Edição digital
Assine já
    PUB
    Empresas

    Inovação e sustentabilidade marcam 5ª edição do ‘Dia do Betão’

    Organizado pela Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto (APEB), o evento tem lugar dia 5 de Junho, no Hotel MH Peniche, em Peniche

    CONSTRUIR
    Empresas

    Inovação e sustentabilidade marcam 5ª edição do ‘Dia do Betão’

    Organizado pela Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto (APEB), o evento tem lugar dia 5 de Junho, no Hotel MH Peniche, em Peniche

    CONSTRUIR
    Sobre o autor
    CONSTRUIR
    Artigos relacionados
    RE Capital inicia comercialização do Bellevue em Cascais
    Imobiliário
    Avenue investe 150 M€ em novo projecto no Porto
    Imobiliário
    O primeiro troço da Alta-velocidade, materiais cimentícios para impressão em 3D, o novo Vila Galé da Figueira e a nova edição da TRAÇO no CONSTRUIR 510
    Construção
    Obras de reabilitação e modernização do Túnel do Grilo até ao primeiro trimestre de 2025
    Construção
    Diminuíram as transacções de alojamentos no 1.º Trimestre de 2024
    Construção
    4ª edição “ReBuild Ukraine” agendada para Novembro
    Construção
    Angolana Power2Build quer entrar na Europa via Portugal
    Construção
    Construção do empreendimento SAMA acelera
    Imobiliário
    Ordem dos Engenheiros e Brisa reforçam colaboração para promover a engenharia
    Engenharia
    Century 21 comercializa ‘Varandas do Moinho’
    Imobiliário

    A Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto (APEB) organiza, a 5 de Junho, a 5ª edição do ‘Dia do Betão’, que terá lugar no Hotel no Hotel MH Peniche, em Peniche. Nesta que será a primeira edição do evento em formato presencial desde 2019 e o primeiro evento que tem Luís Goucha como presidente da APEB, cerca de 200 profissionais vão promover o debate de temas estruturais para a indústria do Betão Pronto.

    Além de “aprofundar tópicos como a inovação e a tecnologia” aplicadas ao betão ou a redução da pegada ecológica, o evento tem também como objectivo “promover o contacto entre as empresas do sector e as mais relevantes entidades portuguesas da construção, arquitectura e engenharia”.

    O evento vai contar, ainda, com a presença de Ângela Nunes, da Associação Técnica da Industria de Cimento (ATIC), que vai abordar os “novos tipos de cimento”, de Rita Bento, do departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos da Universidade de Lisboa, com o tema “Os Edifícios de Betão Armado são estruturas seguras?”. A contribuição do DL 90/2021 e o seu impacto na construção serão também abordados por Arlindo Gonçalves, do LNEC, e por Jorge Reis, director geral da APEB. 

    O evento conta, ainda, com o contributo da organização internacional ERMCO, com Asli Ozbora a apresentar a visão da organização sobre a importância de assegurar a resistência do cimento em estruturas de cimento.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Artigos relacionados
    RE Capital inicia comercialização do Bellevue em Cascais
    Imobiliário
    Avenue investe 150 M€ em novo projecto no Porto
    Imobiliário
    O primeiro troço da Alta-velocidade, materiais cimentícios para impressão em 3D, o novo Vila Galé da Figueira e a nova edição da TRAÇO no CONSTRUIR 510
    Construção
    Obras de reabilitação e modernização do Túnel do Grilo até ao primeiro trimestre de 2025
    Construção
    Diminuíram as transacções de alojamentos no 1.º Trimestre de 2024
    Construção
    4ª edição “ReBuild Ukraine” agendada para Novembro
    Construção
    Angolana Power2Build quer entrar na Europa via Portugal
    Construção
    Construção do empreendimento SAMA acelera
    Imobiliário
    Ordem dos Engenheiros e Brisa reforçam colaboração para promover a engenharia
    Engenharia
    Century 21 comercializa ‘Varandas do Moinho’
    Imobiliário
    PUB
    Empresas

    II Encontro Nacional do Sector da Pedra Natural reúne principais players

    A segunda edição StonebyPORTUGAL SUMMIT acontece a 12 de Julho. Promovido pela ASSIMAGRA, o encontro irá debater os principais desafios da indústria da Pedra Natural

    CONSTRUIR

    No próximo dia 12 de Julho de 2024, o Convento de São Francisco, em Santarém, será palco do II Encontro Nacional do Sector da Pedra Natural, StonebyPORTUGAL SUMMIT, promovido pela Associação Portuguesa da Indústria dos Recursos Minerais, ASSIMAGRA.

    Este evento, apoiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e integrado na Agenda Verde Sustainable da StonebyPORTUGAL, pretende reunir os principais stakeholders do sector para debater os principais desafios da indústria da Pedra Natural em Portugal.

    O evento contará com a presença do ministro da Economia, Pedro Reis, com a secretária de Estado de Energia, Maria João Pereira, entre outras entidades, empresas e instituições académicas. Este fórum permitirá definir estratégias para enfrentar as novas dinâmicas que se colocam hoje às empresas que actuam nos mercados externos, e debater oportunidades, consolidando Portugal como o sétimo maior exportador mundial de Pedra Natural.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    Efacec assina contrato de licenciamento de patente com a francesa G-LYTE

    A parceria pretende fazer chegar ao mercado tecnologia avançada de selagem de células solares sensibilizadas por corante para aplicações de ambiente interior

    CONSTRUIR

    A Efacec e a G-LYTE assinaram recentemente um contrato de licenciamento de uma patente sobre técnicas avançadas de selagem de células solares sensibilizadas por corante, registada pela empresa portuguesa, para uso pela empresa francesa em aplicações de ambiente interior.

    A invenção é uma tecnologia de selagem de vidro a baixa temperatura, que dotará os dispositivos de maior durabilidade e eficiência (superior a 15 anos), possibilitando a escalabilidade do processo de fabrico destes dispositivos para a sua entrada no mercado.

    Este processo vem no seguimento da longa colaboração entre a Efacec e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), em particular o laboratório LAPEBE, sob a liderança do Prof. Adélio Mendes. A colaboração iniciou-se em 2008 e tem possibilitado o desenvolvimento de inovadoras e patenteadas tecnologias de células solares sensibilizadas por corante (DSSCs), em especial na sua durabilidade e eficiência quando utilizados em ambiente interior e respectiva aplicabilidade em dispositivos eléctricos e assim limitar a necessidade de baterias.

    O acordo, agora rubricado, é demonstrativo da importância que a colaboração entre o meio científico e tecnológico e as empresas tem na criação de valor pela transformação de conhecimento científico em inovação tecnológica, e que a sua protecção a nível internacional desempenha um papel fundamental para acautelar o valor dos activos intangíveis que daí resultam.

    No caso desta invenção técnica, que aconteceu há mais de uma década, o potencial da mesma para o mercado surge apenas agora, em que a IoT apresenta um crescimento exponencial e a sua aplicação se generaliza, sendo crítico efectuar a captura de energia no local onde se pretenda efectuar sensorização com baixo consumo energético.

    E é nesta janela de oportunidade do uso generalizado de dispositivos IoT em espaços fechados que a G-LYTE acredita existir um potencial de negócio maior e que, ao aumentar a fiabilidade dos seus dispositivos com a tecnologia agora licenciada pela Efacec, vai conseguir conquistar o mercado e gerar muito valor.

    Este contrato de licenciamento vem fortalecer a colaboração entre estas entidades, representando um passo significativo para o avanço no uso da tecnologia de DSSC em ambiente interior, alinhando-se aos objetivos globais de sustentabilidade e de eficiência energética.

    A Efacec reforça assim o seu compromisso com a inovação tecnológica gerada em cocriação com parceiros SCT e de contribuir para um futuro mais sustentável e eficiente, através da aplicação de tecnologias de ponta e práticas de engenharia avançadas nos seus produtos e sistemas.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    Kyndryl estabelece parceria “tecnológica” com Grupo Aquinos

    Projeto tecnológico, intitulado de Carve-Out, será levado a cabo pela empresa belga que vendeu a sua área de bedding ao Grupo Aquinos. Através de um Data Center Migration Framework, a Kyndryl irá suportar o cliente a identificar todos os sistemas de IT existentes

    CONSTRUIR

    O fornecedor mundial de serviços de infraestruturas de TI, Kyndryl, e o Grupo Aquino, referência na indústria do imobiliário, estabeleceram uma parceria que irá permitir a transformação e migração da infraestrutura de TI do Grupo Aquinos.

    Intitulado ‘Carve-Out’, este projecto será levado a cabo pela empresa belga que vendeu a sua área de bedding ao Grupo Aquinos. Através de um Data Center Migration Framework, e tendo em conta o TI actualmente existente, a Kyndryl irá suportar o cliente a identificar todos os sistemas de IT existentes.

    A Kyndryl irá desenvolver e apresentar uma proposta de evolução tecnológica para ambientes de cloud híbrida, bem como a migração de toda a sua infraestrutura de TI aplicando novas tecnologias e metodologias de infraestruturas, tais como ambientes Azure para os seus sistemas ERP, SDWAN, tecnologias vmware e automação para melhorar todo o IT do cliente e garantir os melhores serviços de TI junto dos seus clientes e fornecedores.

    “Ter a possibilidade de trabalhar com o Grupo Aquinos, um dos líderes do mercado no setor de bedding, é um reconhecimento do bom trabalho que a Kyndryl tem vindo a realizar. A nossa equipa será responsável por suportar todo o processo de migração da estrutura de TI da Recticel para o grupo Aquinos de forma que estes possam melhor responder aos pedidos dos seus clientes. Esta parceria tem-nos permitido desenvolver o nosso conhecimento e experiência sobre uma indústria onde não operamos normalmente”, refere Paulo Coelho, practices leader da Kyndryl Portugal.

    Para a concretização desta parceria, muito contribuiu a metodologia e experiência em transformação digital da Kyndryl. Esta parceria tecnológica irá garantir um processo de consultoria abrangente, utilizando as mais recentes inovações no sector industrial.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    Aquí a Tua Remodelação quer abrir 100 franquias nos próximos cinco anos

    A rede de franchising espanhola chegou agora a Portugal com o objectivo de “aumentar a disponibilidade do parque imobiliário, através da remodelação dos imóveis existentes e do aumento da sua eficiência energética”

    CONSTRUIR

    A Aquí Group, especialista no sector das remodelações, acaba de chegar a Portugal com o nome Aquí a Tua Remodelação. Com um modelo de renovação de imóveis, que pretende dar resposta à questão da qualidade de gestão das obras e restabelece a confiança neste mercado, a empresa quer “contribuir para aumentar a disponibilidade do parque imobiliário, através da remodelação dos imóveis existentes e do aumento da sua eficiência energética”.

    Em Portugal, 60% das habitações são anteriores aos anos 80, e o aumento do parque habitacional não tem acompanhado a evolução da procura. Estes dois factores conjugados representam uma oportunidade para o sector das remodelações, uma vez que estas propriedades podem ser recuperadas e reforçar o aumento da oferta de imóveis.

    É neste contexto que a empresa, que nasceu em Espanha, em 2019, com o nome Aquí tu Reforma, quer crescer rapidamente em Portugal, sob a insígnia Aquí a Tua Remodelação, e gerida pelos masters franchisers Breno Arruda e Paulo Leite, ambos com experiência na gestão de empresas e de franchisings multinacionais.

    A estratégia inicial da marca passa, para já, por escolher os primeiros empresários e investidores para formar a rede de franchisados. O objectivo é construir nos próximos anos, em Portugal, a “maior e mais rentável” rede de franquias, com o foco no modelo de Concept Store. Até ao final do ano pretende abrir cinco concept stores e mais 100 franquias nos próximos cinco anos.

    O design “inovador” das lojas poderá ser visto até ao final do ano, e caracteriza-se por devolver a confiança ao cliente, ao integrar todos os serviços necessários para a execução de uma remodelação num único local, tendo a tecnologia, a reabilitação e os materiais de alta gama como factores diferenciadores. Ao disponibilizar ferramentas tecnológicas, como as aplicações Aquí Store, para a gestão de lojas, e Aquí Pro, que engloba processos de CRM, orçamentação, gestão de obras, certificações e subempreiteiros, possibilitam aos franchisados e prestadores de serviço da Aquí gerir a totalidade dos seus serviços.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    OBO Bettermann apresenta soluções para segurança e protecção de sistemas fotovoltaicos

    As soluções “específicas, completas e abrangentes” visam proteger o sistema fotovoltaico contra descargas atmosféricas e danos causados por sobretensões

    CONSTRUIR

    A OBO Bettermann Portugal, fabricante de material elétrico especialista em soluções para instaladores, está empenhada em oferecer soluções de sistemas abrangentes para moldar a transição energética e trazer sustentabilidade às cidades e para isso disponibiliza opções específicas, completas e abrangentes que protegem o sistema fotovoltaico contra descargas atmosféricas e danos causados por sobretensões.

    A aquisição de um sistema fotovoltaico está associada a um investimento elevado que deve ser amortizado o mais rápido possível, por isso é importante que a sua disponibilidade contínua seja assegurada. A pensar neste aspecto, a OBO Bettermann fabricante de material eléctrico especialista em soluções para instaladores, disponibiliza um conjunto de soluções “específicas, completas e abrangentes” que protegem o sistema fotovoltaico contra descargas atmosféricas e danos causados por sobretensões.

    As soluções dos sistemas OBO são projectadas para instalações “rápidas, flexíveis, eficientes e permanentemente seguras”, garantindo uma operacionalização “estável e confiável” do sistema fotovoltaico mesmo em condições climatéricas adversas.

    Os sistemas fotovoltaicos são instalados sobre o telhado ou em espaço aberto, o que os torna particularmente expostos a descargas atmosféricas e sobretensões. Em caso de danificação do sistema, o rendimento durante o período de reparação perde-se e existirão custos adicionais, por exemplo com a substituição do inversor.

    As formações abrangentes e práticas em sistemas fotovoltaicos fornecidas pela OBO Bettermann capacitam os profissionais para instalar, operacionalizar e efectuar a manutenção dos sistemas com conhecimento especializado, o que auxiliam na optimização do desempenho e na resolução de eventuais problemas de forma rápida e eficaz.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    Resul atinge facturação de quase 13 M€

    Exportação representou 51,3% da facturação global da empresa em 2023 e já em 2024 prevê o crescimento de EBITDA superior a 60%

    CONSTRUIR
    tagsResul

    A Resul, empresa portuguesa do sector da energia, que desenvolve, produz e implementa soluções de fornecimento para redes de distribuição, prevê um crescimento de facturação superior a 12% e um EBITDA superior a 60% para 2024,  com um aumento de vendas superior a 12%. Estes valores reflectem a “sustentabilidade” da organização, que atingiu uma facturação de quase 13 milhões de euros em 2023, com a venda de mercadorias e de projectos fotovoltaicos de autoconsumo.

    No mercado nacional, a Resul implementou, no ano passado, a primeira árvore eólica do país no Cascais Shopping, visando melhorar o desempenho energético deste espaço comercial. Já no que diz respeito às exportações, em 2023, representaram mais de 50% da facturação global da empresa através de projectos variados em diversos países, com especial destaque para os PALOP e outros países africanos.

    Os projectos de fornecimento de uma solução off-grid para electrificação de uma vila em Cabo Verde que não tinha energia e de isoladores poliméricos de alta tensão para a rede de transporte da Líbia, são exemplos deste trabalho no mercado internacional.

    Carlos Torres, presidente do conselho de administração da Resul, refere que  “o sucesso alcançado é atribuído, antes de mais, ao compromisso incansável de toda a equipa, mas também à estratégia de diversificação de produtos e de mercados. Estamos orgulhosos de contribuir para o desenvolvimento energético dessas regiões e de sermos parceiros activos no progresso global rumo a um futuro mais sustentável. Estes resultados positivos, especialmente considerando o contexto mundial de instabilidade geopolítica e financeira do ano passado, refletem o projecto sustentável da Resul”.

    Em 2023, a Resul teve um aumento significativo na actividade e rentabilidade em comparação com 2022, com vendas de 12,746 milhões de euros.

    Com uma presença dinâmica nos mercados internacionais, a venda média por cliente aumentou 18% em relação ao ano anterior. A exportação representou mais da metade (51,3%) da receita total da empresa, enquanto no mercado interno, tanto a unidade de negócios de fornecimento de mercadorias quanto a de centrais fotovoltaicas contribuíram igualmente, representando cada uma 50% da facturação. 

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    Quinto pedido de pagamento submetido à Comissão Europeia

    Portugal submeteu hoje o quinto pedido de pagamento à Comissão Europeia, assinalando assim estar a meio do PRR, que tem previsto 10 pedidos de pagamento

    CONSTRUIR

    Este pedido de pagamento agora apresentado refere-se a mais 42 marcos e metas, 27 e 15 respectivamente, que representam um desembolso de 3.191 milhões de euros (valor bruto antes dedução do pré-financiamento). Assim, a Estrutura de Missão Recuperar Portugal enviou evidências do cumprimento de 13 reformas e 29 investimentos, referentes aos 42 marcos e metas estabelecidos no Anexo da Decisão de Execução do Conselho Europeu.

    O primeiro pedido de pagamento, submetido em 2022, referia-se a 38 marcos e metas, o segundo apresentava 20 marcos e metas. O terceiro e quarto, foram submetidos em conjunto, fruto da reprogramação que aumentou a dotação do PRR para 22.216M€, e encerravam 47 marcos e metas.

    À data da submissão, 2 marcos e 1 meta não foram considerados totalmente cumpridos, pelo que foi submetido um pedido de levantamento da suspensão de pagamento, tendo tido avaliação positiva no dia 24 de Junho. Assim, com estes quatro pedidos de pagamento, Portugal viu cumpridos 105 marcos e metas, alcançando uma execução de 23%.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    APAL destaca o potencial do alumínio para prevenir alterações climáticas

    No âmbito da implementação da Directiva de Reporte de Sustentabilidade Corporativa (CSRD), aprovada pela Comissão Europeia, a APAL apresenta o alumínio como material potencial na prevenção das consequências previstas para Portugal e Espanha perante as alterações climáticas

    CONSTRUIR
    tagsAPAL

    No contexto europeu, a Península Ibérica e os países do Sul da Europa são os que apresentam maior vulnerabilidade com as alterações climáticas e o alumínio por apresentar o melhor comportamento na resistência ao fogo e, ao mesmo tempo, promover a qualidade do ar, permite minimizar estes impactos e tornar as regiões mais resilientes ao clima.

    Neste contexto, a APAL apresenta o alumínio como o material que pode ser adoptado pelas diferentes áreas sectoriais de forma a promover o desenvolvimento sustentável destas regiões e torná-las resilientes ao impacto das alterações climáticas, dada a sua “durabilidade, leveza, resistência e versatilidade”.

    O Rui Abreu, presidente da APAL; salienta que “o alumínio tem um papel importante na protecção das nossas habitações das temperaturas exteriores, tanto do frio como do calor. Mas aqui convém detalhar algo muito importante: o alumínio tem uma resistência ao fogo muito boa e não liberta elementos tóxicos. Sem dúvida, muito importante a ter em conta quando projectamos uma habitação. Ter um ambiente saudável dentro de casa é preciso. O futuro traz-nos muitos desafios e o alumínio é a solução para muitos deles”.

    São vários estudos que apresentam o alumínio como o material com melhor comportamento na resistência ao fogo, capaz de suportar altas temperaturas, e que promove a qualidade do ar, pois não liberta emissões tóxicas, como Clorobenzeno, Benzeno, Dióxido de Enxofre, Metano, Etanol, Etileno, Formaldeíco, Etano e Ácido Clorídrico, tornando-se um material eficaz na redução de emissões poluentes no processo de utilização.

    A APAL prepara-se, assim, para lançar em Portugal a plataforma que permite eleger qual a melhor janela, ao disponibilizar informações técnicas e dados estatísticos que comprovam o material com melhor comportamento, durabilidade, resistência e versatilidade de acordo com a região.

    A associação tem, ainda, desenvolvido múltiplas acções de sensibilização para a sustentabilidade, com foco nas vantagens da utilização do alumínio como material circular em diversos sectores, nomeadamente, lançou este ano a nova campanha institucional para 2024 com destaque na promoção das potencialidades do alumínio nos sectores da Mobilidade, Energia, Construção e Indústria.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    Empresas

    António Rios Amorim eleito ‘SDG Pioneer 2024 – Portugal’

    Os ‘SDG Pioneers’ são uma iniciativa anual da UN Global Compact, que pretende distinguir, a nível mundial, os líderes que defendem para as suas empresas uma abordagem positiva baseada nos 17 ODS

    Cidália Lopes

    O CEO e Presidente da Corticeira Amorim, António Rios de Amorim foi seleccionado como  na categoria ‘Grandes Empresas’, em reconhecimento da sua “dedicação, inovação e liderança” na promoção dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

    Os ‘SDG Pioneers’ são uma iniciativa anual da UN Global Compact, que pretende distinguir, a nível mundial, os líderes que defendem para as suas empresas uma abordagem positiva baseada nos 17 ODS, definindo metas ambiciosas a nível ambiental, social e de governance.

    O empresário foi distinguido entre vários profissionais do sector privado nacional, após um rigoroso e competitivo processo de selecção que contou com um painel multi-stakeholder, composto por representantes do board UN Global Compact Network Portugal, entidades das Nações Unidas, representantes da OIM – Organização Internacional para as Migrações, AdP– Águas de Portugal e Nova SBE – Nova School of Business & Economics.

    Além do reconhecimento pelo seu trabalho a nível nacional, enquanto SDG Pioneer 2024 – Portugal, António Rios de Amorim será ainda considerado na Ronda Global, que identificará os Pioneers Globais UN Global Compact, em Setembro de 2024.

    Segundo Anabela Vaz Ribeiro, executive director da UN Global Compact Network Portugal, “António Rios de Amorim destaca-se como um visionário na área da sustentabilidade, liderando iniciativas inovadoras que demonstram a sua paixão pela natureza. Sob a sua orientação, tem havido um compromisso contínuo com o desenvolvimento sustentável com o foco particular sobre a sustentabilidade ambiental, demonstrando que é possível aliar crescimento económico com o uso sustentável de recursos”.

    Sob a liderança de António Rios Amorim, a Corticeira Amorim consolidou, em 2023, a sua posição de vanguarda na sustentabilidade ambiental, com destaque para a redução de 9,1% no consumo de energia, o aumento para 68,3% na utilização de energia renovável controlada e a diminuição de 8,8% nas emissões de CO2.

    A par disso, a empresa reforçou também os seus compromissos na dimensão social, implementou um plano destinado à promoção da igualdade, diversidade e inclusão e reforçou as suas práticas junto das novas gerações, com destaque para o lançamento do Programa Young@Cork, que promove a integração dos jovens, bem como o seu desenvolvimento e formação.

    Sobre o autorCidália Lopes

    Cidália Lopes

    Jornalista
    Mais artigos
    Empresas

    Martech Digital e Auren anunciam parceria

    Esta colaboração vai focar-se na integração e implementação de ferramentas de automação de marketing, com destaque para a plataforma HubSpot

    CONSTRUIR

    A Martech Digital, agência especializada em marketing e comunicação B2B, estabeleceu uma parceria estratégica com a Auren, empresa especializada em consultoria empresarial de gestão e tecnologia, para oferecer serviços inovadores nas áreas de Marketing, Comunicação e Tecnologia, com um foco especial na integração e implementação da plataforma líder HubSpot.

    Com esta parceria, Martech Digital e Auren pretendem transformar a forma como as empresas abordam as suas estratégias de marketing e tecnologia, oferecendo soluções completas e integradas. Como parceiro certificado da HubSpot, a Auren possui expertise na implementação personalizada e integração eficaz desta plataforma no ecossistema de TI dos seus clientes. No âmbito deste acordo, a Martech Digital será responsável pela definição e execução das estratégias e processos de marketing, enquanto a Auren irá actuar como integradora tecnológica.

    Esta parceria reforça o compromisso da Martech Digital em manter-se agnóstica em relação às tecnologias, adicionando o HubSpot ao seu portfólio de ferramentas. “Estamos muito empolgados com esta colaboração com a Auren. Ao utilizar a metodologia de inbound marketing, a Martech Digital irá aplicar estratégias de content marketing com a HubSpot como ferramenta principal”, indica Ana Barros, CEO da Martech Digital.

    Rui Ribeiro, head of business & technology consulting da Auren Portugal, sublinha que “a colaboração com a Martech Digital permite-nos oferecer uma solução mais robusta e integrada aos nossos clientes. Ao combinar a nossa expertise tecnológica com as competências de marketing da Martech Digital, podemos maximizar o potencial da plataforma líder mundial HubSpot e proporcionar resultados excepcionais para todo o mercado, em particular em Portugal e Espanha”.

    A Martech Digital oferece uma ampla gama de serviços, incluindo marketing digital, marketing de conteúdo, assessoria de imprensa, consultoria e social media, com um foco especial no mercado B2B. A agência possui um portfólio diversificado de clientes, abrangendo desde empresas nacionais a internacionais de renome, incluindo organizações como a IDC Portugal, NOS, Singularity part of Devoteam, FCamara e Warpcom.

    Sobre o autorCONSTRUIR

    CONSTRUIR

    Mais artigos
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB

    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2024 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.