonas com atmosferas potencialmente explosivas. Indicadas para as zonas EX 2 e 22, com ligadores.

    Série FK – IP66

    Integridade funcional – E30/E60/E90

    Integridade de isolamento – PH120

    Com ligadores.

     

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    ARTEVO. Novo sistema de janelas premium: elegância e desempenho 360º

    A REHAU, líder no fornecimento de sistemas eficientes de portas e janelas, apresenta ARTEVO, a inovadora janela sustentável certificada para casas passivas que combina uma estética elegante e minimalista com o excelente desempenho do revolucionário material RAU-FIPRO®X.

    Brand SHARE

    O sistema ARTEVO oferece um desempenho de 360 graus ao combinar um excelente isolamento térmico com o mais alto grau de sustentabilidade e eficiência produtiva. Para além disso, as suas linhas finas valorizam qualquer ambiente com uma estética elegante e contemporânea. Este sistema permite a construção de grandes elementos sem a necessidade de reforços de aço, abrindo novos horizontes para arquitetos, designers de interiores e profissionais do sector em termos de sustentabilidade, design e produtividade.

    Com uma profundidade de construção de 80 mm, o sistema ARTEVO está disponível em diferentes tipos de folha, entre as quais se destaca a versão nivelada pelo seu aspeto minimalista. Este novo sistema de janelas premium da REHAU estabelece novos padrões em termos de design, tamanhos de folha, produtividade e economia circular.

    O material de perfil RAU-FIPRO®X de alta tecnologia é um dos fatores chave para o seu sucesso. É um material revolucionário de alto desempenho que permite a produção de grandes dimensões e áreas de envidraçado sem a necessidade de reforços metálicos. O RAU-FIPRO®X confere ao sistema ARTEVO uma grande liberdade arquitetónica, garantindo a máxima resistência, segurança e eficiência energética. Esta solução patenteada, tal como todos os sistemas de janelas e portas da REHAU, foi desenvolvida com base em décadas de experiência de mercado.

    O material composto de PVC e fibra de vidro, designado por RAU-FIPRO®X integra-se perfeitamente na economia de reciclagem em circuito fechado da REHAU. A reciclagem total do perfil da janela é mais fácil, mais eficiente e mais sustentável do que nunca.

    Em termos de isolamento, o sistema ARTEVO atinge valores Uw de até 0,69 W/m²K, certificados pelo Instituto Passivhaus. Isto é possível graças à revolucionária tecnologia LowE, que garante uma eficiência energética sem precedentes. Trata-se de uma película polimérica colocada no interior do perfil, que reduz os níveis de transmissão térmica e melhora ainda mais o desempenho térmico do conjunto.

    O sistema ARTEVO também melhora significativamente a produtividade no fabrico de janelas. Os fabricantes já não precisam de inserir espumas isolantes durante a produção, tornando o processo muito mais eficiente e sustentável. Para além disso, as películas LowE ocupam muito pouco espaço de armazenamento e são fáceis de manusear.

    Mais uma vez, a REHAU Window Solutions está a colocar todos os seus anos de experiência ao serviço da reinvenção diária de janelas e fachadas. Com a introdução deste tipo de sistemas inovador, a empresa posiciona-se como pioneira em soluções que satisfazem os mais altos padrões de construção eficiente com uma distinção de qualidade e alto desempenho.

    Neste momento, “Arte”, “Tecnologia” e “Evolução” são os 3 pilares sobre os quais o sistema ARTEVO se assume como o novo sistema de janelas premium da REHAU, abrindo novos horizontes para arquitetos, designers de interiores e profissionais da indústria em termos de sustentabilidade, design e desempenho.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Novo PEGOLAND PROFISSIONAL MAX S1 do Grupo Puma

    O Grupo Puma lança o seu novo adesivo PEGOLAND PROFISSIONAL MAX S1, com um formato leve que rende até 60% mais.

    Brand SHARE

    Nos dias 23 e 24 de abril, na região de Setúbal e Aveiro respetivamente, o Grupo Puma reuniu alguns dos seus clientes para mostrar os benefícios e principais características deste produto, um adesivo inovador, que se incorpora no mercado para marcar a diferença.

    Este novo produto incorpora a Linha Profissional, que conta com a Tecnologia Tecno-Adapt e uma fórmula tecnologicamente avançada que oferece:

    MÁXIMA TRABALHABILIDADE

    Textura muito cremosa, o que permite trabalhar de maneira mais fácil, eficaz e menos cansativa para o profissional.

    RENDE ATÉ 60% MAIS

    Graças à sua fórmula tecnologicamente avançada, alcança até 60% mais rendimento em comparação com um adesivo convencional.

    100% HUMIDIFICAÇÃO

    A sua elevada capacidade de aderência proporciona um efeito ventosa.

    CUIDA DA SAÚDE E DO AMBIENTE

    • Formato de 15 kg, mais fácil de transportar.
    • Matérias-primas recicladas.
    • Menor quantidade de material para os mesmos metros que um adesivo convencional, menos impacto ambiental no transporte.
    • Menor Pegada de Carbono.
    • Baixo nível de emissões de COVs.

    Adequado para a instalação de pavimentos e revestimentos, interiores e exteriores. É especialmente recomendado para a instalação de fachadas, pavimentos de grandes superfícies e pavimentos de aquecimento radiante. Adequado para suportes de gesso ou anidrite.

    Descubra mais em www.grupopuma.com.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Grupo Navarra apresenta soluções para uma arquitetura mais sustentável

    A utilização do alumínio na arquitetura tem-se destacado como a opção mais sustentável para a construção, garantindo mais eficiência energética e acústica nos edifícios.

    Brand SHARE

    A Associação Europeia do Alumínio, European Aluminium´s 2050, refere o potencial da reciclagem do alumínio, nos vários setores, para evitar toneladas de emissões de CO2 até 2050 e diminuir a dependência de importações na Europa.

    O alumínio é um material amplamente utilizado na arquitetura devido às suas propriedades únicas (leveza, durabilidade e resistência à corrosão), o que o tornam ideal para uma variedade de aplicações, desde estruturas de grandes edifícios até detalhes arquitetónicos. Além disso, o alumínio pode ser facilmente moldado, permitindo a criação de designs inovadores e personalizados.

    Conheça as soluções navarra para arquitetura:

    Os sistemas de alumínio Navarra contribuem para construções sustentáveis, apresentando soluções versáteis e funcionais para uma variedade de aplicações:

    1. Sistemas de fachadas de alumínio e vidro. Existem vários tipos de fachadas que podem ser aplicadas nos mais variados projetos arquitetónicos de reabilitação ou de arquitetura contemporânea.
    2. Janelas e portas: O alumínio é amplamente utilizado na fabricação de janelas e portas devido à sua leveza, resistência e durabilidade. Os sistemas de alumínio oferecem diferentes gamas de estilos, tamanhos e acabamentos, permitindo a personalização para cada projeto.
    3. Sistemas de claraboias: O alumínio é utilizado em sistemas de cobertura através da fabricação de claraboias, por serem leves e de fácil instalação.
    4. Revestimentos e ventilação de espaços: O alumínio também é bastante utilizado como revestimento em fachadas e em espaços onde são necessárias áreas de arejamento.
    5. Guarda-corpos, divisórias, elementos mobiliários e arquitetónicos: A versatilidade do alumínio permite que seja aplicado a uma ampla variedade de produtos.

    O alumínio desempenha um papel significativo na arquitetura e na construção sustentável, oferecendo benefícios como eficiência energética, durabilidade, leveza, versatilidade e reciclabilidade. Ao utilizar o alumínio de maneira consciente e responsável, é possível contribuir para a redução do impacto ambiental da indústria da construção.

     

    SOLUÇÕES NAVARRA INTEGRAM PROJETOS INOVADORES E SUSTENTÁVEIS – UNUS HOUSE – CONSTRUÇÃO MODULAR

    Protótipo do modelo de Construção Modular UNUSHOUSE

     

    Fundada pelo arquiteto Jaime Silva, a marca Unus House patenteia uma Tecnologia Construtiva Modular Pré-Fabricada, baseada nos princípios e necessidades da Construção Industrializada, Sustentável e Evolutiva, que apresenta edifícios com necessidades energéticas quase nulas, nZEB – near Zero Energy Building.

    Conheça na integra este projeto

    A Navarra foi a chave deste processo, na diferenciação relativamente aos demais sistemas construtivos que existem no mercado e no mundo que tem a ver com a forma como encaixamos e desencaixamos, montamos e desmontamos é esse o segredo da Unus House”.  Arqtº Jaime Silva

    Com esta Tecnologia, os edifícios modulares alinham-se com o conceito de construção sustentável, dado que entram na Economia Circular, garantem a redução de resíduos associado a soluções e materiais sustentáveis, com a possibilidade de separação em fim de vida, sendo ainda possível serem reutilizados em novas construções e reintegrados no novo ciclo de produção como matéria-prima.

    As cidades são as grandes responsáveis pelo consumo de materiais, água e energia, recursos fundamentais para a habitabilidade humana. Sendo o alumínio um produto verde e da economia circular, tem um papel determinante na construção civil e na arquitetura sustentável.

    Casa em Felgueiras

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    ‘Rethinking Organizations: as diferentes visões sobre o Futuro das Organizações no QSP SUMMIT 2024

    Um dos maiores eventos de Management e Marketing da Europa reunirá mais de 3.500 quadros médios e superiores para refletir sobre o Futuro das Organizações

    Brand SHARE

    De 2 a 4 de julho de 2024, o QSP SUMMIT está de volta sob o mote ‘Rethinking Organizations’. Com foco nas organizações e no futuro do trabalho, mais do que nunca, é tempo das organizações refletirem sobre inovação, adaptação e transformação.

    Mediante um leque abrangente de tópicos a serem explorados em torno da temática principal ‘Rethinking Organizations’, desde a importância crescente da agilidade, liderança, gestão de talento e cultura organizacional, até a questões de inovação, o impacto da IA no mundo do trabalho e as grandes tendências do futuro em certas áreas de negócio. Serão ainda alvo de debate alguns tópicos essenciais, entre eles: a importância da estratégia e da data, as tecnologias de integração de equipas, o reskilling e upskilling das equipas, o bem-estar organizacional, e outras matérias de interesse.

    Entre as primeiras novidades está Linda Hill, professora da Harvard Business School e etnógrafa americana com uma carreira distinta, especialista em desenvolvimento de liderança e inovação, mas mais nomes como Costas Markides – Professor de de Estratégia e Empreendedorismo, o especialista em tendências Rohit Bhargava, a data expert Christina Stathopoulos, entre outros, já foram anunciados. No total, o evento contará com aproximadamente 98 gurus, especialistas e profissionais das mais diversas áreas.

    O QSP SUMMIT conta também com uma área de exposição com mais de 130 marcas envolvidas e apresenta novos palcos este ano, adicionando mais sessões e novas áreas de partilha de conhecimento.

    Para mais informações ou aquisições de passes, pode consultar o website oficial do evento, em www.qspsummit.pt.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    O Wolf Group e a Penosil estarão presentes na TEKTÓNICA 2024

    A inovação e a excelência na construção unem-se numa das feiras de maior destaque do setor da construção: a Tektónica 2024. Este evento, que é uma referência na indústria, reunirá as principais marcas, oferecendo uma oportunidade única para que os participantes descubram as últimas tendências e tecnologias

    Brand SHARE

    O Wolf Group, líder em produtos de construção para profissionais, tem o prazer de anunciar a sua participação na próxima feira Tektónica 2024, marcando a sua presença no Pavilhão 3 > Stand 3A23 da Penosil, a marca principal do Wolf Group.

    A Penosil oferece uma ampla gama de produtos que satisfazem as necessidades mais exigentes do setor, destacando-se no mercado por oferecer soluções avançadas em selantes, adesivos e espumas de poliuretano.  Em 2024, a Penosil celebra 50 anos no fabrico de selantes e está prestes a inaugurar a primeira fábrica de espumas de poliuretano em aerossol da Península Ibérica.

    Entre os próximos dias 2 e 5 de maio, a equipa da Penosil recebê-lo-á com o enorme prazer de partilhar consigo informação detalhada sobre a sua linha de produtos, as inovações mais recentes, os produtos de vanguarda, prestando assessoria especializada e personalizada para os seus próximos projetos.

    Não perca a oportunidade de visitar a Tektónica e de descobrir como a Penosil pode ajudá-lo a elevar a qualidade e o rendimento dos seus projetos de construção.

    No stand 3A23, encontrará um espaço dedicado à qualidade, eficiência e sustentabilidade

    Encontramo-nos na Tektónica 2024!

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Soluções do Grupo Preceram para a reabilitação e reconversão do edificado

    Por trás da beleza visível está a excelência invisível. Os materiais não ficam à vista do olhar, mas são eles que proporcionam o conforto, a eficiência e a qualidade de vida

    Brand SHARE

    Dando resposta à urgência em disponibilizar mais habitação, o Grupo Preceram apresenta soluções para construção nova, mas também para a reabilitação e reconversão dos edifícios existentes.

    Segundo dados do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), 20,8% da população reportava não ter capacidade financeira para manter a casa adequadamente aquecida, o equivalente a mais de dois milhões de pessoas.

    No verão o cenário piora: 38% da população não consegue manter a casa fresca também por falta de dinheiro, quase o dobro da média europeia. Portugal, é aliás, um dos cinco países da União Europeia em que esta incapacidade era das mais elevadas.

    Poupança energética, silêncio, segurança e ambiente interior saudável, são as preocupações que estão na base do desenvolvimento dos produtos das empresas do Grupo, nomeadamente as placas de gesso Gyptec, a lã mineral Volcalis, a argila expandida Nexclay e os tijolos Preceram.

    Estes materiais que normalmente ficam ocultos, integrados na envolvente opaca – paredes, tetos e pavimentos – para além de fundamentais para a materialidade dos espaços, contribuem significativamente para a eficiência dos edifícios e o conforto e qualidade de vida de quem os utiliza.

    Não podendo ser exaustivo na enumeração, saliento os sistemas de construção a seco integrando placas de gesso Gyptec e lã mineral Volcalis.

    Estas soluções construtivas são utilizadas, em todo o tipo de obra, por serem rápidas, eficientes, económicas e seguras. Isto de uma forma genérica. No entanto, para se adequarem às exigências legais e expetativas dos consumidores, é necessário que se tenham em atenção todos os passos, desde a caracterização dos materiais à solução final.

    Trabalhando com alguns laboratórios de referência internacional, como o ITECONS em Coimbra, a TECNALIA em Espanha e o CSTB – LNE em França, tanto no desenvolvimento como na certificação de produtos e soluções, a Gyptec Ibérica e a Volcalis disponibilizam um invejável conjunto de sistemas caracterizados.  Estes estão disponíveis agregados numa plataforma de pesquisa e seleção, permitindo até a ordenação por preço. Isto facilita a especificação da solução mais eficaz e económica para o projeto ou obra em causa.

    Existem algumas características dos materiais que afetam o desempenho das soluções. São características técnicas, detalhadas nas declarações de desempenho e nas fichas dos materiais, resultantes de exigências normativas de marcação CE ou de certificação voluntária.

    A condutibilidade térmica de um isolamento, quando essa característica é relevante, por exemplo nas fachadas. As propriedades de absorção acústica de uma lã mineral quando detalhamos uma compartimentação. A classe de reação ao fogo em todas as aplicações. Estas são algumas das características técnicas que devem ser comparadas, não outras que erradamente e frequentemente aparecem referidas como exigência. Caso da densidade das lãs de isolamento. Ou do peso de uma solução como apanágio da sua robustez.

    Caminhamos para um futuro que se quer mais sustentável, com menor consumo de recursos, descarbonização e reutilização. Só o conseguimos se desde o fabrico à utilização dos materiais haja racionalidade e competência técnica.

    https://solucoesparaconstrucao.com/

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    A Tor Holding e a ELIE SAAB anunciam uma parceria para a estreia do sector imobiliário duplo na Turquia

    Istambul – ELIE SAAB, um dos principais nomes mundiais da alta costura e uma estimada marca de estilo de vida de luxo, e TOR HOLDING, um promotor imobiliário turco conhecido pelos seus projectos inovadores e colaborações globais, anunciam a sua parceria para o lançamento de dois projectos imobiliários na Turquia.

    Brand SHARE

    A colaboração assinala um marco significativo no sector imobiliário da Turquia, uma vez que o segmento de luxo local está a sofrer uma evolução dinâmica com a presença de mais parcerias conjuntas que combinam a experiência internacional com abordagens regionais inovadoras. A parceria visa redefinir a vida de luxo na Turquia, combinando a experiência da Tor Holding no desenvolvimento imobiliário com a herança de design icónico da ELIE SAAB.

    As duas residências da marca ELIE SAAB oferecem localizações distintas, uma ao longo da icónica linha do Bósforo de Istambul e a outra posicionada para além das fronteiras da cidade. A residência do Bósforo oferece vistas deslumbrantes e fácil acesso à energia vibrante da cidade, enquanto a segunda residência oferece tranquilidade num ambiente luxuriante, longe da agitação urbana. Ambas as localizações prometem aos residentes uma experiência de vida única, caracterizada pelo luxo e pelo requinte.

    Sr. Elie Saab Jr., CEO da ELIE SAAB: “Estamos muito satisfeitos com a parceria com a Tor Holding para introduzir as residências ELIE SAAB na Turquia, assinalando um marco significativo no nosso plano de desenvolvimento estratégico. Nos últimos quatro anos, embarcámos numa ambiciosa viagem para expandir a nossa marca para o imobiliário de luxo, assinando muitos projectos de sucesso a nível global, abrangendo países como o Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Brasil, entre outros. Esta colaboração exemplifica o nosso compromisso em proporcionar experiências de vida de luxo excepcionais e alinha-se perfeitamente com a nossa missão de sintetizar o luxo e o requinte em todas as dimensões.”

    Sr. Mustafa Torun, Presidente da Tor Holding: “A nossa parceria estratégica com a ELIE SAAB traz uma inovação significativa no sector residencial de luxo na Turquia e reforça ainda mais a nossa estratégia de marca global. Estamos numa dinâmica de crescimento contínuo graças aos nossos escritórios em todo o mundo e à nossa extensa rede de cooperação. Este projeto não só reflecte a crescente atratividade da Turquia para os investidores estrangeiros, como também se destaca como um passo que aumenta o prestígio do país na arena internacional. A colaboração com uma marca mundialmente reconhecida como a ELIE SAAB reforça a nossa inovação no sector e a nossa visão de desenvolver espaços de habitação exclusivos, ao mesmo tempo que reforça a posição da Turquia no mapa mundial dos negócios e do investimento.”

    As residências ELIE SAAB na Turquia deverão ser inauguradas em maio de 2024, constituindo um marco significativo na vida requintada. Com o seu design excecional e sofisticação sem paralelo, estas residências estão preparadas para elevar os padrões de vida de luxo na Turquia.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB

    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2024 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.