Civilria avança para a última fase do Uno al Mar

Por a 26 de Setembro de 2018


Localizado na primeira linha de mar, perto da Praia de Canidelo, em Vila Nova de Gaia, integrado na paisagem envolvente, encontra-se o empreendimento Uno al Mar.

Desenvolvido pela promotora Civilria, o Uno al Mar vai iniciar agora a construção da terceira e última fase do projecto, constituída por 41 fracções para habitação, com um investimento de 10 milhões de euros.

As três fases do Uno al Mar compreendem um total de 139 apartamentos e 32 lotes de moradias, e representam um investimento total de 38 milhões de euros.

Esta última fase  “é constituída por tipologias com características semelhantes às das fases anteriores, privilegiando ao máximo a relação e convivência com o mar, os materiais de grande qualidade, num estilo descontraído mas sem prescindir do design moderno e inovador”, destaca Artur Varum, CEO da Civilria.


Os apartamentos, com tipologias T1, T2 e T3, apresentam áreas médias de 58 m2 (T1), 113 m2 (T2) e de 175 m2 (T3). Os lotes de moradias, com projectos de arquitectura aprovados, têm áreas de 300 a 600 m2, sendo que a construção pode ser assegurada pelo promotor.

Embora se encontre na fase inicial de construção, com a previsão da conclusão dentro de 18 meses, a terceira fase do empreendimento Uno el Mar já tem 20% das fracções reservadas, em particular parte de clientes brasileiros.

Em termos de classificação energética, a terceira fase do Uno el Mar, e como acontece com as anteriores fases, terá classificação A ou superior. “Uma situação que resulta do facto de termos sido pioneiros na certificação dos edifícios em sustentabilidade e certificação através do sistema Passive House. Este facto aportou-nos conhecimentos que aplicamos em todos edifícios”, explica Artur Varum.

E acrescenta: “As fases um e dois, do empreendimento Uno el Mar, encontram-se em situações distintas. A primeira fase, constituída por 42 apartamentos e um supermercado Continente, que tem-se revelado uma grande mais-valia para os moradores, está concluída e ocupada. Os 32 lotes para moradias estão comercializados em 65%. A segunda fase, constituída por 56 fracções encontra-se, neste momento, em construção e com a conclusão prevista para Março de 2019. A comercialização destas está quase concluída”.

Actualmente, a  Civilria encontra-se presente com projectos  em Aveiro, Gaia, Porto e Lisboa, nas áreas  residencial, retalho e de serviços.

No centro de Aveiro estão em fase de promoção dois empreendimentos, os edifícios Blanc e Lourenço Peixinho. Ainda em Aveiro, na Praia da Barra, tem o edifício DOCA, e junto à praia de Canidelo, em Vila Nova de Gaia, o Riva Housing.

A entrada em Lisboa  fez-se através do POP Saldanha. Trata-se um empreendimento de habitação de qualidade que resulta da reabilitação de um imóvel dos anos 60, com uma arquitectura de linhas modernas, que marcou, “de forma muito positiva”, a entrada da Civilria na capital.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *