Edição digital
Assine já
Empresas

Technal lança o seu configurador de caixilharia de alumínio

A ferramenta de personalização permite que qualquer pessoa dê vida ao seu próprio projecto de renovação ou de construção. A solução está acessível gratuitamente no site da marca

CONSTRUIR
Empresas

Technal lança o seu configurador de caixilharia de alumínio

A ferramenta de personalização permite que qualquer pessoa dê vida ao seu próprio projecto de renovação ou de construção. A solução está acessível gratuitamente no site da marca

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Escritórios: Sector das telecomunicações potencia crescimento no CBD Baixa, Boavista e Matosinhos
Imobiliário
Empresa de Famalicão com selo ambiental internacional para 39 produtos
Empresas
Sunenergy abre sete novas delegações em várias regiões do País
Empresas
Drawing Room Lisboa regresso com 23 galerias de arte e cerca de 70 artistas
Arquitectura
Lightin design valoriza Casal Ribeiro 37
Empresas
Chiado conta com nova loja de 600 m2 em comercialização
Imobiliário
O regresso das tendências tradicionais ao espaço de banho
Empresas
Teixeira Duarte com lucros de 3,6M€ no primeiro semestre
Construção
Cleanwatts desenvolve nova Comunidade de Energia para Bombeiros de Arcos de Valdevez
Empresas
IPS constrói residências no Barreiro e Sines e amplia unidade em Setúbal
Construção

A Technal lançou o seu configurador de caixilharia de alumínio, uma ferramenta de personalização que permite a qualquer pessoa dar vida ao seu próprio projecto de renovação ou de construção e está acessível gratuitamente no site da marca.

Particularmente intuitivo, o configurador foi concebido para uma simulação simples e rápida a partir de uma fotografia de sua casa. A solução permite visualizar a escolha do design, cores, muletas e acessórios através de uma experiência de navegação imersiva. A gama de possibilidades é infinita e permite que qualquer pessoa crie o projecto em apenas alguns cliques.

Para tirar o máximo partido das muitas características do configurador, os utilizadores só precisam de seguir estes três simples passos: “Configurador”, “Resumo do meu projecto′′ e finalmente ′′Documentação e Orçamento′′ para conseguir personalizar detalhadamente qualquer projecto, obter as informações técnicas necessárias e solicitar orçamento a um membro da rede de fabricantes e instaladores homologados Aluminier TECHNAL.

A Technal é uma marca da empresa norueguesa Hydro, uma empresa global de alumínio integrada com actividades de produção, venda e comercialização em toda a cadeia de valor, desde bauxite, alumina, criação de energia até à produção de alumínio, produtos laminados, extrudidos e reciclagem.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Escritórios: Sector das telecomunicações potencia crescimento no CBD Baixa, Boavista e Matosinhos
Imobiliário
Empresa de Famalicão com selo ambiental internacional para 39 produtos
Empresas
Sunenergy abre sete novas delegações em várias regiões do País
Empresas
Drawing Room Lisboa regresso com 23 galerias de arte e cerca de 70 artistas
Arquitectura
Lightin design valoriza Casal Ribeiro 37
Empresas
Chiado conta com nova loja de 600 m2 em comercialização
Imobiliário
O regresso das tendências tradicionais ao espaço de banho
Empresas
Teixeira Duarte com lucros de 3,6M€ no primeiro semestre
Construção
Cleanwatts desenvolve nova Comunidade de Energia para Bombeiros de Arcos de Valdevez
Empresas
IPS constrói residências no Barreiro e Sines e amplia unidade em Setúbal
Construção
Empresas

Empresa de Famalicão com selo ambiental internacional para 39 produtos

A Cimenteira do Louro (ACL) obteve a certificação internacional Greenguard e Greenguard Gold para um total de 39 tipos de revestimentos de parede e pavimentos para espaços interiores e exteriores

CONSTRUIR

A Cimenteira do Louro (ACL) obteve a certificação internacional Greenguard e Greenguard Gold para um total de 39 tipos de revestimentos de parede e pavimentos para espaços interiores e exteriores.

“A certificação Greenguard garante que os nossos produtos em betão utilizados na arquitectura de interiores são de baixa emissão de substâncias químicas e contribui para ambientes internos mais saudáveis”, explica Dinis Silva, CEO da ACL. Segundo Dinis Silva, a certificação dos produtos da Cimenteira do Louro com os selos Greenguard e Greenguard Gold significa “o forte compromisso da empresa com os mercados mais exigentes do mundo e a saúde humana” e “mais um passo da Cimenteira do Louro na inovação e na sustentabilidade”, afirma.

A certificação GreenGuard e GreenGuard Gold, que para o responsável da Cimenteira do Louro, constitui “mais uma vantagem competitiva nos mercados mais exigentes”, abrange um total de 39 produtos em betão produzidos em Vila Nova de Famalicão, sendo 29 revestimentos de parede e 10 pavimentos.

Fundada em 1975, na freguesia do Louro, concelho de Vila Nova de Famalicão, A Cimenteira do Louro é uma empresa destaca-se na produção e exportação de pavimentos e revestimentos em betão. Contando com 150 trabalhadores, A Cimenteira do Louro facturou 22 milhões de euros em 2021. O mercado externo é responsável pelo grosso da facturação da empresa. No âmbito do processo de internacionalização, o grupo ACL, que comercializa os seus produtos em mais de 40 países, está presente em Omã, há 15 anos, através da Oman Portuguese Cement Products (OPCP).

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Sunenergy abre sete novas delegações em várias regiões do País

A abertura de sete novas delegações faz parte do plano de expansão da rede de franchising que pretende alargar o número de 10 para 20 delegações até ao final deste ano

CONSTRUIR

A especialista em soluções de produção de energia eléctrica a apartir do sol, Sunenergy, está a expandir a sua rede de franchising e vai abrir sete novas delegações, numa primeira vaga de novas aberturas.

Mangualde, Odivelas, Barreiro, Seixal, Grândola, Madeira e Açores, são as novas localizações escolhidas para esta nova fase.

“A energia solar é um sector em forte crescimento, reflexo da maior preocupação dos portugueses com a sustentabilidade, bem como com o aumento dos custos da energia. Para dar resposta a este crescimento, estamos a expandir a nossa rede, começando agora pela abertura de sete delegações, algo que nos coloca muito perto do objectivo traçado de duplicação da nossa rede de franchising, de 10 para 20 delegações, até ao final deste ano”, afirma Raul Santos, CEO da Sunenergy. “Com esta expansão, vamos estar ainda mais próximos das pessoas e das empresas, cumprindo a nossa missão de Ligar Portugal ao Sol”.

No início do ano, a Sunenergy deu, também, início à campanha “Vem ligar Portugal ao Sol”, com o objectivo de encontrar empreendedores para se juntarem à sua rede, a maior do país no seu sector.

A abertura das novas delegações surge após a selecção de sete candidatos, que participaram recentemente numa formação que incidiu sobre diversas áreas, nomeadamente, gestão de negócio, comercial, engenharia, operacional, entre outras.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Lightin design valoriza Casal Ribeiro 37

A solução de design de iluminação concebida pela ARTsolutions realça a traça arquitectónica dos quatro edifícios reabilitados pelo Grupo Stakecorp. Um projecto de reabilitação que contou com a assinatura do gabinete de arquitectura Saraiva + Associados

CONSTRUIR

Localizado no coração de Lisboa, o projecto Casal Ribeiro 37, em Lisboa é um investimento de 30 milhões do Grupo Stakecorp. O projecto de reabilitação conta com a assinatura do gabinete de arquitectura Saraiva + Associados. A recuperação preservou a identidade histórica do edifício, não só nas fachadas como no interior, evidenciando, à luz dos dias de hoje, a sua elegância original, com apontamentos geométricos e luxuosos.

Com uma área aproximada de 10 mil m2, dos quais quatro mil m2 são subterrâneos, o conjunto é desenhado em forma de V. No interior dos quatro blocos definem-se estilos e conceitos inovadores e distintos: o Action, o Selection, o Collection e o View. O empreendimento coloca no mercado 77 apartamentos, com tipologias T0 a T4, usufruindo de piscina comum, ginásio e de várias comodidades, como segurança 24 horas e serviço de “conciérge”, com preços que variam entre os 500 mil euros a 1,5 milhões de euros.

Para Eurico Almeida, CEO da Stakecorp, o objectivo do “Casal Ribeiro 37” é captar clientes que pretendam viver em permanência no condomínio. “O que queremos é que sejam casas para famílias portuguesas ou estrangeiras que queiram mesmo viver neste local”, recordando ainda que “a recuperação do Casal Ribeiro 37 preservou a identidade histórica do edifício, não só nas fachadas como no interior, evidenciando a sua elegância original”, reforça.

A solução adoptada para iluminação dos exteriores do projecto de investimento do grupo Stakecorp, da responsabilidade da ARTsolutions group, realça a traça arquitectónica dos quatro edifícios que compõem o empreendimento e que datam de finais do século XIX e início do século XX.

“Dado o enquadramento do Casal Ribeiro 37, a sua escala e, por conseguinte, o seu impacto no “perfil da Rua”, a desenvolvemos um conceito de iluminação que destacasse o ritmo de vãos do imponente gaveto e proporcionasse um reforço de luz ao nível dos pisos mais próximos da cota da Rua”, explica Tiago G. da Costa, CEO da ARTsolutions. De acordo com o mesmo responsável, a solução encontrada permite “reduzir significativamente custos ao mesmo tempo que se conseguiu reforçar a identidade do empreendimento”.

“Procuramos sempre a melhor conjugação dos vários tipos de iluminação, técnica / decorativa de interior e de exterior, acompanhado sempre as orientações da arquitectura e a componente financeira dos clientes. O objectivo é gerar emoções com a iluminação, melhorar o conforto no espaço e ajudar a dinâmica de vendas, da manutenção e o controlo de custos do investimento”, explica Tiago G. da Costa.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

O regresso das tendências tradicionais ao espaço de banho

Sofisticadas por definição, as banheiras clássicas são frequentemente actualizadas para se adaptarem a diferentes estilos. A Roca deixa três sugestões

CONSTRUIR

Há objectos clássicos que nunca passam de moda. As banheiras vintage, com o seu design autoportante e carismático, são um bom exemplo disso. Com linhas ergonómicas que se adaptam ao nosso corpo, as suas formas tradicionais regressam com propostas que reinventam uma peça icónica, adicionando novas funcionalidades e aumentando significativamente as suas possibilidades. Independentemente do estilo de design interior, há uma banheira autoportante ideal para todos os espaços. Esta é a peça perfeita para tornar o momento do banho numa experiência inesquecível, através de opções intemporais, ou até surpreendentemente modernas.

O triunfo do clássico
A busca pela harmonia e pela utilização de materiais nobres é fundamental para dar forma a espaços de banho clássicos e eternos. Espaços que apostam no mármore ou nas peças de louça sanitária branca, onde o tradicional lavatório de pedestal impera, torneiras bicomando com manípulos em forma de estrela ou os móveis em madeira. Propostas que olham para o passado e, onde as banheiras autoportantes encontram naturalmente o seu lugar. Com o seu muito particular sistema de descarga externo, a banheira Carmen da Roca assimila as formas antigas elevando um dos seus lados para envolver ainda mais o corpo, para permitir uma experiência extremamente reconfortante.

Ecletismo glamoroso
Uma mistura de diferentes tendências e o sucesso dos contrastes são a chave para um estilo moderno e irreverente que combina materiais, acabamentos e designs, destacando o poder da diferença. Móveis de estilo clássico ou colonial são combinados com lavatórios modernos em espaços de banho dinâmicos, onde a banheira, no seu modelo mais clássico, se torna num objeto de glamour como a peça fundamental do conjunto. Com pés inspirados em animais, o design oval e simétrico de Newcast vai além do tradicional branco para oferecer propostas nas cores cinzento, preto, bordeaux, azul-marinho ou cobre, soluções próprias de interiores inovadores, que não têm medo de celebrar a diferença.

Ambientes minimalistas
Espaços abertos e geometrias puras destacam-se nos ambientes que atraem a luz natural para oferecer uma maior sensação de espaço. Soluções como os lavatórios suspensos e as sanitas suspensas contribuem para otimizar o espaço, dando protagonismo aos objetos essenciais. A banheira autoportante, reinventada nas suas linhas mais elementares, utiliza novos materiais como o Stonex para oferecer designs rigorosos. Na versão Round ou Square, as paredes suaves da banheira Maui envolvem o corpo e mantêm a temperatura da água durante mais tempo, graças à resistência térmica que caracteriza este material feito de cargas minerais e resinas.
Com a capacidade de captar a atenção e tornar-se protagonista absoluta, a banheira vintage, em qualquer das suas formas, materiais ou acabamentos torna-se, assim, numa peça de culto que se adapta a qualquer personalidade.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Cleanwatts desenvolve nova Comunidade de Energia para Bombeiros de Arcos de Valdevez

Com a criação desta CER os bombeiros passam a consumir, durante as horas de sol, a energia produzida a partir dos painéis solares, cujo custo mensal da electricidade será cerca de 40% inferior ao actual

CONSTRUIR

A empresa Cleanwatts assinou um contrato com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez para a criação de uma Comunidade de Energia Renovável (CER), cujo objectivo será “a produção local de energia verde e mais barata”.

“Além de fazer face aos elevados custos da electricidade, a criação desta CER vai ao encontro do nosso compromisso com a descarbonização e a defesa do planeta”, explica Germano Amorim, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, acrescentando que “a possibilidade de produzir energia dentro da comunidade, e para a comunidade, ajudando a combater algumas desigualdades, nomeadamente a pobreza energética, é outra das grandes vantagens deste projecto e uma das nossas maiores motivações”.

A criação desta CER não implicou qualquer investimento da parte dos bombeiros, sendo o investimento assumido, na totalidade, pela Cleanwatts – nem qualquer alteração da instalação eléctrica. Com a criação desta CER os bombeiros passam a consumir, durante as horas de sol, a energia produzida a partir dos painéis solares. O custo da electricidade consumida, mensalmente, pelos bombeiros será cerca de 40% inferior ao actual.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Obras360 by Sotecnisol abre loja em Vila Nova de Gaia

Com esta nova loja a marca prossegue a sua estratégia de “diversificar a oferta, a presença física e abranger novas zonas de acção”. Além desta, a marca está também presente em em Lisboa, Coimbra, Maia e Olhão

CONSTRUIR

O Obras360 by Sotecnisol abriu uma nova loja em Vila Nova de Gaia, aumentando assim para cinco o número de lojas em Portugal.

Localizada na Rua do Seara 491, Oliveira do Douro, em Vila Nova De Gaia, a loja está a 2 minutos da A1, a 5 minutos do centro de Gaia e a 10 minutos do centro do Porto, juntando-se, assim às lojas já existentes em Lisboa, Coimbra, Maia e Olhão. Com esta nova loja a marca prossegue a sua estratégia de “diversificar a oferta, a presença física e abranger novas zonas de acção para melhorar a proximidade com os clientes”.

O Obras360 é pioneiro na venda online de materiais de construção através da plataforma www.obras360.pt, que permite chegar a todo o País de uma forma rápida (máximo 48h) e muito próxima. Com mais de 10 mil produtos, um apoio técnico especializado e entregas em todo o país, o Obras360 possibilita ainda o acompanhamento em tempo real do estado das encomendas, com avisos automáticos por email para saber sempre o que se passa com a sua encomenda.

O Obras360 faz parte do Grupo Sotecnisol, empresa com 52 anos de experiência no mercado da construção em Portugal e presente em vários países.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Melom e Querido Mudei a Casa Obras distinguidos no 1º semestre do ano

Até Junho, a Melom recebeu quatro prémios, dois atribuídos pelos consumidores e outros dois pela Associação Portuguesa de Franchising. Também o Querido Mudei a Casa Obras foi reconhecido como Marca Recomendada pelo Portal da Queixa

CONSTRUIR

No primeiro semestre do ano, a empresa de remodelação de imóveis Melom recebeu quatro prémios, dois atribuídos pelos consumidores e outros dois pela Associação Portuguesa de Franchising. Também o Querido Mudei a Casa Obras, insígnia que faz parte da Melom, vocacionada para pequenas remodelações, foi reconhecido como Marca Recomendada pelo Portal da Queixa.

Presente no mercado há 12 anos, a empresa afirma-se como a marca preferida no sector das obras pelos consumidores portugueses, vencendo na categoria “Obras e Remodelação de Imóveis” pelo terceiro ano consecutivo a “Escolha do Consumidor 2022” e pelo quinto ano consecutivo o “Prémio Cinco Estrelas 2022”.

A empresa obteve um índice de satisfação global de 79,34% e uma intenção de compra de 76,30% na avaliação da “Escolha do Consumidor”, com classificação mais elevada do que a concorrência em critérios como “Orçamento discriminado e esclarecedor”, “Garantia da obra”, “Cumprimento do orçamento”, “Bons acabamentos”, “Explicação detalhada de todo o serviço“ e “Aconselhamento no planeamento da obra”. Os consumidores destacam, ainda, a confiança na marca, assim como a experiência acumulada no sector.

Pelo quinto ano consecutivo, a Melom foi igualmente distinguida com o “Prémio Cinco Estrelas 2022”, resultado da auscultação dos consumidores relativamente a cinco marcas, obtendo um índice de satisfação global de 81,7% (8,17 em 10 pontos possíveis), mais seis pontos percentuais face ao ano passado.

Nos Prémios Franchising 2022, a Melom obteve o primeiro lugar em Marca Internacional e o segundo lugar como Franquiador do Ano (categoria Master). Com estas distinções, a Associação Portuguesa de Franchising reconhece as melhores práticas de gestão em franchising das marcas que actuam no mercado das franquias em Portugal em diversos sectores de actividade.

“Foi com enorme satisfação que recebemos estes prémios atribuídos pela Associação Portuguesa de Franchising. Consideramos que o franchising tem ajudado a profissionalizar vários setores de atividade e o setor das obras é um deles”, considera João Carvalho, co-fundador da MELOM.

O responsável acrescenta, ainda, que receber “o selo de excelência em franchising representa que o caminho que iniciamos em 2010 é o correcto, e acima de tudo que temos uma rede de franchisados disposta a melhorar os seus processos e sistemas. Iniciámos há dois anos o nosso processo de expansão internacional e é para nós uma enorme honra recebermos também o prémio de 1º lugar como marca internacional”.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Silestone aposta na tecnologia HybriQ

A primeira superfície mineral híbrida feita com a tecnologia HybriQ é uma nova geração de superfícies de design que assenta na utilização de materiais reciclados produzidos através de um processo de fabrico sustentável, com 99% de água reciclada e energia eléctrica de fontes renováveis

CONSTRUIR

HybriQ é uma tecnologia pioneira e registada em patente da Cosentino desenvolvida para o fabrico da nova Silestone. Uma nova mistura de alto desempenho de minerais premium e materiais reciclados produzidos através de um processo de fabrico sustentável, com 99% de água reciclada e energia eléctrica de fontes renováveis.

Segundo a marca, com a tecnologia HybriQ+, “Silestone mantém o desempenho e o comportamento através da durabilidade, resistência e higiene, aumentando simultaneamente as suas possibilidades estéticas graças à selecção de minerais premium, à sua sustentabilidade e ao novo processo de fabrico e à adição de um mínimo de 20% de materiais reciclados, como vidro, à sua composição”.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Edifício IntenCity da Schneider Electric distinguido nos World Changing Ideas 2022

O edifício possui a capacidade de monitorizar e reportar digitalmente os KPIs de energia e carbono, utilizando dispositivos conectados, Edge Control e análises avançadas e é suficientemente inteligente para ser orientado pela utilização

CONSTRUIR

A Schneider Electric foi reconhecida pelo IntenCity, o seu novo ‘Building of the Future’, que opera de forma neutra em carbono, localizado em Grenoble, França, com uma Menção Honrosa nos prestigiados Prémios World Changing Ideas 2022 da Fast Company, na Categoria de Arquitectura. 

Actualmente os edifícios são responsáveis por cerca de 40% das emissões globais de CO2 e mais de 30% da sua energia é desperdiçada, pelo que a indústria precisa de uma injecção digital massiva para ajudar a obter melhores resultados e mais eficiência, ao mesmo tempo que se prevê e minimiza o desperdício. A Estratégia Net Zero Building (edifícios neutros em carbono) da Schneider Electric resolve esta questão, ajudando os edifícios a reduzir o desperdício, a descarbonizar-se e a apontar para metas de emissões líquidas zero através de soluções EcoStruxure avançadas.

“O IntenCity tem um papel protagonista nos esforços da Schneider Electric para repensar os edifícios do mundo para se tornarem mais sustentáveis, resilientes, hipereficientes, centrados nas pessoas e, assim, atingir os objectivos net-zero”, explica a empresa.

O IntenCity é um edifício neutro em carbono que toma medidas activas para reduzir as emissões de CO2 nas suas operações, minimizando a energia consumida e substituindo os combustíveis fósseis por renováveis. O edifício possui, também, a capacidade de monitorizar e reportar digitalmente os KPIs de energia e carbono, utilizando dispositivos conectados, Edge Control e análises avançadas e é suficientemente inteligente para ser orientado pela utilização: o seu Sistema de Gestão de Edifícios e análises associadas baseiam-se em 60 mil pontos de dados, permitindo combinar eficiência, resiliência e conforto.

Incluindo soluções EcoStruxure e uma arquitectura aberta digital de ponta a ponta, o IntenCity representa a consolidação de múltiplos locais numa instalação de 26.000 m2 para reduzir a pegada energética da Schneider Electric, ao mesmo tempo que cria um edifício inteligente que apoia a inovação a nível mundial e o bem-estar de mais de cinco mil colaboradores. O IntenCity utiliza 10 vezes menos energia do que a média dos edifícios europeus, sendo que nada é queimado neste edifício; toda a energia é disponibilizada por fontes renováveis. Com quatro mil metro quadrados (m2) de painéis fotovoltaicos, duas turbinas eólicas e 300kW de armazenamento de baterias no local, este edifício gera 970 megawatts horas de energia por ano, o que é suficiente para fornecer energia a 200 casas. O IntenCity consome apenas a energia de que necessita e consegue armazenar energia e distribuí-la fora do edifício, assim fazendo do seu funcionamento net-zero.

Na sua sexta edição, os Prémios World Changing Ideas apresentam 39 vencedores, 350 finalistas e mais de 600 menções honrosas. Um painel de editores e repórteres da Fast Company seleccionou os vencedores e finalistas entre mais de 2.997 candidaturas nas áreas do transporte, educação, alimentação, política, tecnologia, saúde, justiça social e outras.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

GuestReady reforça expansão internacional e contrata nova Global Head of Operations

Esta é a primeira de uma série de contratações sénior que a GuestReady está a realizar até ao final do ano, para dar resposta ao crescimento e expansão da empresa

CONSTRUIR

A GuestReady, empresa que se dedica à gestão de propriedades de aluguer de férias de curta e média duração, que opera em Portugal desde 2018, acaba de anunciar o reforço da expansão internacional com a contratação de Kasia Aubier, como nova Global Head of Operations. Esta é a primeira de uma série de contratações para cargos sénior que a GuestReady estará a realizar até ao final do ano de 2022.

A empresa já está presente no Reino Unido, França, Suíça, Emirados Árabes Unidos, Portugal e Espanha – onde chegou recentemente e começou a operar em Madrid e Valência. As contratações são, por isso, uma forma de dar resposta à expansão internacional.

“Este é um passo importante para a GuestReady: estamos a fortalecer a nossa equipa com uma profissional que traz consigo uma longa experiência em operações, serviço ao cliente e logística de empresas como a Wind Mobility e a Stuart onde estava a supervisionar a entrega de mais de 5 milhões de encomendas por mês,” detalha Alexander Limpert, co-fundador e CEO da GuestReady.

Kasia iniciou o seu percurso profissional em 2012 na Air Product, empresa norte-americana líder mundial na venda e transporte de gases industriais. Ainda passou pela área de distribuição da Mercedes antes de chegar à Wind Mobility, uma start-up líder em micromobilidade onde geria a importação e transporte de scooters. Foi em 2020 que chegou à Stuart, plataforma de entrega de last mile para B2B, que é líder na Europa. Tendo começado por Country Manager na Polónia e em França, cresceu para Global Performance Manager tornando-se mais tarde Global Head of Customer Support Operations.

Na GuestReady, Kasia Aubier estará responsável por todos os processos e operações dos países onde a empresa está presente, assegurando a boa coordenação do negócio e melhorando todos os procedimentos, em contacto direto com as equipas locais. “Somos uma empresa centrada no cliente, por isso, a equipa global de operações irá concentrar todos os esforços em assegurar o sucesso da empresa a longo-prazo e em levar a experiência de proprietários e hóspedes ao nível mais alto e subindo constantemente as nossas avaliações,” explica Kasia Aubier, Global Head of Operations da GuestReady.

“A gestão de propriedades tem sido o segmento da indústria imobiliária com maior progressão nos últimos anos, desenvolvendo-se muito rápido, devido a muitos avanços tecnológicos. Neste contexto, o enorme crescimento da GuestReady tem sido fascinante de observar de fora – não podia estar mais entusiasmada por vir fazer parte deste processo,” conclui.

Nascida na Polónia, mas a viver em Barcelona há 12 anos, é formada em Transporte e Logística pela Universidade de Gdańsk (uma das mais prestigiadas da Polónia) e tem já um sólido percurso nas áreas de Operações e Logística. Filha de pai engenheiro que trabalhava em navios de carga, este é um meio familiar para Kasia Aubier que cresceu em Gdynia, uma cidade polaca conhecida pela próxima relação ao mar e ao transporte marítimo.

Recorde-se que a GuestReady entrou em Portugal em finais de 2018. Durante a pandemia, a empresa adquiriu mais duas empresas no Porto, reforçando a sua posição no mercado nacional. A GuestReady gere hoje mais de 3200 propriedades nas várias cidades onde está presente, tendo atualmente uma taxa de ocupação média anual de 78%. No total, em junho passado, a empresa geriu mais de 14.000 reservas a nível mundial e a taxa média de ocupação das propriedades de férias registadas na GuestReady foi de cerca de 80%. Presente em mais de 30 cidades, a actividade principal da GuestReady é nos países da União Europeia, que representam atualmente 64% das reservas.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.