Edição digital
Assine já
Empresas

Roca completa colecção Inspira com lavatório de encastrar

A colecção Inspira já tinha os modelos Square, Soft ou Round. Agora, chega o lavatório de encastrar por baixo, em Fineceramic

CONSTRUIR
Empresas

Roca completa colecção Inspira com lavatório de encastrar

A colecção Inspira já tinha os modelos Square, Soft ou Round. Agora, chega o lavatório de encastrar por baixo, em Fineceramic

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis recebe mais 15 M€
Construção
Investimento imobiliário de rendimento excedeu os 2MM€ em 2021 e deverá ultrapassar os 3MM€ em 2022
Imobiliário
CML inaugura BioLab Lisboa
Empresas
Município de Bragança abre Balcão Único do Prédio
Imobiliário
CIUL promove Encontro de Urbanismo
Imobiliário
Preço das casas em Portugal terminam 2021 com crescimento de 12,2%
Imobiliário
O Orçamento de Lisboa para 2022, o novo retail de Portimão e as tendências no segmento das casas-de-banho no CONSTRUIR 450
Edição Digital
Globaldis apresenta catálogo de madeiras estruturais
Empresas
Vicaima lança novo catálogo Portaro
Empresas
Remodelação total do Edifício Latino Coelho 142
Imobiliário

 A versatilidade da colecção Inspira é o que a torna única. Para fazer jus a esta característica, a Roca apresenta agora mais uma solução: o lavatório de encastrar por baixo.

Tanto na versão sobre a bancada, como na de semiencastrar, os lavatórios Inspira já conferiam um look diferenciador a qualquer espaço de banho, graças ao seu design único, apenas possível devido ao material inovador e exclusivo da Roca com que são fabricados: o Fineceramic. Este material 100% cerâmico, além de ser muito resistente e fácil de limpar, é o responsável pelas linhas elegantes e muito finas das paredes destes lavatórios, com apenas cinco milímetros de espessura.

O novo lavatório da colecção Inspira é também fabricado em Fineceramic®, mantendo assim a elevada durabilidade e resistência dos outros modelos desta coleção, e está disponível em dois tamanhos, no formato retangular. O branco continua a ser a única cor disponível. Esta opção é ideal para quem procura um efeito mais clean na bancada, mas mantendo a leveza e a resistência que só um lavatório Fineceramic® consegue transmitir.

Para quem quer apostar nas formas para marcar definitivamente o estilo do espaço de banho, então poderá continuar a contar com os lavatórios Square, Soft e Round, nas versões de bancada ou de semiencastrar. Seja para conseguir transmitir precisão através de um modelo de formato mais quadrado, seja para conferir suavidade através de formas mais arredondadas, estes lavatórios continuam disponíveis em dois tamanhos — 37 x 37 cm e 500 x 370 cm —, para que não haja entraves à criação do espaço de banho pretendido.

A Roca completa assim ainda mais esta colecção com diferentes soluções, fabricadas em materiais inovadores e exclusivos, que trazem durabilidade e resistência ímpar a uma das peças-chave de qualquer espaço de banho: o lavatório.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis recebe mais 15 M€
Construção
Investimento imobiliário de rendimento excedeu os 2MM€ em 2021 e deverá ultrapassar os 3MM€ em 2022
Imobiliário
CML inaugura BioLab Lisboa
Empresas
Município de Bragança abre Balcão Único do Prédio
Imobiliário
CIUL promove Encontro de Urbanismo
Imobiliário
Preço das casas em Portugal terminam 2021 com crescimento de 12,2%
Imobiliário
O Orçamento de Lisboa para 2022, o novo retail de Portimão e as tendências no segmento das casas-de-banho no CONSTRUIR 450
Edição Digital
Globaldis apresenta catálogo de madeiras estruturais
Empresas
Vicaima lança novo catálogo Portaro
Empresas
Remodelação total do Edifício Latino Coelho 142
Imobiliário
Empresas

CML inaugura BioLab Lisboa

Iniciativa insere-se na área da Biotecnologia para o desenvolvimento de cidades do futuro, resilientes e sustentáveis

CONSTRUIR

A Câmara Municipal de Lisboa (CML), em conjunto com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Ciências ULisboa) e com a Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências (FCiências.ID) inauguraram o BioLab Lisboa (BLL).

O BLL integra o espaço municipal Fab Lab Lisboa (FLL), laboratório municipal de fabricação digital, experimentação e prototipagem aberto a todos os cidadãos e que permite a sinergia das diferentes valências que estes equipamentos oferecem. O novo espaço promoverá a Rede Bio Lisboa, uma estrutura multistakeholder para agregar e alinhar as cadeias de conhecimento e valor na cidade de Lisboa, com o intuito de a tornar mais resiliente e um município contribuidor efectivo dos objectivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.

“O investimento em inovação é absolutamente fundamental para a competitividade da nossa Lisboa. Este Bio Lab que agora inauguramos, e que a todos deve orgulhar, permitirá dotar a cidade de maior capacidade de conhecimento científico e soluções inovadoras em áreas cruciais. Deve ser visto como mais um passo, numa estratégia global e consolidada, para criar em Lisboa um polo de inovação europeu, que permita atrair mais empreendedores, investimento e talento”, justificou Carlos Moedas, presidente da CML, que presidiu à cerimónia de inauguração do espaço.

O seu “conceito end-to-end irá permitir aos cidadãos, escolas secundárias, instituições de ensino superior e organizações públicas e privadas, a cocriação de novos conceitos para os cidadãos e para Lisboa através do conhecimento científico”, refere a CML. Esta parceria pretende promover a formação, capacitação, experimentação, prototipagem, prova de conceito, aceleração e criação de negócio na área da Biotecnologia, nomeadamente através da biofabricação, bioprodução e engenharia de sistemas biológicos. Exemplos concretos das acções previstas no plano do BLL para 2022/2024 incluem a realização de dias abertos, para que a comunidade possa activamente realizar os seus projectos e testar as suas próprias ideias; e a implementação de um programa ambicioso de workshops sobre as mais diversas temáticas, com o objectivo de capacitar os cidadãos para os conceitos emergentes da cidade do futuro. O primeiro destes encontros realiza-se já dia 18 e é dedicado aos bioplásticos.

“Esta iniciativa é crucial para a integração do cidadão no ecossistema de inovação, de modo a que todos juntos possamos produzir o conhecimento que nos ajudará a criar a cidade do amanhã. Uma cidade mais segura, resistente e resiliente aos futuros desafios societais”, afirmou ainda Luís Carriço, director da Ciências ULisboa.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Globaldis apresenta catálogo de madeiras estruturais

Nos últimos anos a madeira tem assumido um papel crescente na Construção. Ciente da importância e da relevância das madeiras estruturais a Globaldis acaba de apresentar ao mercado o seu novo catálogo

CONSTRUIR

O novo catálogo de Madeiras Estruturais da Globaldis constitui uma ferramenta de apoio essencial para os profissionais do sector que procuram as melhores soluções de construção sustentável para os seus projectos. Nesse sentido, o novo guia técnico está dividido em duas categorias principais: madeiras estruturais lameladas (GL24 | GL75) e madeiras estruturais maciças (KVH® | Cofragem).

As vigas de madeira são produtos naturais de grande qualidade, que permitem uma variedade de aplicações. As suas características estéticas permitem-lhes harmonizar-se perfeitamente com outros materiais, criando ambientes inspiradores. São também uma opção ecológica, dada a proveniência de florestas sustentáveis e o baixo consumo de energia quando comparadas com outros materiais de construção.

A Globaldis reforça assim a sua posição enquanto player de referência capaz de dotar qualquer projecto com soluções construtivas modernas e com uma forte componente sustentável. Poderá consultar o catálogo no nosso website, onde encontrará todas as informações necessárias sobre a vasta gama de produtos e serviços da empresa.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Vicaima lança novo catálogo Portaro

A Vicaima acaba de disponibilizar um novo catálogo de soluções Portaro, proporcionando aos profissionais do sector mais flexibilidade e versatilidade nos seus projectos

CONSTRUIR

O desenvolvimento de soluções flexíveis, com elevado desempenho e qualidade superior mantém-se uma das prioridades da Vicaima, um dos maiores players europeus no design e produção de portas de interior, aros, roupeiros, painéis e peças para mobiliário. Nesse sentido, a empresa acaba de lançar o novo catálogo de soluções Portaro.
Versátil e pronto a instalar, o conceito Portaro integra porta, aro e acessórios numa peça única, proporcionando aos profissionais do sector inúmeras possibilidades de aplicações.

O novo catálogo constitui uma ferramenta completa de apoio ao prescritor, reflectindo toda a gama de soluções, incluindo também um guia para escolha dos modelos de portas e revestimentos, bem como uma apresentação da gama de roupeiros Vicaima. Ao longo das 72 páginas, o mais recente catálogo apresenta não apenas informação técnica, mas também conteúdo inspiracional com um vasto leque de aplicações, que vão desde os projectos residenciais, a hotelaria e serviços.

A gama de produtos apresenta-se subdividida em 4 categorias principais: portas de interior, corta-fogo, corta-fogo e acústico e segurança. Com um amplo conjunto de designs e revestimentos, as soluções estão disponíveis em diferentes configurações, tais como, portas inverse faceadas, pivotantes, de correr ou de elevada dimensão, abrindo inúmeras possibilidades à arquitectura de interiores.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Bruxelas aprovou o controlo da Lusoponte pela Vinci e Mota-Engil

A Comissão Europeia aprovou o controlo conjunto da Lusoponte, concessionária das duas pontes sobre o rio Tejo em Lisboa, pela francesa Vinci e pela Mota-Engil, depois da decisão de saída do grupo italiano

CONSTRUIR

“A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo do Regulamento das Concentrações da UE, a aquisição do controlo conjunto da Lusoponte pela Lineas [do grupo Mota-Engil], ambas com sede em Portugal, e pela Vinci, com sede em França”, indica a agência Lusa, citando nota da instituição.

A nova estrutura accionista da Lusoponte, agora aprovada por Bruxelas, surge após a saída do grupo italiano Atlantia (ex-Autostrade), em Fevereiro do ano passado. A Atlantia detinha uma posição minoritária de 17,21% através da filial Autostrade. Por seu turno, a Mota-Engil e a Vinci tinham à data, 41,81% e 40,98% do capital da Lusoponte, respectivamente.

A Lusoponte é a concessionária das duas pontes sobre o rio Tejo em Lisboa, a Vasco da Gama e a 25 de Abril, cujo contrato expira em Março de 2030. A Lineas (do grupo Mota-Engil) gere participações em empresas que operam exclusivamente no sector público e privado de concessões rodoviárias, bem como em empresas que participam em contratos públicos e privados de concessões rodoviárias, ferroviárias e aeroportuária, estando activa em Portugal, Espanha e Brasil.

Por sua vez a Vinci actua principalmente nas concessões de autoestradas e pertence ao grupo com o mesmo nome que intervém, principalmente em França, nos domínios das concessões e infraestruturas, obras públicas e engenharia civil, engenharia eléctrica, climática e mecânica e obras rodoviárias.

“A Comissão concluiu que a transacção proposta não suscitaria preocupações em matéria de concorrência, dado o seu impacto limitado na estrutura do mercado. A operação foi examinada no âmbito do procedimento simplificado de controlo das concentrações”, adianta o executivo comunitário.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Uma mesa e uma cama com uma parede branca de fundo
Empresas

O novo branco Perfeito da CIN

Branco Perfeito é a nova cor da CIN que promete marcar uma posição no infinito universo de brancos

CONSTRUIR

A nova cor da CIN funde a intemporalidade do branco à luminosidade e personalidade de uma cor. Branco Perfeito é a nova aposta da marca que nos convida a abrandar e a desfrutar de momentos de serenidade em nossas casas.

Em Portugal, e um pouco por todo o mundo, o branco é a cor mais vendida e mais consensual na decoração. A pensar nestes dados, a marca criou um novo branco – o Branco Perfeito – que promete aconchegar todos os amantes desta cor. “O novo Branco Perfeito da CIN é um branco suave, intemporal e que capta a luz de uma forma excepcional, oferecendo um conforto visual pelo tom equilibrado com que nos brinda”, refere a marca.

“O branco transmite-nos uma sensação de tranquilidade. Talvez seja um dos motivos pelos quais o branco é a cor mais usada em decoração. No entanto, a escolha do tom ideal de branco pode ser processo complexo, muitas vezes até doloroso, para quem quer pintar uma parede de um quarto, de uma sala ou até mesmo o tecto. O novo Branco Perfeito da CIN nasce da vontade de dar aos consumidores mais confiança nessa escolha”, justifica Céline de Azevedo, Colour Designer da CIN. “Se por um lado este é o tom ideal para amantes de ambientes tranquilos e minimalistas”, acrescenta a responsável, “o Branco Perfeito abre-nos também a imaginação no que toca à decoração, suportando muito bem os vários estilos, desde os mais clássicos, aos elementos mais coloridos e arrojados.”

O novo tom da CIN está disponível em VinylMatt e está à venda nas 80 lojas da marca e na sua rede de distribuidores, e na sua loja online.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Concreta, Export Home, IDF e Elétrica com novas datas

Ómicron obriga a Exponor a ajustar o seu calendário de feiras. As alterações abrangem algumas das feiras mais emblemáticas como a Concreta, a Export Home, a IDF e a Elétrica

CONSTRUIR

“Salvaguardando as condições de segurança para todos os visitantes e expositores”, a Exponor ajustou o calendário de alguns dos seus eventos mais emblemáticos, designadamente a Concreta, a Export Home, a IDF e a Elétrica.
Nesse sentido, depois de ter sido agendada para de 21 a 24 de Abril, a Concreta foi agendada para 13 e 16 de Outubro. Também as datas para a participação no Prémio Under 40 by CIN foram ajustadas, com a possibilidade de apresentação das candidaturas (presencial e serviço postal) alargada até ao dia 23 de Setembro de 2022.
Aquela que será a 30ª edição da bienal Concreta – Feira de Arquitectura, Construção, Design e Engenharia “regressa à Exponor num formato já consolidado e prepara-se para apresentar novidades técnicas e tecnológicas, soluções e novos materiais com um olhar sobre as tendências da construção, da arquitectura, do design e da engenharia no contexto nacional”.

Outras das novidades é realização em simultâneo com a com a Concreta, da ELETRICA – Exposição de Material Elétrico e Eletrónica. Este certame é dedicado a soluções e sistemas de electricidade e energia, apresentando as novidades em sistemas, equipamentos e componentes eléctricos e electrónicos, iluminação, soluções para a indústria automóvel, electrónica de consumo, entre outros. “Dirigida aos profissionais da área eléctrica e electrónica, a exposição apresenta grandes inovações e soluções para uma adequação ao mercado e às exigências de sustentabilidade”, sublinha a Exponor. De referir que este é um dos sectores que mais tem reflectido o aumento da construção em Portugal, tanto no mercado da reabilitação como da construção nova.

À semelhança do que acontecerá com a Concreta, a exposição é pontuada por “Praças”, que apontam holofotes à inovação e tecnologia energética. “A Praça Tromilux, por exemplo, mostra aos visitantes a gama de projectos e soluções personalizadas desta empresa portuguesa, na área da iluminação técnica”, avança a organização.
“Apesar destes ajustes necessários, dado o contexto actual, estamos confiantes para 2022. Temos já previstos mais de 30 eventos, entre os de organização própria e os de terceiros. Sentimos uma grande apetência do mercado, tanto do lado dos expositores como dos visitantes, para o regresso à realização de eventos presenciais e queremos continuar a ser a plataforma facilitadora de negócios um barómetro de novidades, tendências e dinâmicas de mercado, que permitam, aos vários scetores da economia nacional em que actuamos, continuar a evoluir e a inovar”, sustenta Diogo Barbosa, director geral da Exponor.

Sobre os desafios previstos para a próxima temporada, o director geral da Exponor considera estarem num patamar de maturidade mais consolidado para lidarem com os imprevistos, com o digital a apresentar-se como uma solução preponderante. “Estamos mais preparados para estar ao lado dos nossos parceiros e clientes na promoção dos seus negócios e na geração de valor para os diversos sectores, seja pela força do contacto presencial, que já começou a regressar no final de 2021, seja pelo nosso investimento em novas soluções digitais que permitem optimizar a presença dos expositores e a experiência dos visitantes antes, durante e após cada certame”, esclarece Diogo Barbosa.

Expor Home e IDF – Spring Edition & Paper Show em Abril

Relativamente à Export Home – Feira Internacional de Design e Mobiliário, esta passa de 24 a 27 de Fevereiro para de 21 a 24 de Abril, com o prazo para recepção das candidaturas do Prémio Export Home Sustentabilidade e Inovação a ser alargado para dia 31 de Março de 2022.

Celebrando mais de 30 anos de existência, a Export Home designa a mais importante montra de marcas portuguesas de mobiliário e iluminação e promete, sob o mote “Reconnect”, voltar a transformar-se num palco de reconexão entre profissionais e marcas de todo o mundo.

Uma das inovações trazidas pela Export Home para esta edição é uma área dedicada à hotelaria, com a curadoria do experiente designer de interiores e mobiliário Fabián Pellgrinet Conte. Além disso, disponibiliza um Design Hub, especialmente pensado para designers e dedicado às novas ideias e o espaço Talk The Future, dedicado à descoberta, interacção e (re)conexão entre profissionais do sector, com um programa rico e diversificado de workshops e conferências.

Em simultâneo com a Export Home, a próxima edição da IDF Spring – Feira de Design e Decoração passa dos dias 24 e 27 de Fevereiro para 21 a 24 de Abril, levando ao público uma mostra de soluções das mais variadas vertentes dos sectores que abrange. Entre aqueles que estarão presentes no encontro, destacam-se os do têxtil-lar, cutelaria, loiça, cerâmica, mesa, cozinha e multipreço (Home Accessories); tecidos e revestimentos de decoração (Interior Fabrics) e decoração, fragância, flores e ilustração (Loving & Flowers).

Com duas edições asseguradas por ano, a IDF Spring pretende intersectar o talento e a criatividade da nova geração de criadores com a arte e a experiência das marcas tradicionais mais antigas – que se reinventam através de um design visionário – uma simbiose que escreve as novas tendências do sector.

A IDF afirma-se com a disponibilização de quatro espaços-tendência, adaptados aos diferentes públicos, que fazem, por um lado, uma homenagem ao legado deixado por marcas já bem consolidadas no mercado e que, por outro, se impõem como uma rampa de lançamento para a visibilidade da nova geração de criadores portugueses que revolucionam o mercado.

Em simultâneo decorre a Paper Show – Feira de Papelaria, Gift e Material de Escritório, que regressa à Exponor após a sua primeira edição em 2020, pronta para reunir o sector profissional da papelaria, gift e material de escritório. Ao longo de quatro dias, as empresas fornecedoras têm a oportunidade de apresentar os seus novos produtos, colecções e soluções aos profissionais, beneficiando da presença conjunta da comunidade deste sector e, assim, fomentarem novos negócios e contactos.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Novo fundo europeu para incentivar inovação em PME

Este apoio destina-se à execução de um pré-diagnóstico de propriedade intelectual (PI) e/ou na formalização de pedidos de registo de marcas e de desenhos por parte de uma PME estabelecida num dos 27 Estados-Membros da UE

CONSTRUIR

A Comissão Europeia anunciou a criação de um Fundo de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, que pretende servir de incentivo às PME para rentabilizar os seus activos de propriedade intelectual, desenvolvendo estratégias no âmbito da protecção dos respectivos direitos a nível nacional, regional, ou da União Europeia.

Este apoio destina-se à execução de um pré-diagnóstico de propriedade intelectual (PI) e/ou na formalização de pedidos de registo de marcas e de desenhos por parte de uma PME estabelecida num dos 27 Estados-Membros da UE.
O apoio está dividido em duas modalidades e em ambas se prevê um reembolso parcial dos custos associados até um valor máximo de 1500€ para taxas relativas ao pré-diagnóstico de PI, marcas e desenhos ou modelos (Vale 1), e/ou de 750€ para taxas relativas a patentes (Vale 2).

No que concerne ao vale 1, existirá um reembolso na ordem dos 90% nos serviços de pré-diagnóstico de PI, um reembolso de 75% do valor das taxas de base relativas a marcas e desenhos ou modelos ao nível da EU, um reembolso de 75% do valor das taxas de base relativas a marcas e desenhos ou modelos a nível nacional e regional e um reembolso de 50% do valor das taxas de pré-concessão relativas a marcas e desenhos ou modelos internacionais, através da Organização Mundial da Propriedade Intelectual.

Quanto ao vale 2, existirá um reembolso de 50% de taxas relativas a patentes a nível nacional.
Após a candidatura irá receber os respectivos vales a aplicar na solicitação dos serviços pretendidos, tendo estas bonificações uma validade de quatro meses a contar da data da atribuição da subvenção.

“Este fundo deve ser bem aproveitado pelas PME portuguesas, uma vez que a aposta na inovação e a protecção dos seus direitos de propriedade intelectual é fulcral num mercado tão competitivo como o europeu. Quando, em véspera de eleições, se fala muito em crescimento económico, a aposta na inovação é uma das formas para lá chegar”, refere Vítor Palmela Fidalgo, Director Jurídico na Inventa, consultora especializada em propriedade intelectual.

A iniciativa tem o apoio do Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia e estende-se até ao dia 16 de Dezembro de 2022.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
imagem de selos
Empresas

Melom recebe duas distinções

A Melom foi eleita recentemente com os prémios , “Escolha do Consumidor 2022” e “Prémio Cinco Estrelas 2022”

CONSTRUIR

A Melom foi eleita recentemente com os prémios , “Escolha do Consumidor 2022” e “Prémio Cinco Estrelas 2022”.
Há três anos que a MELOM é reconhecida como “Escolha do Consumidor”, na categoria “Obras e Remodelação de Imóveis”, recebendo esta certificação que atesta o serviço da rede avaliado directamente pelos consumidores.A empresa de remodelação de imóveis obteve um índice de satisfação global de 79,34% e uma intenção de compra de 76,30%.

Entre os consumidores envolvidos na avaliação da categoria, a MELOM foi eleita a “Marca nr. 1 na Escolha do Consumidor”, com uma classificação superior à concorrência em critérios como “Orçamento discriminado e esclarecedor”, “Garantia da obra”, “Cumprimento do orçamento”, “Bons acabamentos”, “Explicação detalhada de todo o serviço“ e “Aconselhamento no planeamento da obra”. Os consumidores destacam também pela positiva a confiança na marca, assim como lhe reconhecem experiência acumulada no sector.

Pelo quinto ano consecutivo, a marca foi igualmente distinguida com o “Prémio Cinco Estrelas 2021”, resultado da auscultação dos consumidores relativamente a cinco marcas avaliadas nesta categoria. A empresa líder em remodelação de imóveis obteve um índice de satisfação global de 81,7% (8,17 em 10 pontos possíveis), mais seis pontos percentuais face ao ano passado.

O Prémio Cinco Estrelas é um sistema de avaliação que mede o grau de satisfação que os produtos, os serviços e as marcas conferem aos seus utilizadores, tendo como critérios de avaliação variáveis como a “Satisfação pela Experimentação”, “Relação Preço-Qualidade”, “Intenção de Compra ou de Recomendação”, “Confiança na Marca e Inovação”, que influenciam a decisão de compra dos consumidores. Entre os indicadores avaliados, destacam-se a “Intenção de Compra ou Recomendação”, que registou uma classificação de 8,84 em 10 pontos possíveis, e a “Satisfação pela Experimentação”, com uma classificação de 8,82 na mesma escala.

Os prémios “Escolha do Consumidor 2022” e “Prémio Cinco Estrelas 2022” vêm juntar-se a outra distinção já atribuída anteriormente à MELOM, o MRI – Marktest Reputation Index 2021 na categoria “Obras em Casa”.

“Recebermos estes prémios é o reconhecimento inequívoco do bom trabalho que, diariamente, a rede de profissionais MELOM desenvolve de norte a sul do país. É nosso foco garantir aos clientes a qualidade e segurança de uma rede de serviços especializados e à medida das suas necessidades.”, afirma João Carvalho, co-fundador da MELOM. O responsável acrescenta ainda que “sermos distinguidos ano após ano não só contribui para reforçar os nossos índices de notoriedade, como vem demonstrar que os consumidores portugueses podem sempre confiar num serviço de excelência.”

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Grupo Colt recebe pontuação EcoVadis pelo seu desempenho ambiental e ESG

O Grupo Colt obteve do maior fornecedor mundial de classificações em sustentabilidade empresarial, a EcoVadis, a pontuação Gold pelo seu desempenho ambiental, social e governação (ESG)

CONSTRUIR

O Grupo Colt, que inclui a Colt Technology Services e a Colt Data Centre Services (DCS), obteve do maior fornecedor mundial de classificações em sustentabilidade empresarial, a EcoVadis, a pontuação Gold pelo seu desempenho ambiental, social e governação (ESG). O Grupo também foi distinguido com a classificação B por parte do Carbon Disclosure Project (CDP) pelo seu desempenho ambiental.

Mais de 75.000 empresas, oriundas de mais de 160 países e de 200 sectores de actividade estão associadas ao EcoVadis, cujo mais recente ranking do sector coloca o Grupo Colt no percentil 97, com uma pontuação de 71/100. A pontuação EcoVadis considera o desempenho do Grupo Colt em quatro grandes áreas: ambiente, trabalho e direitos humanos, ética e contratos públicos sustentáveis. As políticas e as acções criadas e implementadas, bem como os resultados alcançados pelo Grupo nestas áreas, foram responsáveis por estas elevadas pontuações.

O CDP é uma organização internacional sem fins lucrativos que ajuda empresas, cidades, países e regiões a divulgarem o seu impacto ambiental. Em 2020, mais de 9.600 empresas, que representam mais de 50% da capitalização bolsista a nível mundial, divulgaram os seus dados ambientais através do CDP.

A pontuação do CDP vai de D – a mais baixa, até A – a mais alta. A classificação B atribuída à Colt, situa o Grupo na franja das classificações mais elevadas, corroborando a eficácia das medidas estruturadas que tem vindo a implementar no que concerne às questões climáticas. Durante 2021, o Grupo Colt trabalhou em estreita colaboração com a Carbon Intelligence para desenvolver a sua estratégia ambiental e de alterações climáticas.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Light & Building
Empresas

Light + Building adiada para Outubro

A ‘Light + Building Autumn Edition’ terá lugar entre 2 a 6 de Outubro e manterá o seu conceito hibrido

CONSTRUIR

Em Dezembro passado, a alta incidência da Covid-19 na Alemanha, seguida pelo aparecimento internacional da variante Omicron e as restrições de viagem associadas, levaram a incertezas no sector de iluminação, construção e tecnologia de segurança. Sendo que a situação pandémica se continua a desenvolver de forma muito dinâmica, a Messe Frankfurt decidiu adiar a feira Light + Building para o Outono deste ano, mais precisamente de 2 a 6 de Outubro.

“Levámos muito a sério as preocupações dos nossos parceiros e, claro, também ponderámos as oportunidades e riscos empresariais. Conforme já anunciado em Dezembro, todas as opções para uma nova data estavam em análise. Felizmente, conseguimos encontrar uma data de Outono atractiva e isso é possível através do reagendamento interno da Light + Building. Isso significa que a perspectiva de um forte lançamento internacional do sector em Frankfurt em 2022 permanece”, explica Wolfgang Marzin, presidente e CEO da Messe Frankfurt.

Para o Light + Building Autumn Edition, o conceito híbrido permanece o mesmo. Além do ponto de encontro internacional da indústria em Frankfurt, a participação é possível através da plataforma Light + Building Digital Extension. No Centro de Exposições, de 2 a 6 de Outubro de 2022, os expositores apresentarão um espectro de produtos exclusivo para planeamento integrado de edifícios. Todos os negócios relacionados com electricidade estarão presentes, desde o design de iluminação e luminárias, segurança conectada e domótica até sistemas de instalação eléctrica, sistemas inteligentes de gestão de energia e fornecedores de infraestrutura de carregadores electrónicos.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Toda a informação sobre o sector da construção, à distância de um clique.

Assine agora a newsletter e receba diariamente as principais notícias da Construção em Portugal. É gratuito e não demora mais do que 15 segundos.

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.