ThyssenKrupp lança Max, o serviço de prevenção das necessidades dos elevadores

Por a 27 de Outubro de 2015

ThyssenKrupp MAX elevatorA ThyssenKrupp Elevator anunciou o lançamento do Max, um serviço “preditivo e preventivo vanguardista que estende as capacidades de monitorização remota ao aumento drástico dos níveis de disponibilidade de elevadores existentes e novos”.

Esta solução, concebida com o objectivo de “reduzir o stress nas vidas das mais de mil milhões de pessoas que utilizam elevadores diariamente”, recorre ao poder da tecnologia da “Internet das Coisas” da Microsoft Azure, permitindo que um ascensor “comunique” aos técnicos as suas necessidades reais, como a identificação de reparações em tempo real, substituições de compinentes e manutenção pró-activa de assistência.

Em comunicado de imprensa, a multinacional alemã destaca que, actualmente, “12 milhões de elevadores em todo o mundo transportam mil milhões de pessoas todos os dias” e que, num ano de operações, estes equipamentos ficam indisponíveis devido a serviços de intervenção que “acumulam um total de 190 milhões de horas (ou 216 séculos)”. Neste contexto, o Max foi concebido para melhorar “significativamente” estes dados, pretendendo cortar os períodos de indisponibilidade para metade”.

Com esta solução, a informação recolhida em tempo real de milhões de elevadores ThyessnKrupp ligados é enviada para a plataforma na nuvem da Microsoft Azure, onde um algoritmo calcula o restante tempo de vida de sistemas-chave e componentes em cada um destes elevadores.

Assim, os engenheiros e técnicos de serviço global da ThyssenKrupp são informados pelo Max e, por sua vez, informam os proprietários de edifícios com antecedência quando os sistemas-chave ou componentes necessitam de ser reparados ou substituídos e quando o programa precisa de intervenções, de forma a evitar os sinais de “fora de serviço” nas portas dos ascensores. “Num edifício ligado com o Max, as pessoas esperarão menos por elevadores, o que resultará numa diminuição do stress e no aumento da qualidade do tempo”, sublinha o comunicado.

“A nossa missão é revolucionar e fazer o que nunca ninguém fez antes: transformar uma indústria com um século de existência, que confiou até agora na tecnologia pré-estabelecida”, afirmou Andreas Schierenbeck, para quem “as cidades de hoje precisam de inovação que responda aos desafios da urbanização massiva que estão a testemunhar”.

O CEO da ThyssenKrupp Elevator ressalvou a sua satisfação por trabalhar com a Microsoft para levar a empresa “à era digital e mudar a forma como o sector oferece serviços de manutenção”. “O Max é o segundo pilar da nossa revolução e surge depois das tecnologias mecânicas absolutamente vanguardistas existentes, como o elevador Twin ou o elevador sem cabos Multi para edifícios do futuro, concebidos para reduzir a pegada ecológica dos elevadores e libertar espaço para receitas adicionais nos edifícios”, concluiu Schierenbeck.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *