Edição digital
Assine já
Empresas

Velux apresenta gama de janelas zenitais na Casa Decor de Madrid

Gama inclui janelas zenitais com vidro curvo e plano que garantem até 52% mais de luz natural

CONSTRUIR
Empresas

Velux apresenta gama de janelas zenitais na Casa Decor de Madrid

Gama inclui janelas zenitais com vidro curvo e plano que garantem até 52% mais de luz natural

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Os planos de expansão da Universidade do Porto, betão de cânhamo, a ‘nova’ escola da GNR em Portalegre e mais na edição 461 do CONSTRUIR
Construção
Câmara de Braga avança com plano de execução do Parque Ecomonumental das Sete Fontes
Arquitectura
JJTeixeira celebra 45 anos com reforço na capacidade produtiva e expansão geográfica
Empresas
Zehnder Group opta pelo preto mate
Empresas
Sistema híbrido de construção da Casais acelera hotel B&B em Guimarães
Construção
ESAI lança segunda fase de candidaturas para as licenciaturas de Gestão Imobiliária
Imobiliário
MatosinhosHabit no debate europeu sobre habitação social
Imobiliário
Porta-paletes eléctrico compacto da Jungheinrich vence Red Dot Design Award
Empresas
RE/MAX Collection promove oito novos empreendimentos
Imobiliário
25M€ para a construção do novo centro de Formação e Comando Territorial da GNR
Construção

A Velux, especialista em janelas de telhados, apresenta dois novos modelos dentro da nova geração de janelas zenitais. O design minimalista tem 88% de área envidraçada graças ao vidro até às extremidades, que facilita a entrada de até mais 52% de luz natural. Estas inovações permitem mais visibilidade do exterior e garantem até 30% de melhorias no que toca à eficiência energética.

Apresentados formalmente na Casa Decor, em Madrid, os novos modelos de janela zenital de vidro curvo (0°-15°) e vidro plano (2°-15°) contam com uma estrutura elegante e um caixilho invisível que oferecem a máxima luz natural e um design bonito no interior da casa mesmo com uma cortina instalada.

Disponíveis em mais dimensões do que anteriormente, têm a opção de vidro duplo e triplo, isolamento EPS ThermoTechnology, unidades superiores de vidro temperado e uma elevada resistência a tentativas de roubo e condições atmosféricas adversas.

O modelo de vidro curvo inclui ainda a tecnologia CurveTech que permite que a água da chuva escorra facilmente para superfície mesmo em telhados com inclinação de 0°.

Segundo a empresa, a iluminação zenital é uma técnica utilizada na arquitectura que permite a entrada de luz natural num determinado espaço através de aberturas de diferentes dimensões no topo de uma divisão. A iluminação zenital pode ser utilizada por razões estéticas ou em situações em que exista escassez de janelas. Este tipo de iluminação tanto é recomendado para espaços de grandes dimensões como em divisões mais pequenas, como casas de banho, cozinhas ou corredores, quando há necessidade de criar pontos de luz natural. Entre as principais vantagens, destacam-se a uniformização da incidência de luz natural por toda a divisão, a sensação de amplitude em áreas reduzidas, uma solução para garantir a ventilação natural e a redução do consumo de energia eléctrica – dado que diminui a necessidade de utilização de luz artificial.

Uma janela já não é só uma janela, mas sim um elemento promotor de design, inovação e sustentabilidade dentro de portas. Com este princípio em mente, a marca tem apostado na componente tecnológica para contribuir para casas inteligentes, sendo que actualmente com a Velux App Control é possível controlar as janelas utilizando o smartphone ou controlo por voz, ou automatizar completamente o clima interior com o Velux Active with Netatmo (solução baseada em sensores que automatiza de forma inteligente a abertura, fecho e escurecimento das janelas de sótão Velux).

“Perguntam-nos se se trata de uma janela ou uma cúpula. A resposta é simples, é uma janela com cúpula. Na cozinha, sala ou quarto não se vê uma janela, vê-se o céu. Para conseguir este design, eliminámos elementos no exterior, ocultámos ao máximo a instalação dos acessórios e aumentámos a superfície envidraçada com o objectivo de permitir uma maior entrada de luz natural, ventilação e melhor vista. Além disso, ambos os modelos podem ser fixos ou com uma variante eléctrica, descartando a opção manual – sendo totalmente compatíveis com a nossa solução para casas inteligentes Velux Active”, comenta Almudena López de Rego, arquitecta e directora do escritório técnico da Velux.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Os planos de expansão da Universidade do Porto, betão de cânhamo, a ‘nova’ escola da GNR em Portalegre e mais na edição 461 do CONSTRUIR
Construção
Câmara de Braga avança com plano de execução do Parque Ecomonumental das Sete Fontes
Arquitectura
JJTeixeira celebra 45 anos com reforço na capacidade produtiva e expansão geográfica
Empresas
Zehnder Group opta pelo preto mate
Empresas
Sistema híbrido de construção da Casais acelera hotel B&B em Guimarães
Construção
ESAI lança segunda fase de candidaturas para as licenciaturas de Gestão Imobiliária
Imobiliário
MatosinhosHabit no debate europeu sobre habitação social
Imobiliário
Porta-paletes eléctrico compacto da Jungheinrich vence Red Dot Design Award
Empresas
RE/MAX Collection promove oito novos empreendimentos
Imobiliário
25M€ para a construção do novo centro de Formação e Comando Territorial da GNR
Construção
Empresas

JJTeixeira celebra 45 anos com reforço na capacidade produtiva e expansão geográfica

Empresa prevê investir 1,4 M€ no reforço da sua capacidade e na optimização dos seus recursos produtivos, a par da internacionalização para a Bélgica, os EUA e os Camarões nos próximos três anos

CONSTRUIR

Em pleno aniversário de 45 anos, a JJ Teixeira (JJT) apresenta-se com uma nova imagem e convicções reforçadas para o futuro. A empresa de Vila Nova de Gaia produz soluções de carpintaria através da aliança entre tecnologia de ponta e toque artesanal e reafirma-se no mercado com um investimento na ordem dos 1,4 milhões de euros e uma expansão para três novas geografias.

De génese familiar, a empresa, fruto da paixão de João Teixeira pela arte de trabalhar a madeira, teve início em 1977 com a criação da sua própria carpintaria em Vila Nova de Gaia, que ainda hoje mantém. A actividade iniciou com uma máquina universal e, em dois anos, tinha uma carpintaria industrial, mas sempre familiar.

A nova geração da família, trouxe à JJT a modernidade necessária para assegurar o seu crescimento e visão de futuro, unindo a carpintaria à engenharia e à arquitectura, ao design e à arte, graças à sinergia entre a gestão e a força laboral de 244 colaboradores internos e mais de 400 externos.

Foi com a introdução de uma linha de automatização da produção, em 2015, que a empresa transitou para uma indústria 4.0, com capacidade de produção diária de duas mil peças, assegurando mais eficiência, rigor e precisão em cada produto, através de novos processos construtivos inovadores que lhe confere um bom equilíbrio e uma boa performance.

Hoje, contando com uma produção de quase 430 mil peças por ano e de 1645.61m3 de madeira utilizada, a JJT prevê investir 1,4 milhões de euros no reforço da sua capacidade e na optimização dos seus recursos produtivos, como o sistema de aspiração, a racionalização energética e a transição verde.

Sem impactos da pandemia nos volumes de facturação, a empresa, em 2019, alcançou um total de 21,4 milhões de euros, cresceu para 24,2 milhões no ano seguinte, para 24,5 milhões já em 2021 e prevê crescer mais de 2 milhões até ao final de 2022. Também desde 2019 que o valor das exportações ascende, passando de 18% para 22%, atingindo os 24% no último ano. França, Angola, Costa de Marfim, Noruega e Reino Unido são os países que encabeçam os destinos onde mais incidem as vendas internacionais, estando a Bélgica, os EUA e os Camarões no topo das prioridades de expansão internacional para os próximos três anos.

Pela vulnerabilidade ambiental intrínseca à sua actividade, a empresa vê na sustentabilidade um dos seus mais importantes pilares. Através do programa de replantação de árvores, a JJT pretende minimizar o seu impacto no meio ambiente, efectuando cálculos de medição da quantidade de madeira utilizada em cada projecto com vista à sua reposição, replantando árvores em território nacional, acrescendo uma taxa adicional ao preço final do produto.

Para além deste novo programa, os desperdícios são aspirados através de um sistema transversal aos vários pavilhões da fábrica e reaproveitados para várias finalidades, como a criação de novos produtos, o aquecimento das instalações e a produção de pellets e briquetes. 25% da sua produção energética é proveniente de painéis solares instalados na fábrica.

A celebração dos 45 anos da empresa foi, ainda acompanhada pelo rebranding da marca, “que traduz o seu reposicionamento modernizado”, e surge acompanhado por um filme tributo à madeira, que conta com depoimentos de diversas figuras de renome da arquitectura portuguesa. “Wood Stories” é o nome do filme, realizado pela Building Pictures, que serve de tributo à madeira enquanto material natural, flexível, expressivo e quase intrínseco no projecto de arquitetura e que conta com o apoio da Ordem dos Arquitectos Sessão Regional Norte, da Faculdade de Arquitectura do Porto e da Casa da Arquitectura.

O filme conta com os testemunhos de oito gabinetes de arquitectura, numa reflexão entre o seu trabalho e o uso da madeira, na sua perspectiva e contexto de aplicação, de forma particular, nomeadamente, Aires Mateus, Carrilho da Graça, Correia Ragazzi, Depa, Diogo Aguiar Studio, João Mendes Ribeiro, Menos é Mais e Oitoo.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Zehnder Group opta pelo preto mate

Multinacional suíça, especialista em clima interior, junta-se à última tendência do preto mate, em dois dos seus produtos: a válvula de ar Luna Black e o radiador Aura Black Matt

CONSTRUIR

O Zehnder Group tem vindo a introduzir novos acabamentos nos seus produtos de clima interior ao longo de 2022. No início do ano, introduziu o novo sistema de cores “quentes e frías” o que permite “uma integração perfeita em qualquer divisão”. Actualmente, o Grupo suíço optou pelo preto mate para dois dos seus produtos: a válvula de ar Luna, agora Luna Black e o radiador Aura, agora Aura Black Matt. A versão em preto mate de ambos os produtos conferem “sofisticação e elegância, assim como um carácter único a qualquer sala”.

O radiador Aura é um Zehnder clássico, um modelo “que combina design e funcionalidade”. “Com linhas rectas, combina o perfil D liso dos colectores com uma distribuição perfeita entre os tubos, simplificando o uso diário e a limpeza. Elegante e pouco profundo, assegura um ambiente confortável e toalhas secas, mesmo nos espaços mais pequeños”.

Está disponível nas versões com água quente e eléctrica, esta última incluindo um ecrã LCD para visualizar o seu funcionamento, reduzir o consumo em espera e cumprir as mais recentes normas EcoDesign.

A ComfoValve Luna Black é uma válvula de fornecimento de ar fresco, “limpo e saudável” desenvolvida para utilização em sistemas de distribuição de ar sendo adequada para instalação em tectos e paredes. A sua aparência “discreta e minimalista” faz dela uma parte fundamental de qualquer ambiente arquitectónico. Tem uma altura de apenas 30 mm e um diâmetro de 170 mm, facilitando a sua integração estética.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Porta-paletes eléctrico compacto da Jungheinrich vence Red Dot Design Award

Este equipamento destacou-se pelo seu conceito de design, que combina “agilidade, segurança, conforto e sustentabilidade” graças a uma bateria de iões de lítio totalmente integrada e compacta

CONSTRUIR

O porta-paletes eléctrico ERE 225i da Jungheinrich ganhou o Red Dot Design Award em Essen, na Alemanha. Este equipamento destacou-se pelo seu conceito de design, que combina “agilidade, segurança, conforto e sustentabilidade” graças a uma bateria de iões de lítio totalmente integrada e compacta. O Red Dot Design Award é o segundo prémio entregue ao ERE 225i, num curto espaço de tempo, após a atribuição do IF Design Award, em Maio.

O ERE 225i é o porta-paletes mais compacto da sua classe. Como parte da Jungheinrich POWERLiNE, é completamente neutro em CO2 até ser entregue ao cliente, permitindo assim soluções intralogísticas mais sustentáveis no armazém.

Com a sua bateria de iões de lítio totalmente integrada, o ERE 225i é 270 mm mais curto do que o modelo anterior, o que reduz significativamente o círculo de viragem do equipamento. Os condutores beneficiam de uma melhor manobrabilidade, permitindo operações de transporte seguras nos espaços mais pequenos. Além disso, as protecções laterais fixas proporcionam uma maior protecção, garantindo um elevado nível de conforto no trabalho.

“O objectivo do nosso design de produto é tornar os atributos mais importantes do equipamento diretamente reconhecíveis e compreensíveis. A compactidade, a durabilidade, a segurança e a agilidade são claramente percepcionadas como promessas de desempenho fundamentais e já demonstradas através do design no qual os clientes Jungheinrich podem confiar com este porta-paletes”, diz Andreas Knie, design industrial da Jungheinrich. “Estamos muito satisfeitos por termos vencido este renomado prémio de design com o ERE 225i. Não é apenas um prémio notável para nós enquanto equipa de design, mas também uma apreciação e motivação para todos os que contribuíram para a criação do produto.”

Desde 1955, o Red Dot Award Product Design selecciona anualmente os melhores e mais inovadores produtos do mundo em mais de 50 categorias diferentes.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

PPG Dyrup reforça gama para isolamento térmico

A sua nova massa acrílica com uma granulometria de 1.0 – Dyruplaster Acryl 1.0 é indicado “para decorar e proteger as fachadas e sistemas de isolamento térmico exterior”

CONSTRUIR

O isolamento térmico pelo exterior da nossas casas é uma preocupação constante, para isso a PPG Dyrup acaba de lançar a sua nova massa acrílica com uma granulometria de 1.0 – Dyruplaster Acryl 1.0, indicado para proteger e decorar as fachadas, completando assim a actual gama de massas acrílicas.

Segundo a marca, esta massa destaca-se “pela sua excelente aplicabilidade, boa impermeabilidade ao vapor de água devido a componente de siloxano na sua formulação e o excelente rendimento, além de estar disponível em centenas de cores afinadas”.

Com efeito pérola e aspecto de revestimento fino, esta novidade tem como objectivo facilitar a aplicação, melhorar o acabamento e aumentar a resistência contra sujidade, microrganismos e poluição, sendo removidos pela água da chuva.

Bruno Toscano, brand manager da PPG Dyrup Portugal, considera que este produto vem oferecer uma mais valia ao actual portfólio na gama de produtos para isolamento térmico exterior, uma vez que hoje existe uma preocupação em minimizar desperdícios de eficiência energética. “Esta é uma excelente solução de produto e de granulometria, com completa a nossa actual gama de produtos, garantido ao cliente uma excelente satisfação, podendo assim escolher a sua cor chromatic e eleição, uma vez que este produto é afinado pela sistema Dyrumatic”.

O acabamento deste produto é mate, areado 1.0, direccionado a suportes como betão, cimento e argamassas (ETICS). Está disponível em branco tintável, em embalagens de 25Kg.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Portugal Sotheby’s Realty lança formação em redes sociais

Direccionada para os profissionais do mercado imobiliário, a masterclass terá lugar no dia 23 de Junho, pelas 10 horas e será leccionada pelo especialista Frederico Carvalho

CONSTRUIR

A Portugal Sotheby’s Realty vai realizar uma masterclass gratuita totalmente dedicada às redes sociais e direccionada para os profissionais do mercado imobiliário.

Para a marca de imobiliário residencial de luxo, “esta é mais uma oportunidade, sem qualquer custo, dos profissionais do sector imobiliário de capitalizarem as suas redes sociais para potenciarem negócios em Portugal”.

A formação em redes sociais, leccionada pelo especialista Frederico Carvalho, decorrerá no próximo dia 23 de Junho pelas 10 horas e será aberta a todos os profissionais do mercado imobiliário. Com mais de 15 anos de experiência na área digital, Frederico Carvalho é formador e consultor em marketing digital e estratégias de negócio e é co-autor do livro “Marketing Digital para Empresas”. Entre os temas em análise, será dado destaque ao consumidor digital, que irá permitir o desenvolvimento do planeamento da construção da marca/marca pessoal para gerar visibilidade e leads, bem como o desenvolvimento da estratégia de Social Selling nas redes sociais, nomeadamente a preparação, o planeamento e como chegar a mais clientes.

As masterclasses da Portugal Sotheby’s Realty tiveram inicio em 2021, tendo a de Outubro do ano passado sido dedicada ao Linkedin e leccionada pelo especialista Pedro Caramez.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Weber renova gama de colagem de cerâmica

Sob o claim “Mais colado ao futuro”, a nova gama de colagem da Weber integra os produtos webercol flex XS+, webercol flex S+, webercol flex M+, webercol flex L+, webercol flex XL+ e o webercol flex lev,reconhecidos pelo mercado profissional, tendo sido repensados e melhorados para suportar mais formatos, mais aplicações e serem mais sustentáveis

CONSTRUIR

A Weber acaba de apresentar a renovação da sua gama de colagem para cerâmica assim como novos produtos de impermeabilização.

A marca gerida pela Saint-Gobain aposta num conjunto de soluções “inovadoras, sustentáveis e seguras para o setor, auxiliando a facilidade dos processos e a tomada de decisão nos diferentes projetos, a profissionais e DIY (Do It Yourself)”. Sob o claim “Mais colado ao futuro”, a nova gama de colagem da Weber integra os produtos webercol flex XS+, webercol flex S+, webercol flex M+, webercol flex L+, webercol flex XL+ e o webercol flex lev,reconhecidos pelo mercado profissional, tendo sido repensados e melhorados para suportar mais formatos, mais aplicações e serem mais sustentáveis. Esta nova gama especializada está ajustada às diversas necessidades de colagem e utiliza matérias-primas com menor impacto ambiental, reforçando a liderança da insígnia no mercado da construção sustentável.

Os produtos webercol duorapid, para intervenções em obra rápidas e fáceis, o weberfix pro, adesivo pronto a aplicar DIY, o webercol XXL, cola pronta a aplicar para situações em construção que requerem elevadas exigências e o webercol epoxy e webercol aquaplus, destinados essencialmente à colagem e betumação em piscinas, continuam a fazer parte da gama.

Segundo a empresa, destacam-se ainda os novos produtos da gama de impermeabilização, como o weberdry feel, solução DIY para uma impermeabilização flexível e pronta a aplicar. Destinado a casas de banho, zonas húmidas, varandas e terraços, é revestível com cerâmica ou pedra, requerendo um menor esforço na aplicação e manuseamento.

Para complementar a oferta, a Weber apresenta o weberdry fibrolastic, produto composto por uma membrana líquida de impermeabilização elástica com fibras, pronta a aplicar. A solução detém uma elevada capacidade de reflexão solar e reduz a temperatura superficial, sendo ainda possível revestir com cerâmica. O produto está disponível nas cores branco refletor, cinza e telha. As embalagens destes dois produtos, de 15 kg e 20 kg, respetivamente, são em plástico reciclado.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Sonae Arauco integra projecto de I&D para maior integração de madeira reciclada

O consórcio pretende encontrar soluções tecnológicas que, até 2026, permitam substituir em 25% as fibras virgens agora utilizadas por fibras recicladas

CONSTRUIR

A Sonae Arauco integra o projecto de EcoReFibre, que reúne institutos de investigação, associações, produtores de painéis derivados de madeira e fabricantes de equipamento para a indústria deste sector na Europa. O objectivo passa por aumentar a matéria-prima disponível através da reciclagem de painéis de fibra de madeira.

O consórcio pretende, até 2026, encontrar soluções tecnológicas que permitam substituir até 25% das fibras virgens agora utilizadas para o fabrico destes produtos por fibras recicladas. Para isso, conta com o conhecimento de 20 entidades de sete países europeus, coordenadas pela Universidade Sueca de Ciências Agrícolas, e com um financiamento de 12 milhões de euros por parte da Comissão Europeia, no âmbito do programa Horizonte Europa.

Os painéis de fibra de madeira são amplamente utilizados em mobiliário, design de interiores e construção, sendo que, actualmente, não há um método comercialmente viável para a sua reciclagem no pós-consumo. A Europa é líder no fabrico deste produto, que atinge uma produção mundial de mais de 100 milhões de metros cúbicos por ano. O sucesso destes produtos no mercado, particularmente dos painéis de fibra de média densidade (MDF), leva à produção anual de significativas quantidades de resíduos.

“A economia circular é um dos pilares do modelo de negócio da Sonae Arauco, o que inclui, desde há muito tempo, uma preocupação estratégica com a eficiente utilização da matéria-prima. Assim, é com entusiasmo e motivação que nos aliamos a este projeto. Vamos trabalhar em conjunto com os nossos parceiros para encontrar um método comercialmente viável e com base científica para reciclar os painéis de fibra que, pelas suas características e desempenho técnico, têm um grande leque de aplicação e estão presentes em múltiplos setores de atividade, desde a embalagem ao mobiliário e à construção. Esta é uma ótima oportunidade para estendermos o ciclo de vida da madeira e os seus benefícios, nomeadamente em termos de retenção de CO2″, afirma Adelaide Alves, R&D and Product Development director da Sonae Arauco.

O EcoReFibre vai também, acrescenta a responsável, “procurar respostas para diminuir a quantidade de resíduos de madeira que continuam a ser queimados ou mesmo depositados em aterros, contrariando os princípios de uma economia circular.”

“O EcoReFibre vai explorar um conceito em cascata para recuperar as matérias-primas dos painéis de fibras residuais, que depois ficarão disponíveis para reintegrar o processo industrial”, reforça Stergios Adamopoulos, investigador da Universidade Sueca de Ciências Agrícolas e coordenador do projecto.

As tecnologias inovadoras a desenvolver incluem processos de triagem inteligente, um reactor de impacto e melhorias no processo de refinação (TMP) existente. Os diferentes produtos finais a serem testados incluem painéis de partículas, blocos de construção biocompostos e CTB (painel fino cíclico), novos MDF e HDF (painel de fibras de alta densidade) e produtos de isolamento (painel flexível, painel rígido, isolamento a granel).

Os projectos piloto prevêem a recolha de dados e o desenvolvimento de casos de estudo sólidos, que permitam que o EcoReFibre seja escalável, através de um investimento das empresas na implementação das tecnologias, equipamentos e dos processos desenvolvidos.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Futuro da sustentabilidade no turismo discutido na Porto Business School

Paulo Vaz, director da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto, docente da Porto Business School e principal dinamizador deste evento, salientou que “a relevância dos critérios ESG enquanto linguagem de gestão e o seu impacto no dia a dia e saúde das empresas”

CONSTRUIR

O turismo tem um impacto significativo na economia portuguesa e, por isso, é urgente promover o debate sobre como tornar este negócio mais sustentável nas suas diversas dimensões.  Neste sentido, a Porto Business School realizou a conferência ‘O Futuro da Sustentabilidade no Turismo’, onde o foco foi perceber qual “um caminho mais sustentável e a importância dos desafios que os ESGs trazem ao sector turístico”.

Com a participação de Elisabete Félix, do Turismo de Portugal, de Anabela Vaz Ribeiro da Global Compact Network Portugal e de Francisco Moser da Vilamoura World, a sessão de encerramento do evento foi conduzida pela secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços Rita Marques.

A conferência, que foi aberta ao público, partiu da visão do turismo como um negócio sustentável, sendo desenhado como um caminho ousado para a mudança. Para Patrícia Teixeira Lopes – associate dean da Porto Business School e codirectora do programa Gestão Sustentável “é um privilégio promover o debate sobre a importância das boas práticas ESG e a reflexão sobre o papel das empresas nesta jornada para a sustentabilidade, em particular, das empresas que encaram de modo consciente o impacto que as suas próprias decisões têm no sector, na sociedade e no planeta”.

Neste sentido, a Escola de Negócios do Porto criou os programas executivos de Sustentabilidade no Turismo e Sustentabilidade no Imobiliário, pensados para capacitar os empresários e os gestores para a gestão do século XXI, com o propósito de promover a profissionalização da gestão sustentável nestes sectores, a melhoria dos resultados e o alinhamento com os referenciais internacionais.

Paulo Vaz, director da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto, docente da Porto Business School e principal dinamizador deste evento, salientou que “a relevância dos critérios ESG enquanto linguagem de gestão e o seu impacto no dia a dia e saúde das empresas, nomeadamente nas componentes financeiras, fiscais contribuem de forma assertiva para redesenhar os Propósitos, as Visões e as Missões das empresas do sector”.

Na sessão de encerramento, Rita Marques, Secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, sublinhou que “enquanto responsabilidade partilhada por todos, sem excepção, a Sustentabilidade será o principal factor de desenvolvimento e evolução que permitirá ao nosso país ser, no futuro, o destino turístico mais sustentável do planeta! Essa é a nossa meta e a sustentabilidade nas suas diversas vertentes, o instrumento de trabalho”.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

A aposta no estilo nórdico: móveis para espaços de banho em madeira da Roca

A marca apresenta a sua nova linha de móveis de madeira que permitem configurar espaços trendy acolhedores e modernos, transformando-os em espaços abertos que privilegiam o design minimalista e funcional

CONSTRUIR

Os designs são requintados e os acabamentos naturais atraem a luz, neste enquadramento os móveis de madeira para espaços de banho são o centro das atenções, lembrando decoração do norte da Europa. Simples e desprovido de artifícios, no estilo nórdico destacam-se as formas sem excessos e os espaços onde prevalecem o conforto e a simplicidade. Dos mais inovadores aos mais clássicos, desde os modelos com gavetas às estruturas abertas, a Roca apresenta propostas diversificadas para configurar um espaço de banho de estilo nórdico, através de quatro opções de móveis que farão deste espaço o recanto preferido da casa.

Linhas sofisticadas
Originalidade em formas e materiais é o foco da proposta Beyond, um móvel exclusivo para espaços de banho modernos com personalidade própria. Com acabamento em madeira de freixo nórdico, esta proposta enquadra-se em espaços de diferentes dimensões, desde 600 a 1600 mm de largura, e permite escolher entre várias opções de lavatórios Unik, de bancada e de encastrar. A sua configuração como móvel para espaço de banho suspenso permite que se ganhe espaço no chão, e os detalhes que inclui, como o puxador integrado, dão um toque de elegância.

Detalhes personalizados
The Gap é uma colecção muito versátil, devido às diversas possibilidades de configuração que se adaptam às necessidades de todas as casas. Esta é uma solução de arrumação com opções infindáveis em medidas que vão dos 500 aos 1200 mm e de duas a seis gavetas. Em acabamento freixo nórdico, este móvel em madeira para espaço de banho destaca-se pelos puxadores integrados e pela possibilidade de decidir o posicionamento do lavatório.

Menos é mais
A solução Savana para espaços de banho é perfeita para os que querem maximizar a sensação de leveza. Em carvalho citadino texturado, esta bancada de madeira está disponível em medidas que vão dos 600 aos 1400 mm de largura numa configuração que valoriza o design escolhido para o lavatório: das curvas originais de Ohtake ao minimalismo do Inspira, entre inúmeras opções.

Em diferentes designs e acabamentos, dos mais ousados aos mais refinados e minimalistas, os móveis de madeira tornaram-se num elemento essencial para trazer a inspiração nórdica ao espaço de banho. Estão disponíveis as opções Unik de bancada ou de encastrar e lavatórios em diversos materiais.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Vicaima seleccionada para projecto hoteleiro de luxo no Uruguai

“Idealizadas de forma a adaptarem-se às caraterísticas do espaço em que se encontram inseridas”, os diferentes produtos da gama Portaro estendem-se por todo o empreendimento, desde as entradas e interiores dos quartos, às zonas de serviço e áreas comuns

CONSTRUIR

As soluções Portaro da Vicaima, conjunto composto por porta, aro e acessórios numa peça única, revelaram-se a opção ideal para responder às necessidades de um “espaço nobre, seguro e funcional” como é o Hotel Costanero by MGallery, localizado num ponto ímpar da cidade de Montevidéu, no Uruguai.

Os hóspedes da unidade hoteleira de cinco estrelas, recentemente inaugurada, podem, assim, experienciar os diferentes produtos da gama Portaro, “idealizadas de forma a adaptarem-se às caraterísticas do espaço em que se encontram inseridas e que se estendem por todo o empreendimento, desde as entradas e interiores dos quartos, às zonas de serviço e áreas comuns”.

Todos os produtos Portaro integrados nesta unidade hoteleira são certificados por laboratórios internacionais acreditados para a resistência ao fogo e isolamento acústico. As portas de entrada dos quartos integram o Portaro Ei30AC40dB. Nos quartos comunicantes, foi aplicado o Portaro Ei30AC41dB. Já para as zonas de serviço e interiores dos quartos, foi aplicada a solução Bloc, um conjunto composto por porta, prumos, guarnições e acessórios pronto a instalar. Para as áreas comuns, com o objectivo de facilitar a mobilidade e promover uma maior luminosidade entre espaços, foram aplicadas múltiplas unidades de Block Vai-Vem com aberturas para vidro, opção que se conjuga com o perfil amplo e contemporâneo do local. Em todas as soluções foram aplicadas o revestimento Lacdor Cinza RAL7011, que se destaca pela sua cor plana em efeito mate.

Todos estes produtos da Vicaima estão, ainda, disponíveis com certificação FSC, entidade que promove a gestão responsável das florestas.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.